Conecte-se agora

Bocalom chora e reclama das “armações do PT no horário eleitoral”

Publicado

em

Irmão de “falso pastor” que teria sido agredido pelo vereador Alonso (PSDB) afirma que ele vive de pequenos golpes e estaria ganhando dinheiro da FPA para mentir em programas de TV

 

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

O candidato a prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PSDB) se emocionou na manhã desta sexta-feira, 26, e chorou ao se defender das acusações de José Aparecido, que denunciou na propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT) que teria sido agredido pelo tucano ao pedir um remédio, na época em que ele foi prefeito de Acrelândia.

Tião Bocalom afirmou que em toda sua vida, nunca agrediu ninguém. Para o candidato, José Aparecido estaria sendo usado pelo PT, para tentar denegrir sua imagem, com fins eleitoreiros. O tucano reclamou ainda, do “baixo nível da campanha eleitoral e das armações do PT no horário eleitoral”, na campanha deste ano.

 “Os ataques só provam que a oposição está unidade forte. A Frente Popular está desesperada. Os líderes petistas tentam a todo custo manchar a minha imagem como político e como pessoa. Nunca agredi e nunca fui agredido. Nem mesmo em meus tempos de escola me envolvia em confusão, o que eles estão fazendo é um absurdo”, enfatiza Bocalom

Entre lágrimas, o candidato Tião Bocalom pediu respeito a sua honra e respeito às famílias rio-branquenses que estariam assistindo “a um espetáculo deprimente de pessoas que não tem compromisso com a comunidade”. Para o candidato tucano, os dirigentes do PT estariam preocupados apenas em se manter no poder.

 Segundo o candidato, José Aparecido é uma pessoa que toma remédios controlados, inclusive, estaria aposentado em razão das doenças que é acometido. “Podem procurar em Acrelândia, uma pessoa que prove que eu tenha agredido qualquer pessoa. Sempre trabalhei para fazer o bem para as pessoas. Nunca dei sequer uma palmada na minha filha”, afirma Bocalom.

O candidato da oposição negou todas as acusações, e disse que os fatos apresentados durante a propaganda política do PT não passam de armações para tentar mudar os votos da  população Rio Branco. Para Bocalom é uma grosseira campanha difamatória e uma tentativa desesperada, de tentar desestabilizá-lo politicamente.

Falso pastor

A entrevista contou com a participação de Manoel Maia, irmão de José Augusto, que se identificou como pastor no episódio de uma briga com o vereador Alonso (PSDB). Manoel Maia disse que José Augusto nunca foi pastor e que viveria de pequenos golpes aplicados nos evangélicos. Maia acusou o irmão de está sendo pago para denegrir Bocalom.

O senador Sérgio Petecão (PSD), os deputados federais Márcio Bittar (PSDB), Antônia Lúcia (PSC), Gladson Cameli (PP), o candidato à vice Alyson Bestene (PP), o ex-deputado Luis Calixto (PSL) e demais líderes de partidos de oposição deram apoio ao candidato tucano, unificando o discurso de não revidar aos ataques de campanha.

Tião Bocalom informou que entrou com um pedido de direito de resposta na Justiça. O candidato entrará ainda, com um processo por danos morais contra o PT e a cúpula do partido.

 

Propaganda

Acre

Produtor tem 44 cabeças de gado apreendidas em Resex

Publicado

em

O produtor rural Ocimar Araújo de Oliveira, 55 anos, casado e pai de 5 filhos, morador da Reserva Extrativista Chico Mendes na região do município de Brasileia, procurou o jornal O Alto Acre para relatar como o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aprendeu 44 cabeças de gado em suas terras, na tarde da última sexta-feira, 11, numa das operações que estão sendo realizadas sob a coordenação do Exército Brasileiro auxiliado pelos órgãos governamentais.

Ocimar explicou ao jornalista Alexandre Lima que em 2018 foi notificado pelo órgão ambiental a desocupar a área em um prazo de 6 meses. Na oportunidade, ele foi também multado em R$ 860 mil, tendo sua propriedade embargada. Ele disse que, orientado pelos próprios servidores do ICMBio, recorreu por meio de advogado e permaneceu na localidade à espera do andamento do processo.

Há cerca de 15 dias, o ICMBio voltou à propriedade de Ocimar dando-lhe o prazo de dias para retirar todo o gado existente na área. O morador disse que obedeceu a ordem de retirada dos animais, mas que numa terra ao lado da sua, deixou 44 cabeças pertencentes a um dos seus filhos, Lucas Gonçalves de Oliveira, de 20 anos, que não foi, segundo ele, notificado pelo órgão.

O produtor afirmou que na última sexta-feira, 11, militares do Exército e agentes do ICMBio chegaram de surpresa a sua casa e apreenderam e embarcaram o gado de Lucas em um caminhão, levando o rebanho para lugar não informado a ele. Ocimar lamentou a perda do que, para ele, é resultado de muitos anos de trabalho.

“É uma coisa que choca demais. Dói no fundo do coração você ver os bens que tu trabalhou tanto, suou, batalhou para conseguir, se acabando da noite para o dia, você perdendo tudo, isso é muito doído. Nós não sabemos o que vai acontecer, eles dizem que estão agindo dentro da lei, mas essa área não foi eu quem desmatou, ela já estava desmatada há muito tempo”, afirmou.

O ICMBio informou que o gado foi apreendido na área embargada. Ainda de acordo com o órgão, Ocimar Araújo de Oliveira não é morador da Resex Chico Mendes, mas um assentado do Incra que se apossou dessa área dentro da Unidade de Conservação, usando-a como retiro de sua fazenda, que fica fora da área protegida. A área foi alvo de um auto de infração, sendo embargada uma área de cerca de 80 hectares que havia sido desmatada.

O órgão ambiental também afirma que quando há a quebra de embargo, o que é caracterizado pela continuidade do uso da área embargada por auto de infração, todo o material e benfeitorias que lá estiverem quando do retorno da fiscalização, são apreendidos independentemente de quem seja o proprietário.

Continuar lendo

Acre

Governador revela seu pedido a santa durante procissão

Publicado

em

Assim como centenas de outros fiéis que participaram da procissão do Círio de Nazaré em Rio Branco, na tarde desse domingo, 13, o governador Gladson Cameli também caminhou e fez um pedido a Nossa Senhora de Nazaré. Nesta segunda-feira, 14, ele revelou seu pedido: “que não me deixe errar muito”.

Gladson disse ainda que agradeceu e pediu força e determinação para prosseguir seu governo após os 10 meses iniciais de mandato. A concentração do Círio de Nazaré ocorreu no Calçadão da Gameleira.

Durante a peregrinação, o governador recepcionou a imagem de Virgem Maria e aproveitou para dialogar com o público presente.

A celebração do Círio de Nazaré em Rio Branco superou a expectativa de público para este ano. Os fiéis peregrinaram da região da Gameleira, no Centro, passando pelas ruas Senador Eduardo Asmar, Marechal Deodoro e Avenida Brasil.

A procissão encerrou na Catedral, local em que os seguidores da Virgem Maria celebraram a missa final. Antes disso, os fiéis entoaram cânticos segurando tochas e velas à espera de Nossa Senhora de Nazaré.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.