Conecte-se agora

Nível do rio Madeira atinge 19,18 metros e previsões preocupam a Defesa Civil

Publicado

em

Desde o último domingo (16), o nível das águas do rio madeira vem oscilando em 5 cm, mas esse comportamento em nada anima a Defesa Civil, que com base nas previsões meteorológicas, não descarta a elevação das águas até os 19,60 metros.

Esse fenômeno pode ser explicado pelo início da temporada de chuvas na região, que historicamente começa a partir da segunda quinzena do mês de março. Outro fator complicador é a quantidade de chuva nas cabeceiras do rio, já em território boliviano, onde há semanas a chuva não dá trégua.

Em Porto Velho, a Defesa Civil está concluindo as obras no Parque de Exposição que deve receber o maior numero de desabrigados, uma vez que a intenção é concentrar no mesmo local a maior quantidade possível de pessoas.

Propaganda

Acre

Após críticas ao IAPEN, Renê Fontes é exonerado do governo Cameli

Publicado

em

O ex-candidato à deputado estadual pelo PTB, Renê Fontes, que conseguiu mais de 2 mil votos nas últimas eleições, não faz mais parte do time de Gladson Cameli, já que na edição desta segunda-feira, 27, do Diário Oficial, o governador acreano exonerou Renê do cargo de chefe de departamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (SEDUR).

Até agora, nem Renê Fontes, nem o governo deram explicações sobre a exoneração.

O ex-candidato que também é policial penal fez duras críticas na semana passada ao diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária, Lucas Gomes, ao afirmar em uma rede social que o gestor comprou uma briga desnecessária com o poder judiciário e que há uma insatisfação muito grande da categoria, entre outras acusações.

A exoneração foi assinada pelo deputado estadual Nicolau Júnior, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre e que ocupou a função de governador em exercício nas ausências de Gladson Cameli e Major Rocha, governador e vice, respectivamente.

Continuar lendo

Acre

Quatro da mesma família são baleados por membros de facção

Publicado

em

As guerras entre facções não cessam e mais quatro pessoas de uma mesma família foram vítimas da violência que vêm tomando conta da capital. Duas mulheres, Ághata Fiama Teles, 26 anos e Ágda Williane Teles, de 23 anos, e dois homens identificados como Weliton Vitor Mendes, 26 anos, vulgo macaxeira e Gerson Costa Ribeiro, 21 anos, foram feridos a tiros na tarde deste domingo (26) dentro de uma residência localizada na rua João Amâncio, no bairro João Paulo II, na região da Baixada da Sobral em Rio Branco.

De acordo com informações de testemunhas que presenciaram o ataque, dois homens não identificados, membros de uma organização criminosa chegaram na frente da residência em uma motocicleta, desceram e invadiram a casa no momento em que a família estava almoçando e em posse de armas de fogo efetuaram 12 tiros. Aghata foi ferida um tiro no peito e na perna; Ágda com dois projeteis, um na cabeça e outro na virilha. Já Weliton foi atingido com três tiros, no peito, outro na perna e braço. Gerson foi baleado com um projétil no peito. Nada ação dos criminosos as crianças que estavam na sala saíram ilesas.

Três ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de urgência (Samu) foram acionadas e conduziram, Ághata, Águida e Weliton ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo. Já Gerson foi conduzido por populares a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) e em seguida foi pelo SAMU ao Pronto Socorro em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram informações e em seguida fizeram rondas na região busca de prender os dois membros da facção, mas ninguém foi encontrado.

Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas