Conecte-se agora

Desprezado pelos comunistas, PSDC não apoiará Perpétua

Publicado

em

deputados_01“O PSDC se exime da candidatura de Perpétua Almeida ao Senado”, disseram os deputados Eber Machado e Edvaldo Souza, após uma reunião no início da noite de quarta-feira (2), na Casa Rosada. Os parlamentares afirmam que foram menosprezados pelos dirigentes do PCdoB – que fecharam aliança com o PTB.

Os democratas cristãos se reuniram com o conselho da FPA para decidir se PSDC e PCdoB caminhariam juntos na disputa por cadeiras na Aleac. Os dirigentes do PSDC acreditavam que existia um pré-acordo com os comunistas, mas foram surpreendidos pela negativa de Edvaldo Magalhães (PCdoB).

“Ele desprezou nosso apoio e ainda afirmou que o presidente do PCdoB, Moisés Diniz, não tem autonomia para falar pelo partido, quando Moisés chegou a bater o martelo na aliança. Estamos nos sentindo livres para todas as decisões de direcionamento que fortaleçam o partido”, destaca Eber Machado.

Edvaldo Souza descartou participar da campanha pela vaga no Senado. “O PSDC se exime desta candidatura do PCdoB ao Senado. A decisão é dos deputados e dos dirigentes do partido, tendo em vista que a parceria não aconteceu. Nos sentimos humilhados pelo PCdoB”, destaca o deputado.

Os parlamentares reclamam que os comunistas ocuparam posição de destaque na chapa majoritária da FPA – mas não abrem mão de nenhum espaço para os demais partidos da coligação. O PCdoB por sua vez, diz que uma aliança com o PSDC que tem dois deputados afastaria os potenciais candidatos comunistas.

Os comunistas escolheram se coligar com o PTB que tem apenas o deputado Chico Viga, como candidato. A análise é que o PCdoB consiga manter as duas cadeiras na Aleac e ajudar Viga, um aliado de primeiro momento da FPA, a emplacar mais um mandato de deputado estadual.

Anúncios

Destaque 3

Calegário não tem condições de promover concurso, diz promotor

Publicado

em

O promotor de Justiça de Tarauacá, Flávio Bussab, recomendou ao prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, que anule todo o concurso da Saúde, por causa da descoberta de plágio nas provas para o cargo de enfermeiro. O certame, que previa o preenchimento de 150 vagas, foi realizado há duas semanas no município com a participação de mais de cinco mil candidatos.

5310a16b-02a8-485e-93cd-2fe3f52f3d94

Promotor diz que empresa não tem condições de promover concurso

“A empresa atua ilicitamente, imoralmente, indignamente”, disparou o promotor Flávio Bussab, ao se referir à empresa Calegário, responsável pela realização do concurso público.

LEIA MAIS:
>Com 5 mil prejudicados, Calegário nega motivos para cancelar concurso em Tarauacá

“Realmente o concurso apresentou ilegalidade no início do seu processamento e na feitura das provas. Plágio é crime. E em um dos casos, no de enfermagem, houve plágio total das 40 questões. Nós havíamos feitos várias reuniões com o proprietário da empresa e ele garantiu cabalmente que as questões não seriam plagiadas e seriam questões inéditas”, completou.

O promotor isentou a prefeitura de qualquer responsabilidade sobre o certame. “Eu isento a responsabilidade do prefeito do município, porque o executor material, o executor direto do concurso, da elaboração do concurso, foi a empresa Calegário. O concurso tá maquiado. O concurso tem que ser nulo na sua integralidade para todos os cargos”, diz.

Nesta quarta-feira, em entrevista ao ac24horas, Fagner Calegário, sócio-proprietário da empresa organizadora, disse que não há motivos claros para a ocorrência do cancelamento, visto que todos os procedimentos necessários foram tomados tão logo se percebeu a duplicidade das questões em provas e horários diferentes. “Vamos proteger o direito de mais de cinco mil pessoas que tinha sonhos e que fizeram esse concurso. São 4.200 candidatos que fizeram as provas, prejudicados”, disse o empresário ao ac24horas.

O prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, lamentou o transtorno ocorrido. Ele não descarta a possibilidade da rescisão contratual com a Calegário.

“Uma das penalidades pode ser sim a rescisão contratual, que ainda não foi estabelecida. Ao meu ver a Calegário diante de todas essas denúncias, diante de todos esses transtornos a população de Tarauacá, do estado e também de fora do estado que foram participar, a gente vê que a Calegário nesse momento não nutre as condições adequadas pra pleitear a realização desse novo concurso público, porque não tem a credibilidade necessária para realizar o certame.”

O assessor jurídico da prefeitura de Tarauacá, Emerson Pereira, afirmou que a empresa só foi contratada para realizar o certame porque entrou com um pedido liminar na Justiça pedindo o direito de participar da licitação. Porém, a idéia da prefeitura era manter uma parceria com alguma fundação com mais condições para realizar o concurso público.

“A idéia da gestão era que a gente oportunizássemos a participação de fundações públicas e até mesmo privada, algumas instituições que gozassem de algum conceito mais abalizado na área de concurso público, tendo em vista que um concurso público nosso anterior tinha sido feito pela Fundape. Nós queríamos contratar ou a Fundape ou uma empresa que fosse do seu quilate, mas infelizmente a Calegário entrou com um mandado de segurança na Justiça e o juiz concedeu pra eles uma liminar dizendo que essa exigência nossa de colocar apenas empresas sem fins lucrativos restringia o universo licitante”, explica.

A prefeitura ainda não marcou a data do novo concurso.

Continuar lendo

Blog do Crica

A eleição de Rio Branco passa pelo impeachment de Dilma em Brasília

Publicado

em

O PMDB não tem entrado na defesa do candidato único para a prefeitura de Rio Branco no momento, mas ninguém se engane, pois, tudo não passa de uma estratégia do seu presidente Flaviano Melo (PMDB). É ardiloso. Joga com a possibilidade de Dilma cair no próximo domingo, Michel Temer (PMDB) assumir a presidência, o que fortaleceria a candidatura da deputada Eliane Sinhasique (PMDB) à PMRB, e tornaria inevitável os demais partidos da oposição lhe hipotecarem apoio. Flaviano é um jogador da política. Sabe também que se a Dilma não for apeada, a sua candidata ficará isolada na disputa da prefeitura de Rio Branco. São as cartas do PMDB que estarão na mesa até domingo. Até lá nenhuma carta será movida na oposição.

Trabalhando pela queda
O deputado federal Wherles Rocha (PSDB) foi ao presidente do SOLIDARIEDADE, Paulinho da Força, a quem mostrou uma foto do ex-deputado federal Junior Betão (SOLIDARIEDADE), com o Marcus Alexandre e com o Tião Viana, como prova de aliança do partido com o PT, no Acre.

Contra tudo e contra todos
Mesmo contra o PT, o prefeito de Sena Madureira, Mano Rufino (PSB), irá disputar a reeleição.

Proibição no regimento
Rocha ouviu do deputado federal Paulinho da Força (SOLIDARIEDADE), que comanda o movimento pelo impeachment da Dilma, que “aliança com o PT é proibida no Regimento Interno” e que após domingo, ordenará que o SOLIDARIEDADE se junte à oposição.

Domingo é o “Dia D”
Após o resultado de domingo, caia ou não caia a presidente Dilma, muda tudo na política nacional e com reflexos naturais no Acre. Por isso não se pode fazer qualquer previsão até lá.

Nada que justifique
Por mais que chovam explicações sobre o fechamento dos Postos Policiais da Vila do V e Vila Campinas vão convencer os moradores, que ficarão desprotegidos. É bom para os bandidos.

Lugares de muita violência
E ainda porque Campinas e a Vila do V são duas comunidades atingidas pela violência.

PP entra na disputa
O PP vai para a eleição para a prefeitura de Capixaba com José Augusto (PP), que na eleição passada já se mostrou muito competitivo, e agora com a vantagem do desgaste do prefeito Vareda (PR), que não conseguiu deslanchar a sua pífia administração.

Falta-lhe gestão
O prefeito Vareda (PR) foi honesto na condução da prefeitura de Capixaba. Não se discute. Mas não foi um bom administrador. Tem que ser honesto e também ser um gestor de realizações, o que não é o caso do Vareda, que apenas cumpriu o tempo de mandato.

Não se limpa pela metade
O país só começaria a iniciar o caminho pela sua recuperação caso a presidente Dilma perdesse o mandato, mas que junto fosse também o vice-presidente Michel Temer.

Um é continuidade do outro
Michel Temer (PMDB) foi até ontem parceiro da desastrada presidente Dilma, que levou o Brasil ao descrédito internacional, à recessão, por isso não deve ser visto como uma salvação.

Virando uma brincadeira
Virou uma brincadeira este puxa-encolhe com os taxistas de Brasiléia que fazem fretes para Rio Branco, que são obrigados a deixar os passageiros na Gameleira e nem mais um centímetro adiante. A deputada Leila Galvão (PT) vai cobrar uma posição do prefeito Marcus Alexandre.

Está todo mundo reclamando
Fui parado por vários comerciantes com protestos à nova forma de cobrança do ICMS, que além de ser pago na entrada das mercadorias, antes da venda, não aceitam parcelamento. O assunto virou tema de debates ontem na Aleac, com o deputado Antonio Pedro (DEM).

Tomou gosto
O deputado Josa da Farmácia (PTN) tomou gosto pela candidatura a prefeito de Cruzeiro do Sul, mesmo não sendo o preferido dos petistas do município, que terão que lhe engolir, e se firmou como candidato oficial da FPA. Ao PT caberá apenas indicar o seu vice.

Nenhum passo
O ex-deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) diz que nenhum movimento será tomado na escolha do candidato a vice-prefeito na chapa do prefeito Marcus Alexandre até o julgamento do impeachment. Para o comunista, que também luta para manter o espaço da vice, até domingo nada anda.

Uma luta pessoal
Um importante dirigente do PMDB me ligou ontem para dizer que, a candidatura da deputada Eliane Sinhasique (PMDB) chegou a um patamar no partido de unanimidade e por isso será mantida. “Foi uma luta pessoal para chegar aonde chegou”, justificou a fonte na sua defesa.

Placar quase zerado
A grande imprensa tem publicado o placar do impeachment e mudando a cada momento. Com o número se aproximando do total de votos para a cassação da presidente Dilma, o perigo para a presidente é o “efeito manada”, em que os indecisos acompanham a maioria.

Os números avançam
Pelo placar do ESTADÃO na parte da tarde de ontem já havia a confirmação de 326 votos a favor do impeachment e com 62 deputados indecisos. Precisam de 342 para a cassação da Dilma. Hoje, este número poderá já ter aumentado, porque tudo está sendo muito volátil.

Candidatura reafirmada
Quem esteve ontem pela Assembléia Legislativa foi o ex-prefeito Tião Bocalon (DEM), se dizendo candidato a prefeito de Rio Branco e na defesa da candidatura única na oposição.

Ninguém sabe o que pode acontecer
Há também um componente que ninguém pode prever: o que acontecerá na “Lava-Jato” até o próximo domingo. A cada minuto, a cada hora que passa, tudo se torna mais emocionante.

Entrou em parafuso
O prefeito de Epitaciolândia, André Hassem (PR), até que no início do ano manteve equilibrada a sua administração, com obras, mas tudo indica que não conseguiu fazer o enfrentamento da crise econômica e está tudo parado no município. E acoplado a um desgaste gigante.

Ao meu caro zorro (Gemil Junior)
O secretário de Saúde, Gemil Junior, que costuma vestir uma fantasia que é um misto de Batman-Robin e Zorro para dar palestras motivacionais aos servidores, poderia mandar devolver a ambulância de Xapuri. Minha caixa de e-mail lotou com pedidos.

Político equilibrado
Nem tudo é negativo na política. Como em qualquer categoria existem bons e maus políticos. Só que na política tem mais tranqueira que gente séria. Um político sério da nova safra petista é o deputado Ney Amorim, elogiado até pela oposição na condução da Aleac.

Duas frentes
A oposição está dividida em duas frentes na disputa da prefeitura de Rio Branco. DEM-PSDB-PR-PEN-PSC-PRTB-PMN-PSD formam um lado. Do outro, o PMDB sem aliados. É o quadro atual.

Não existe no dicionário
No dicionário da oposição não existe a palavra “humildade” todo mundo quer ser cacique, e cada um achando que deve tomar o norte que bem entender. Não aprenderam nem depois de tantas surras nas urnas para os candidatos do PT. Igual mulher de malandro, apanhando e pedindo mais.

Independente da queda
Não pense a oposição que com o impeachment da presidente Dilma a candidatura do prefeito Marcus Alexandre é boi indo para o matadouro, independente de tudo entra na disputa muito forte. Com Temer presidente terá mais dificuldades na eleição, mas não o menosprezem.

Candidatos a vereador de Rio Branco
Helder Paiva (PSB), Geraldo (PSOL), Lene Petecão (PSD), Marcelo Jucá (PSDC), Raimundo Fernandes (PMDB), Dr. Jferson (PRB), Evandro Cordeiro (PSC), Cachorrão (PHS), Rose Costa (PT), Walter Prado (PR), Pastora Sandra (PDT), são alguns dos candidatos a vereador da Capital.

Trombando contra a cúpula
O deputado Jonas Lima (PT) vai para a trombada com a cúpula petista, que quer como candidato a prefeito de Porto Acre, o ex-deputado Bené Damasceno (PROS), como único nome da FPA. É um dos articuladores e um dos maiores defensores da candidatura do ex-prefeito Zé Maria (PT), em que pese ter feito uma desastrada administração. Jonas articulou-se e conseguiu maioria dentro do diretório municipal do PT de Porto Acre, o que deixa seu candidato como irremovível dentro das regras partidárias. Mas, o principal adversário o deputado Jonas Lima (PT), dificilmente, conseguira derrotar: a rejeição popular ao Zé Maria.

Continuar lendo

Destaque 5

Fieac é contra o impeachment da presidente Dilma

Publicado

em

Ao contrário das principais federações das indústrias dos estados, como a Fiesp e a Firjan, a Fieac é contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A informação foi confirmada por meio de um artigo publicado no site da entidade na tarde desta quarta-feira, 13, assinado pelo presidente da federação, José Adriano Silva.

“Não apoiamos o impeachment conduzido por interesses obscuros nem um presidente da Câmara dos Deputados réu no Supremo Tribunal Federal por crime de corrupção. Não podemos ser cúmplices de um crime contra a história da democracia brasileira. É inaceitável fecharmos os olhos a um espetáculo de horrores cujos principais atores são carentes de credibilidade para julgar”, diz um trecho do artigo.

De acordo com o presidente da Fieac, “a indústria brasileira sente os efeitos gerados pela instabilidade política, que trouxe impactos profundos na economia, provocando estagnação e a incerteza quanto ao futuro”.

E usa a palavra “golpe”, repetida pela chamada militância de esquerda que defende o PT e é contra o impeachment, para defender “que toda e qualquer decisão que venhamos a tomar seja amparada na nossa Carta Magna, sob pena de sermos vistos na história como patrocinadores de golpe, atendendo a interesses nem sempre nobres e órfãos do sentimento da soberania nacional”.

“Aqui, do Acre, rogamos pelo bom senso, pela política grande, pelo olhar de uma indústria forte e comprometida com a democracia e a estabilidade nacional. Entendemos que qualquer quebra de regra constitucional não é benéfica para a nação. Que toda e qualquer ação que possa ser vista como golpe gerará instabilidade e, consequentemente, mais prejuízo para a indústria brasileira”, completa José Adriano Silva.

Continuar lendo

Blog do Ray

Vareda é o segundo prefeito do Acre a conseguir pagar o décimo quarto salário dos professores

Publicado

em

 

VAREDA_01Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

No Acre, apenas duas das 22 prefeituras conseguiram pagar o abono salarial dos professores, também conhecido como 14o salário. Uma das prefeituras foi a de Porto Walter no Vale do Juruá. A segunda foi a de Capixaba, administrada por Otávio Vareda (PR). Estou redigindo esta nota, porque encontrei Vareda, no centro de Rio Branco, na manhã de terça-feira (2). Ele me abordou e perguntou porque o blog do Ray nunca fez sequer uma notinha de sua administração, mesmo de forma irônica. Com um jeitão simples, mas autêntico, Vareda disse que gosta quando os jornais publicam fotografias onde ele aparece de chapéu e óculos escuros, “sem mostrar meu 38 na cintura (risos)”.

Já que o governo do Acre considera um “extraordinário feito” a realização de um curso de formação de operador de telemarketing para de 3 mil pessoas, porque não tratar da mesma forma a façanha de Vareda conseguir pagar o 14o salário para 121 professores da rede municipal de ensino em plena crise financeira e com todos os cortes no Fundo de Participação dos Municípios? O prefeito relata que realizou uma reunião de sua equipe com a diretoria do Sinteac Capixaba, para comunicar o pagamento do abono salarial de R$ 1,6 mil que será pago aos professores da rede pública municipal ainda no mês de fevereiro. “Não foi fácil, mas o prefeito deve valorizar quem forma cidadãos”.

Otávio Vareda falou das dificuldades de administrar um município pequeno, precisando conviver com a incerteza nos valores dos repasses constitucionais que no caso de alguns municípios acreanos estariam sendo confiscados para pagar dívidas trabalhistas herdades de administrações anteriores. “É preciso ter sangue no olho. Não pense que os prefeito estão tendo vida fácil, somos obrigados a refazer nossas contas todos os meses. Nunca temos a certeza do que poderemos receber de FPM – mas precisamos dar uma resposta positiva aos munícipes. Anote aí pra mim: o prefeito Vareda pagou o décimo quarto salário a todos os professores concursados da rede municipal de ensino”.

Chama a gaga de Ilhéus

mensagem_00
Sem comparecer novamente à sessão de abertura do ano legislativo, o governador Sebastião Viana nem se deu ao trabalho de designar a vice-governadora para ler a mensagem governamental. Como “presente” à Aleac, indicou dessa vez a procuradora-geral do Estado Maria Lídia para a tarefa. Presente de grego, diga-se. Todos sabem que a leitura dessa nota é enfadonha e cansativa, mas Sebastião se superou. Os populares nas galerias custavam a acreditar que se tratava da procuradora-geral do Estado na tribuna da Casa do Povo, de tão ruim que é sua oratória, com várias derrapagens no português e pausas para beber água, mesmo tendo um discurso pronto apenas para ler.

Entre os presentes, as piadinhas se multiplicaram. Um deles saiu com a seguinte tirada: “seria melhor o governador ter designado a Solange, a Gaga de Ilhéus, pelos menos iríamos rir”. Nem mesmo a “turma da tesoura”, formada especificamente por membros do primeiro escalão do governo, passou a mão na cabeça da procuradora. Enquanto ela se perdia nos megaprojetos apresentados na mensagem governamental, representantes do TCE e TRE tricotavam na mesa de autoridades. Teve gente que tapou os ouvidos. Teve gente que trocou o plenário pelo Salão Azul. Que maldade! Os únicos que não tiveram do que reclamar foram os jornalistas, presenteados com cadeiras confortáveis pelo presidente Ney Amorim.

video

Tribunal de faz de conta

naluh_00
A presidente do Tribunal de Contas do Acre, Naluh Gouveia, sinaliza que cansou das enfadonhas e burocráticas cerimônias políticas. Ele que na época de parlamentar tratava o TCE como “tribunal de faz de conta”, enviou o conselheiro Ronald Polanco para representá-la na sessão solene de abertura do ano legislativo. Se ela foge da política, o mesmo não se pode dizer do procurador Cristovam Pontes. Depois que ele assumiu o cargo de diretor-presidente do Deracre, parece que tomou gosto pela política. Pontes está com pinta de que vai arriscar uma vaguinha no parlamento. Durante o evento ele ficou ao lado do deputado Jenilson Leite (PCdoB) num papo interminável. Aliás, parecem irmãos. Nos bastidores, algumas pessoas comentam que Cristovam não se elege nem para presidente de bairro.

PEIA_01Oposição sadomasoquista
Lançar candidatura, fazer barulho e blefar com nomes que não possuem densidade eleitoral é um direito democrático de cada partido, mas no caso das legendas de oposição ao PT no Acre, o caso é de quase sadomasoquismo. Acostumados a apanhar nas urnas, eleição após eleição, os líderes partidários parece que gostam da dor da derrota. Eles não assimilam as lições, continuam divididos e pulverizando candidaturas. O PSDB apresentou três pré-candidatos a prefeito de Rio Branco e afirma que terá candidatura própria, o PMDB tem uma pré-candidatura que vem se consolidando desde o ano passado, o DEM sinaliza que Bocalom poderá ser pré-candidato e o PR também tem pré-candidato.

eber_01Uma proposta diferente
Quem faz questão de passar longe do samba do crioulo doido da oposição é o pré-candidato a prefeito, Eber Machado (PSDC). Ele continua conversando muito com os moradores dos bairros da capital, colhendo ideais para construir o projeto que ele classifica “como via alternativa para os eleitores de Rio Branco”. Machado destaca que no período eleitoral pretende mudar a velha fórmula de fazer campanha dos bloco de oposição e situação. “Eu não quero usar o pouco tempo de campanha para apontar erros e trocar acusações. Estamos trabalhando uma plataforma de debate de propostas. A população não sonha com projetos mirabolantes, ela quer uma estrutura básica que funcione”.

Nova campanha do blog

campanha_01
Atendendo a centenas de pedidos, e-mails, ligações, cartas, bilhetes, telegramas, zap zaps, sinais de fumaça de amigos e dos meus três leitores, este blogueiro resolveu entrar numa nova campanha denominada “deixe seu marido beber neste carnaval”. É um apelo ao bom senso das esposas para que liberem seus maridos para tomar uma geladinha sem que eles passem pela violência de serem retirados da rodinha de amigos. Esposas, analisem, é constrangedor quando vocês chegam e ficam batendo o pé com os braços cruzados e aquela carinha de poucos amigos. Sem falar que a despesa familiar pode aumentar com o tratamento do trauma. Viver sem medo também é um direito nosso.

TV_01O Poder Legislativo está no ar
Surgiu a oportunidade do eleitor avaliar seu representante na Assembleia Legislativa do Acre. Está no ar a TV Aleac. A partir deste mês, sintonize o canal 24.2 para saber se o seu deputado faz parte da bancada dos mudinhos, (aqueles que nunca falam) ou realmente faz jus ao seu voto, usando a tribuna e apresentando propostas que melhorem a qualidade de vida do povo. A novidade foi implantada pelo deputado Ney Amorim (PT). Ele quer aproximar o poder da população. Todas as sessões ordinárias serão transmitidas na íntegra, com debates, votações e os discursos dos parlamentares. Eu, particularmente, estou ansioso pelos discursos do André da Droga Vale e do Wendy Lima.

Frase do dia
“Não existe sistema de saúde tão resolutivo quanto o do Estado do Acre, basta observar os números dos demais estados”
do líder do governo, Daniel Zen (PT).

 

retorno_01Animado para voltar à política
O ex-deputado estadual Helder Paiva está animado para voltar à política. Nas últimas eleições estaduais ele não se candidatou. Aos amigos, ele revelou que tinha perdido o encanto com os rumos que a vida pública tinha tomado no Acre. Agora, Helder Paiva quer recomeçar a vida política concorrendo a uma das cadeiras na Câmara de Vereadores de Rio Branco. “Eu quero recuperar a essência de fazer a política próximo da população e dos movimentos. Sei que os desafios são grandes, já que temos bons quadros em diversos partidos, mas acredito que ainda tenho muito a contribuir para melhorar a maneira de fazer política em Rio Branco e no Acre”. Paiva já colocou o pé na estrada em busca de apoio.

zap_00

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas