fbpx
Conecte-se agora

TIM informa que instruiu equipe sobre suspensão de novas linhas no Acre e mais 18 estados

Publicado

em

A TIM informa que já comunicou e instruiu toda a equipe de vendas, direta e indireta, em 18 Estados e no Distrito Federal sobre a suspensão da habilitação de novas linhas e serviços de dados a partir de hoje, em cumprimento às determinações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em nota, a empresa ressalta também que customizou seus sistemas de tecnologia para garantir que nenhuma ativação seja realizada, mesmo em algum eventual caso em que o chip seja comercializado por uma revenda indireta, como bancas de jornais, por exemplo.

Na nota, a empresa lembra que as restrições valem para todos pontos de vendas da TIM na seguintes Unidades da Federação: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia e Tocantins. Também não poderão ser oferecidos, temporariamente, os serviços de portabilidade, mudança de área de registro (troca de DDD) e transferência de titularidade. Mas a TIM ressalta que todos os demais serviços prestados para a base atual de clientes, que não caracterizarem uma nova ativação e que não tenham alteração no número da linha, estão liberados.

“A TIM cumprirá o que foi determinado pela Agência Reguladora. As lojas permanecerão abertas normalmente para que os clientes possam ter acesso a diversos serviços e facilidades, como compra ou troca de aparelhos. Todo o sistema utilizado para novas ativações foi atualizado e está bloqueado para a realização de habilitação de novos chips. Importante ressaltar que em São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Sergipe, Mato Grosso do Sul e Amazonas, a TIM vai continuar comercializando normalmente seus serviços tanto para novos clientes quanto para os atuais”, diz Lorenzo Lindner, diretor nacional de Operações da TIM Brasil, na nota.

Da Agência Estado

Propaganda

Acre

Primeira frente fria de 2020 chega sábado ao Acre, prevê Friale

Publicado

em

A primeira frente fria de 2020 chegará à região no sábado (22). Esse frente fria será sucedida pela incursão de leve massa de ar polar. Assim, pela primeira vez neste ano, a temperatura sofrerá um pequeno declínio no Acre, Rondônia, Amazonas (sul e sudoeste), Mato Grosso (sul, sudoeste e oeste), Bolívia (planícies) e Peru (centro e sul da região de selva).

“Entretanto, é pouco provável que ocorra o fenômeno da friagem. Na sexta-feira e no sábado, devido à chegada dessa frente fria, ocorrerão temporais, com chuvas fortes, raios e ventanias”, adianta o estudioso do clima Davi Friale.

E ele completa: “Estamos acompanhado a formação de uma alta pressão atmosférica no sul do continente que dará início ao deslocamento desta frente fria. Diariamente, estaremos atualizando a informação sobre esta primeira onda de frio a chegar à Amazônia”.

De outro lado, até sexta-feira (21), o calor abafado, com chuvas pontuais, vai continuar predominando no Acre, Rondônia, Amazonas, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Bolívia (planícies) e Peru (selva e litoral norte).

Continuar lendo

Acre

Governo institui a Comissão de Riscos Ambientais do Acre

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O governador Gladson Cameli criou, por meio de decreto publicado na edição desta terça-feira, 18, do Diário Oficial a Comissão Estadual de Gestão de Riscos Ambientais do Acre (CEGdRA). A comissão é resultado do Plano Nacional de Prevenção, Preparação e respostas Rápidas as Emergências Ambientais com produtos químicos perigosos firmado entre governo federal e os estados do país.

No decreto de criação, o governo lembra dos acidentes ocorridos em 2005 em toda a Amazônia em decorrência de secas extremas e baixa umidade do ar que causaram incêndios florestais e morte de animais em decorrência da ausência das chuvas e seca dos rios que atingiram milhares de famílias no Acre. Segundo o governo, há também a possibilidade de aumento de ocorrência de acidentes envolvendo enchentes, queimadas descontroladas, incêndios florestais, secas severas, desmatamentos e acidentes com produtos químicos perigosos e outros eventos de riscos ao meio ambiente decorrentes de atividades antrópicas, desastres naturais e dos efeitos das mudanças climáticas globais.

A CEGdRA é vinculada à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) e será composta por três Câmaras Técnicas denominadas: Câmara de Produtos Químicos Perigosos, Câmara de Queimadas descontroladas, Incêndios Florestais, Secas severas e Desmatamento e a Câmara de Enchentes.

A comissão será presidida pelo Secretário de Estado de Meio Ambiente, com a participação de representantes de quase todas as secretarias do governo. Prevê também a possibilidade de convite para que o Ministério Público e outros Poderes do Estado do Acre, órgãos e entidades públicas de outros níveis federativos e entidades privadas, que tenham competências sobre o assunto participem da comissão.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas