Conecte-se conosco
Fechar

Estado diz que não tem dinheiro para negociar com professores e greve continua

Publicado

em

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
carioca.ac24horas@gmail.com

Governo e sindicatos da educação não chegam a um acordo e greve dos professores continua com a adesão de 90% das escolas de todo o estado. Segundo a presidente do Sindicato dos Professores Licenciados (Sinplac), Alcilene Gurgel, mesmo com a apresentação de propostas  da puladinha, reenquadramento, permanência da PVP, reestruturação da tabela, “o governo não topa negociação para 2013”.

João Sandin, presidente do Sinteac, confirmou que não existe nada de concreto. Ele sentou no final da tarde de ontem (26) na mesa de negociação junto com o assessor especial, Francisco Neponuceno, o Carioca e o secretário de educação, Daniel Zen. Para ele, a garantia de contratação de 3.500 servidores através de concurso público em dezembro com contratação em janeiro “é uma grande vitória, mas a categoria não entende assim e quer algum tipo de aumento ainda este ano”.

No movimento desta manhã, organizado em frente ao Palácio Rio Branco, a categoria decidiu bater na porta das escolas que ainda não aderiram à greve e fortalecer as reivindicações a partir da próxima semana. Professores da rede municipal se reúnem para negociar às 15 horas da tarde no auditório do Sebrae no centro da cidade.

O secretário de educação, Daniel Zen, ouviu a proposta de continuidade da greve no plenário da Assembleia Legislativa onde participava  de uma sessão solene pelos 50 anos do Conselho Estadual de Educação. Zen em seu discurso, não tocou no assunto de greve, falou apenas dos avanços da educação no Acre.

O movimento grevista ganhou força com a adesão de escolas dos municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá e Manoel Urbano.

 

 

Continuar lendo

Acre

Número de endividados aumenta no Acre e supera a média do Brasil, revela Acisa

Publicado

em

Acre apresentou um aumento de 0,22% no volume de inadimplentes entre setembro deste ano e o mesmo período de 2016. O levantamento faz parte do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e foi divulgado pelo site da Associação Comercial e Industrial do Acre (Acisa).

O resultado acreano é superior ao verificado na média de toda a Região Norte (-2,59%) e do valor verificado em todo o país (-5,06%). Quando o último resultado é comparado com agosto, a quantidade de devedores aumenta a 1,39%.

O levantamento da Acisa apontou que as contas de luz e água (17,8%) apresentam o maior nível de inadimplentes, seguido pelo setor de comunicação (12,06%) e bancos (3,61%). As informações estão no Jornal A Tribunal deste domingo, 22.

Os maiores devedores são as pessoas que estão na faixa etária de 85 anos a 94 anos (15,53%), seguidos pelos idosos de 65 anos a 84 anos (10,53%). O terceiro lugar ficou com o grupo de idade que vai dos 40 anos aos 49 anos (8,11%).

Segundo a Acisa, para cada acreano que devia existiam 1.975 contas em atraso. O número foi menor que a média da Região Norte, que é de uma pessoa com nome sujo com 1.987 contas, e acima da média nacional.

Continuar lendo

Acre

Operação no município de Santa Rosa do Purus tem droga e dinheiro apreendidos

Publicado

em

Uma operação da Polícia Civil em Santa Rosa do Purus, neste domingo, dia 22, teve no primeiro balanço drogas e dinheiros apreendidos. Os trabalhos são parte da Operação Acre Integrado, deflagrada na semana passada. Ainda não se sabe até quando os trabalhos vão continuar.

Os trabalhos da Acre Integrado também envolvem a Polícia Militar. São ações contra o crime ocorrendo simultaneamente na Capital e interior. Os trabalhos ocorrem nas zonas urbana e rural, e visa coibir a prática de crimes pelas rodovias que cortam o estado.

“Esta operação tem o objetivo maior de fomentar uma integração de esforços das unidades operacionais na capital e no interior, fortalecendo de forma natural a sensação de segurança a nossa sociedade acreana”, afirmou o coronel Sousa Filho, diretor operacional da PMAC.

Apenas em Santa Rosa do Purus, foram mais de trouxinhas de cocaína, além de várias notas de dinheiro em espécie. Valores que seriam utilizados no comércio da droga.

Continuar lendo

Acre

Polícia Federal investiga carta racista deixada à aluna da Ufac no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A Polícia Federal investiga a fundo a carta deixada em sala de aula para a uma acadêmica do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Acre (Ufac), em Cruzeiro do Sul, nesta sexta-feira, dia 20. O caso se tornou público neste sábado, quando a acadêmica procurou a polícia para denunciar o fato.

Em nota, Ufac lamentou o ocorrido e disse não compactuar com esse tipo de postura entre a comunidade acadêmica. Ao citar a aluna, a nota diz que a universidade se solidariza com a discente. “Nesse sentido, a Universidade tomará as medidas legais cabíveis”, informa na página oficial no facebook.

Segundo apurou ac24horas, em caso extremo, o aluno que deixou a carta para a colega pode ser expulso da instituição. A garota foi chamada de “caboca”, “nojenta” e “imunda”. Também na carta, a pessoa diz à estudante que não sabe quem “teve a brilhante ideia de misturar pessoas normais com índios”.

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.