fbpx
Conecte-se agora

SUS fornecerá medicamento contra câncer de mama

Publicado

em

O Ministério da Saúde vai incorporar o medicamento Trastuzumabe (Herceptin), uma das principais armas no combate ao câncer de mama, na lista de remédios distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A inclusão será publicada nesta semana no Diário Oficial da União. A droga é considerada uma das mais avançadas na terapia contra a doença porque é um anticorpo monoclonal que promove uma ‘terapia-alvo’, ou seja, que tem a capacidade de atingir exclusivamente as células doentes, preservando as sadias. O medicamento é fabricado pela Roche.

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo e o mais frequente entre as mulheres. Estima-se que entre 20% e 25% das pacientes diagnosticadas com câncer de mama têm indicação para receber essa medicação — que tem como alvo a mutação genética que leva ao HER-2 positivo, um dos tipos mais agressivos de tumor.

“Esse é um grande avanço para as mulheres que dependem do SUS. É uma medicação essencial para as pacientes que são positivo para o HER-2 porque ela consegue controlar o avanço da doença e evitar metástases”, diz o mastologista Waldemir Rezende

Tratamento caro — O Trastuzumabe é administrado na veia e é de uso hospitalar. Por ser uma droga de alto custo — cada frasco custa, em média, R$ 7.000 —, estava restrita a mulheres que conseguiam o direito de recebê-la do governo por meio de ações judiciais. O medicamento será oferecido no SUS por decisão da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia (Conitec), criada dentro do ministério por força de lei. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a comissão analisou o custo-efetividade da droga por mais de um ano, colocou o assunto em consultas públicas e não levou em consideração a pressão das demandas judiciais.

O Trastuzumabe é o sétimo medicamento mais demandado judicialmente ao Ministério da Saúde, que em 2011 gastou R$ 266 milhões na compra de remédios determinados por decisões judiciais — sendo R$ 4,9 milhões para atender a 61 ordens de compra do Trastuzumabe. Neste ano, o governo federal já recebeu 98 determinações judiciais para compra do medicamento e gastou R$ 12,6 milhões. Só uma compra para atender uma ação civil pública movida pelo Estado de Santa Catarina, por exemplo, consumiu R$ 9,8 milhões dos cofres públicos.

Segundo o ministro, a incorporação da droga no SUS exige que o preço praticado pela indústria seja compatível com o que ela aplica no mercado internacional. O governo estima gastar até R$ 150 milhões por ano para fornecer a medicação. Por se tratar de uma compra em massa, há uma negociação com o laboratório fabricante e o preço pode ser reduzido em até 50%. A partir da publicação no Diário Oficial, a oferta na rede ocorrerá em, no máximo, 180 dias.

Com informações da Veja

Propaganda

Cotidiano

Corpo de Bombeiros resgata filhotes de pacarana no centro de Xapuri

Publicado

em

Fotos: Cedidas/Corpo de Bombeiros

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros foi acionada na noite dessa segunda-feira, 17, para realizar o resgate de um casal de “Dinomys branickii”, conhecidos popularmente como pacaranas. Estes são o terceiro maior roedor do mundo e encontra-se em situação de extinção. Os animais estavam na região central da cidade de Xapuri quando moradores acionaram os militares.

Chegando ao local, os bombeiros viram que se tratava de um casal de filhotes. A pacarana também é chama de ‘paca de rabo’. Os bichos foram capturados e, por se tratar de filhotes, a situação foi repassada aos funcionários do Centro de Triagem de Animais Silvestres do IBAMA, em Rio Branco.

O IBAMA se comprometeu em enviar um técnico especializado para realizar o translado dos animais para Rio Branco para procedimentos cabíveis. Segundo o Corpo de Bombeiros, o número dessas populações silvestres vem decaindo devido à destruição de seu habitat e sua caça excessiva para consumo.

O animal habita o noroeste da Venezuela e Colômbia até o ocidente da Bolívia, em planaltos. No Brasil, habita no Acre e oeste do Amazonas.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo reabre processo seletivo para área de informática; salário é de R$ 2.250,00

Publicado

em

O Governo do Estado, por meio da do Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) divulgou nesta terça-feira, 18, a reabertura do processo seletivo simplificado para contratação de mediadores de aprendizagem horistas na área informática.

As inscrições iniciam nesta quarta-feira, 19, e encerram na sexta-feira (21). Os interessados devem dirigir-se à sede do CEPT João de Deus, em Plácido de Castro, na rodovia AC-40, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.

Será oferecida uma vaga. Os candidatos devem ter como requisito mínimo, diploma de conclusão de nível superior, em uma das seguintes áreas: análises de sistemas, ciência da computação, sistema de informação, engenharia de computação, ou em gestão de tecnologia da informação.

O mediador de aprendizagem mensalista receberá o valor de R$ 2.250,00 por 30h semanais. Os recursos são provenientes de uma parceria firmada entre o Governo do Estado do Acre e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Para mais informações, clique aqui.

IEPTEC18

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas