Conecte-se agora

Cresce o índice de homicídios entre crianças e jovens no Acre

Publicado

em

Segundo o Mapa da Violência 2012- Crianças e Adolescentes do Brasil, divulgado hoje pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos, com base nos dados do Ministério da Saúde, o Acre é um dos estados com menor índice de homicídios entre pessoas de 1 a 19 anos, apesar dessa taxa ter crescido 9,9% em comparação com o ano de 2000. No Brasil, esse percentual cresceu 375,9% nas últimas três décadas.

Entre os estados, Alagoas e Espírito Santo lideram em 2010 a taxa de assassinatos de jovens: 34,8 e 33,8 para cada 100 mil, respectivamente. O Acre (10,8), que apesar de ter registrado crescimento no número de crianças e adolescentes mortos, está entre os dez estados que melhor protegem esse público do crime.

Dentre os fatores externos em 2010, os assassinatos tiveram o maior peso nas mortes: representaram 43,3% do total. Os acidentes de transporte representaram outros 27,2%.

Isoladamente, homicídios de crianças e adolescentes foram responsáveis por 22,5% das mortes dentre a faixa etária no país naquele ano, aponta o levantamento.

Veja a tabela:

Propaganda

Acre

Em Xapuri, homem é esfaqueado e morre com punhal na mão

Publicado

em

O crime ocorreu no bairro Sibéria por volta das 20h30 desta sexta-feira, 20. A Polícia Militar está no local e uma guarnição faz buscas pelo suspeito do homicídio em uma área rural nas imediações da comunidade.

A vítima, segundo informações de moradores, é conhecida pela alcunha de Zé da Orlene. A Polícia Civil foi acionada para fazer os procedimentos de costume, mas ainda não há informações sobre detalhes ou possíveis motivações do crime.

Mais informações em instantes.

Continuar lendo

Acre

Sesacre abre processo para apurar atraso de medicamentos

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 20, um documento que notifica uma distribuidora de medicamentos e produtos hospitalares com a abertura de um Processo Administrativo. O processo, segundo documento, pretende apurar a conduta praticada pela empresa, que é apontada de não ter entregado no prazo contratual estabelecido, os medicamentos ao Estado que possuíam uma ordem de entrega.

A entrega não foi cumprida. Os insumos hospitalares, conforme publica a secretária da pasta, Mônica Feres, seriam para atender as necessidades das unidades de saúde pertencentes à rede hospitalar do Estado do Acre, na capital e demais municípios.

A empresa terá o prazo de cinco dias úteis para apresentar defesa prévia, a contar da data do recebimento da notificação, podendo estar sujeita a aplicação de sanções administrativas prevista em cláusulas, caso não apresente um posicionamento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.