Conecte-se agora

A corrida pelos votos do interior já começou

Publicado

em

O voo diário para Cruzeiro do Sul desta quinta, dia 3, estava lotado de políticos. Pelo menos 12 deputados estaduais que irão participar de uma audiência pública sobre distribuição e preço de combustível estavam no avião. Mas também outros pré-candidatos a deputado federal e estadual que foram encontrar com as suas bases políticas na esperança de conseguir uns votinhos para completar a “a cuia da eleição” no Juruá. O ex-presidente do PT, Léo Brito (PT), por exemplo, irá receber o apoio de grande parte do diretório do seu partido de Cruzeiro do Sul. Como o professor Marcelo Siqueira, o vereador Valdemir Neto (PT) e o ex-prefeito Itamar de Sá (PT). O ex-secretário de direitos humanos Henrique Corinto (PC do B) também estava indo ao Juruá atrás de acordos políticos visando as eleições.

Perda irreparável
A notícia do apoio que Léo Brito (PT) vai receber em Cruzeiro do Sul não é muito boa para o ex-secretário da fazenda Mâncio Cordeiro (PT). O pré-candidato a deputado federal deveria contar com uma base forte de votos na região. Sem as principais lideranças do PT no maior colégio eleitoral do Juruá, Mâncio vai ter que buscar compensações em outras freguesias.

Um pra cada lado
Léo Brito (PT), que tem sua base mais forte na Capital, vai ter ainda o apoio do prefeito de Marechal Thaumaturgo, Aldemir Lopes (PT). Já o prefeito de Rodrigues Alves, Burica (PT) deverá apoiar Mâncio Cordeiro.

Escaramuças na FPA
A disputa de votos pelos candidatos a federal da FPA no Juruá ficará ainda mais quente quando entrar em cena o vice-governador César Messias (PSB). Com o apoio do secretário da Sedens Edvaldo Magalhães (PC do B), Moisés Diniz (PC do B) também vai querer beliscar uns votinhos na região.

Privilégio
Se confirmada a permanência de Vagner Sales (PMDB) na prefeitura de Cruzeiro do Sul o maior beneficiado eleitoralmente será o deputado federal Flaviano Melo (PMDB). Na luta pela sua reeleição terá o apoio de três prefeitos do Juruá. Vagner de Cruzeiro, Cleidson Rocha (PMDB) de Mâncio Lima e Zezinho Barbary (PMDB) de Porto Walter.

Colhendo o que plantou
O deputado Flaviano Melo (PMDB), mesmo não sendo do Juruá, foi o parlamentar que mais colocou recursos para os prefeitos da região trabalharem. De toda a bancada federal quem menos colocou recursos para as prefeituras do Juruá foi o deputado federal Sibá Machado (PT).

Bola nas costas
O PV vive uma fase difícil desde que deixou a FPA. Além de perder os cargos no Governo e na prefeitura de Rio Branco as “indecisões” do partido podem trazer outras consequências negativas. Não acredito que Bocalom (DEM) vá colocar Shirley Torres (PV) como sua candidata a vice.

Bola nas costas II
Uma fonte me revelou que Bocalom (DEM) conversou recentemente com a ex-deputada Idalina Onofre (PPS) para ser a vice da sua chapa. Ela teria todas as características pretendidas pelo DEM, mulher e do Juruá. Só não é evangélica. Idalina é católica ferrenha.

Sonhos ao vento
De fato o nome de Idalina foi bem lembrado por Bocalom (DEM). Ela fez um bom mandato na Aleac, a sua família tem condições financeiras e prestígio na região. O difícil será convencer o seu marido, o Santos, mais conhecido como Pacalora, a aceitar. O empresário e acadêmico de arquitetura não quer mais saber de política na família.

Outro obstáculo
O PPS presidido pelo Coronel Deodato, pré-candidato a deputado federal, está na Aliança de onze partidos. Teria que romper com o grupo de Márcio Bittar (PSDB) e Gladson Cameli (PP) para apoiar Bocalom (DEM), o que me parece difícil. 

Inversão de papéis
O então desconhecido candidato a deputado estadual em 2010, Jonas Lima (PT) teve o apoio irrestrito de Mâncio Cordeiro (PT) e do deputado federal Taumaturgo Lima (PT). Agora, é Jonas, o desafeto do Carioca, que poderá impulsionar a campanha do ex-secretário Mâncio no Juruá. 

Silencioso
Sem muito alarde Jonas Lima (PT) trabalha forte para a sua reeleição a deputado estadual. É bem articulado e tem apoios importantes em todos os municípios da região. Se faz de morto, mas está mais vivo do que parece. 

Bem na fita
Em todas as pesquisas domésticas feitas para deputado estadual no Juruá, Jonas (PT) aparece muito bem. Os “aliados” internos que desejam a sua derrota poderão se frustrar. Em Cruzeiro do Sul, o vereador Jota Marronzinho (PT) é Jonas Lima até debaixo da água. 

Candidatos em fuga
Uma fonte do PC do B me disse o seguinte sobre a polêmica coligação para deputado estadual com o PSDC. “Com três candidatos com mandato haverá uma fuga de pretendentes que vão esvaziar a chapa.”

A possível versão
Na minha avaliação, a não coligação do PC do B com o PSDC é uma tentativa de salvar o mandato do deputado ultra-governista Eduardo Farias (PC do B). Mas mesmo com essa manobra o PC do B terá candidatos fortes que podem ficar com as atuais vagas de Farias e Moisés Diniz (PC do B) que concorre a federal.

Vão tentar brecar
O ex-prefeito de Sena Madureira Nilson Areal (PSL) não terá tempo fácil se for candidato a estadual. Outros concorrentes da região preparam um dossiê à Justiça para provar que Areal é ficha suja e, portanto, inelegível.

A Capital é o foco
Os pré-candidatos ao Governo, Márcio Bittar (PSDB) e, ao Senado, Gladson Cameli (PP), vão passar os próximos 60 dias centrados em Rio Branco. Querem conversar com pessoas de vários setores para poderem aperfeiçoar um plano de gestão exequível. O senador Petecão (PSD) vai participar das andanças. Apenas algumas viagens rápidas ao interior deverão acontecer nesse período.
   

 

Propaganda

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.