Conecte-se agora

“Jamyl nunca foi perseguido no DEM, mas perseguiu pessoas do partido que não compactuaram com seus projetos pessoais”

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

O novo presidente do DEM, João Marcos Luz quebrou o silêncio, nesta quarta-feira, 18, e resolveu apresentar sua versão, sobre a desfiliação de Jamyl Asfury, do partido.

O dirigente partidário nega que Asfury tenha sido perseguido no DEM e afirma que todos os pleitos do ex-oposicionista foram atendidos pelos membros do democratas.

“O Jamyl falta com a verdade. Ele teve todos os seus pleitos atendidos. Foi assim quando ele pediu pra ser presidente da executiva municipal e, quando ele pediu para ser presidente da estadual”, diz Luz.

João Marcos diz ainda, que o diretório regional e os membros da executiva estadual apoiaram integralmente a candidatura de Asfury à prefeitura de Rio Branco.

“Apoiamos a candidatura de Jamyl, de forma integral. Ele não foi perseguido no DEM, mas perseguiu pessoas do partido que não compactuaram com seus projetos pessoais”.

Segundo o novo presidente do DEM, o clima do partido melhorou após a saída do novo aliado de Sebastião Viana (PT). “Hoje, no DEM, há um clima de paz e alivio. é o sentimento de todos”.

Para Luz, o deputado Jamyl Asfury, nunca foi oposição, apenas usou o partido para conseguir o mandato e se aproximar da Frente Popular.

“Ele [Jamyl] tinha um projeto político individual, nunca pensou no partido de forma coletiva, nem foi oposição. Ele usou o DEM para ganhar a simpatia da FPA”, enfatiza Luz.

Finalizando, o dirigente provisório disse que “a nossa meta é unir e grupar o partido, junto à oposição e preparar a legenda para os desafios do futuro”, destaca João Marcus.

Propaganda

Acre

Em Xapuri, homem é esfaqueado e morre com punhal na mão

Publicado

em

O crime ocorreu no bairro Sibéria por volta das 20h30 desta sexta-feira, 20. A Polícia Militar está no local e uma guarnição faz buscas pelo suspeito do homicídio em uma área rural nas imediações da comunidade.

A vítima, segundo informações de moradores, é conhecida pela alcunha de Zé da Orlene. A Polícia Civil foi acionada para fazer os procedimentos de costume, mas ainda não há informações sobre detalhes ou possíveis motivações do crime.

Mais informações em instantes.

Continuar lendo

Acre

Sesacre abre processo para apurar atraso de medicamentos

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 20, um documento que notifica uma distribuidora de medicamentos e produtos hospitalares com a abertura de um Processo Administrativo. O processo, segundo documento, pretende apurar a conduta praticada pela empresa, que é apontada de não ter entregado no prazo contratual estabelecido, os medicamentos ao Estado que possuíam uma ordem de entrega.

A entrega não foi cumprida. Os insumos hospitalares, conforme publica a secretária da pasta, Mônica Feres, seriam para atender as necessidades das unidades de saúde pertencentes à rede hospitalar do Estado do Acre, na capital e demais municípios.

A empresa terá o prazo de cinco dias úteis para apresentar defesa prévia, a contar da data do recebimento da notificação, podendo estar sujeita a aplicação de sanções administrativas prevista em cláusulas, caso não apresente um posicionamento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.