Conecte-se agora

Falando da cúria

Publicado

em

O presidente do PT, Léo Brito, me ligou para negar existir um “plano alternativo” à reeleição do senador Anibal Diniz (PT). Registro o contraditório. Mas, com todo respeito, entre a sua negativa e a informação ao blog do cardeal que dá as hóstias na Cúria, que há a possibilidade da Perpétua Almeida ser a candidata única da FPA, prefiro ficar com a versão desse cardeal.

O Léo sabe
O Léo é um dirigente antenado nos fatos. Ele sabe haver um clamor geral entre os partidos nanicos pela substituição de Aníbal Diniz como candidato ao Senado pelo ex-prefeito Angelim.

Belo mandato
Não se trata de mediocridade. Com algumas ressalvas, ele faz sim um bom mandato de senador. O problema do Aníbal é que quando nasceu ele brigou com a dona simpatia

Não é a questão
Mas não é essa a questão. A questão é o momento político ruim do PT, e que por isso tem que dividir com os aliados a chapa majoritária.

É o de menos
O Léo sabe que seu partido não surfa mais na onda vermelha, vive um momento político ruim, os tempos são outros, e que, por isso, não pode indicar todos os nomes da chapa majoritária.

Nem dúvida
Entre perder o anel da candidatura a senador para uma aliada como a Perpétua Almeida e ficar com as mãos do governo com um vice do PT, não tenho dúvida que eles vão preferir as mãos.

Tempo ao tempo
Vamos dar tempo ao tempo. Veremos quem está com a razão. Só voltarei ao assunto em 2014.

Falta de comunicação
O deputado Jamil Asfury (PEN) é o campeão de antipatia na base do governo. Dizem que, por ser “autoritário”. Ontem, ganhou novos críticos: deputados Edvaldo (PSC) e Eber (PSDC).

Não consegue
O Jamil é um deputado qualificado, tinha tudo para ser uma liderança respeitada pelos colegas da base do governo, mas isso não se consegue trombando com Deus e com o mundo.

Trombada desnecessária
Com o Eber, trombou por lhe ironizar ao dizer que, nem o próprio votaria no projeto de 1% do orçamento à Defensoria. E por podar o projeto do Edvaldo por ter o termo homossexual.

Projeto interessante
O projeto do Edvaldo era interessante, de palestra nas escolas sobre temas que envolviam o planejamento familiar. Por incluir o tema “homossexualismo” o Jamil vetou nas comissões.

Argumento usado
Um argumento dos aliados de Tião Bocalom para justificar sua saída do PSDB: “você acha que ele ia ficar num partido que virou feudo dos Bittar, com ele e a mulher Márcia candidatos”?

 Dobradinha certa
Bocalom assumirá a presidência do DEM e disputará o Senado, mesmo sabendo ser uma candidatura de alto risco: não será fácil derrotar Gladson Cameli (PP) e o candidato da FPA.

Continua sonhando
Encontrei ontem o ex-deputado José Bestene (PP). Sempre otimista. Continua crendo no bom Papai Noel e que, a oposição terá somente um candidato ao governo em 2014.

Esse é o problema
Para o PP o problema maior não é quantos candidatos vão ter para o governo. Mas, com a candidatura do Bocalom, que causará sim problemas ao Gladson Cameli na disputa do Senado.

Eterno problema
Ninguém se entende. Esse é um problema sério da oposição. Mas sério que isso e não ter uma liderança que consiga aglutinar todas as suas correntes divergentes, lá é a Lei de Murici.

Sem fórmula
Não tenho a fórmula para acabar com a greve dos professores estaduais e dos servidores da Prefeitura de Rio Branco, mas uma coisa salta aos olhos: há muito tempo não existia um movimento tão forte.

Nem mel e nem cabaça
Agora espatifou geral. Além do Telexfree bloqueado pela justiça estadual, foi a vez do BBom sofrer o bloqueio de suas contas pela Justiça Federal.  Nem mel e nem cabaça.

De olho na rede
O deputado Helder Paiva (PEN) estuda com carinho se filiar no Rede Sustentabilidade, partido da Marina Silva, em vias de registro. Ambos têm algo em comum: professam a fé evangélica.

Assinaturas mantidas
A Assembléia Legislativa vai entrar em recesso a partir de hoje e com as 17 assinaturas no projeto do fim da pensão de ex-governador mantidas. Acho que o projeto será aprovado.

É quem tem de achar
Chega um e-mail com a pergunta: “você não acha que o ex-prefeito Angelim é o nome ideal da FPA para o Senado”? Posso só opinar, mas quem tem de achar são as cabeças coroadas do PT.

Debates interessantes
A Assembléia Legislativa chega ao fim de mais um período legislativo que até foi ativo, aconteceram debates interessantes e novidades como o descolamento maior do Executivo.

Perda de tempo
Os servidores da PMRB estão perdendo tempo em procurar apoio aos vereadores para as suas reivindicações salariais, nenhuma bancada foi tão cordata ao prefeito como a atual.

Medida errada
A oposição não prejudica o governo quando vota na Assembléia Legislativa contra a vinda de novos recursos para a continuidade do programa Ruas do Povo. Nem prejudica o governador Tião Viana, mas unicamente às centenas de famílias que seriam beneficiadas. Oposição é essencial numa democracia. Mas não quando quer prejudicar a coletividade por politicagem.

Por Luis Carlos Moreira Jorge

 

AD_700x450

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas