Conecte-se agora

Candidato do PMN Leôncio Castro alfineta Bocalon (PSDB) e lembra que a eleição é em Rio Branco e não em Acrelândia

Publicado

em

Salomão Matos
Da redação de ac24horas
[email protected]

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo PMN, Leôncio Castro, criticou na manhã desta quarta-feira (18), o seu opositor Sebastião Bocalom (PSDB), em relação às comparações que o tucano vem fazendo entre administrar Acrelândia e a capital do Acre.

Segundo Leôncio Castro, Bocalom tenta enganar o eleitor ao comparar a administração de Acrelândia, de pouco mais de 13 mil habitantes, com a cidade de Rio Branco, que teria, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 300 mil habitantes.

Se referindo a entrevista concedida por Bocalon na noite de ontem á TV Gazeta, Leôncio alfinetou o tucano dizendo que “alguém tem que dizer ao candidato Sebastião Bocalon que a eleição é em Rio Branco e que Acrelândia não pode ser citada como exemplo”.

Castro desafiou Bocalom para um debate que discutiria os problemas reais da capital. , Nesta oportunidade  apresentaríamos propostas reais para resolvê-los. “Plantar feijão e arroz não vai resolver nossos males” , enfatiza Leôncio Castro.

Leôncio Castro é o segundo candidato na corrida pela prefeitura a ser o entrevistado pelo repetidora da Rede Record e que vai ao ar as 21h, de hoje.

Propaganda

Acre

Em Xapuri, homem é esfaqueado e morre com punhal na mão

Publicado

em

O crime ocorreu no bairro Sibéria por volta das 20h30 desta sexta-feira, 20. A Polícia Militar está no local e uma guarnição faz buscas pelo suspeito do homicídio em uma área rural nas imediações da comunidade.

A vítima, segundo informações de moradores, é conhecida pela alcunha de Zé da Orlene. A Polícia Civil foi acionada para fazer os procedimentos de costume, mas ainda não há informações sobre detalhes ou possíveis motivações do crime.

Mais informações em instantes.

Continuar lendo

Acre

Sesacre abre processo para apurar atraso de medicamentos

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 20, um documento que notifica uma distribuidora de medicamentos e produtos hospitalares com a abertura de um Processo Administrativo. O processo, segundo documento, pretende apurar a conduta praticada pela empresa, que é apontada de não ter entregado no prazo contratual estabelecido, os medicamentos ao Estado que possuíam uma ordem de entrega.

A entrega não foi cumprida. Os insumos hospitalares, conforme publica a secretária da pasta, Mônica Feres, seriam para atender as necessidades das unidades de saúde pertencentes à rede hospitalar do Estado do Acre, na capital e demais municípios.

A empresa terá o prazo de cinco dias úteis para apresentar defesa prévia, a contar da data do recebimento da notificação, podendo estar sujeita a aplicação de sanções administrativas prevista em cláusulas, caso não apresente um posicionamento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.