Conecte-se agora

Uma guerra sem tréguas

Publicado

em

Não existem dados precisos mas a estimativa das entidades que trabalham com o problema é que  mais de 30 mil adolescentes, com idades entre 12 e 17 anos, estão envolvidos com o uso de drogas em Rio Branco. O número de adolescentes em situação de risco ou dependência corresponde portanto a quase 10% do total da população da capital. Isso sem contar o número de adultos, crianças e até pessoas da 3ª idade que vivem o mesmo problema.

Representantes de entidades que trabalham com a dependentes químicos são unânimes em afirmar que o número da demanda por tratamento é 3 vezes maior que a capacidade da oferta. Assim como ecoam a mesma queixa, a de é muito difícil em curto prazo se adequar às regras de funcionamento estabelecidas pela Anvisa, através da Portaria 29.

Todas as mais de 30 entidades tem gente na fila de espera. “Ultrapassamos nosso limite, mas como dizer ao doente que não tem vaga e que ele terá que voltar para as ruas?”, questiona o pastor Wellington Antunes Correa da Igreja Peniel.

Apesar da falta de vagas, é nas entidades que continuam a chegar diariamente dependentes em busca de ajuda, seja levados pela família ou enviados pela justiça e pelo poder público, uma vez que o Estado não dispõe de estrutura para esse tipo de cuidado, embora no final do ano passado o problema tenha crescido tanto que foi impossível não percebê-lo, o que levou o governo federal a lançar o Plano de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas.

No Acre, antes disso a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), se reuniu com as entidades e acordou a alocação de emendas específicas, que foram colocadas no orçamento deste ano. O total de R$ 4 milhões visa auxiliar no que for necessário. “ Estamos perdendo a guerra contra as drogas, principalmente porque o Estado se omitiu. Há anos quem assumiu a responsabilidade do Estado no tratamento da dependência química são as entidades. É absurdo ainda exigir uma contrapartida das entidades. A contrapartida delas é o trabalho social que está sendo feito”, disse a deputada Perpétua Almeida, que convocou a reunião para disponibilizar ajuda na elaboração de projetos, uma vez que estes precisam ser apresentados até o final de maio para que o dinheiro seja liberado.

“O momento é esse, na área da justiça também tem muito recurso, até mesmo para a reinserção de doentes à sociedade”, alertou o Secretário Estadual de Segurança Social Antonio Torres.

A secretária de Ação Social Estefânia Pontes alertou para a necessidade de um tratamento continuado “As famílias de dependentes precisam ser tratadas junto, porque adoecem com o dependente e muitas vezes depois que o vício desestruturou a família, o dependente se recupera e precisa do apoio da família, que não existe mais. É um ciclo perverso”.

Dentre as propostas apresentadas na reunião, destacam-se: a necessidade de apoio legislativo estadual na elaboração de leis que amparem o ex- dependente, como a que já existe em alguns estados e que dá isenção de encargos para empresas que contratarem recuperados por um ano e a que prevê que o ICMS de drogas lícitas como álcool e cigarro seja destinado à entidades que trabalham com a recuperação de dependentes químicos.

“ Não podemos entrar nas lutas pela metade, ou nos doamos por inteiro ou nem começamos, pois a nossa solidariedade não pode ser dosada como medicamento, em conta-gotas”, desafiou a deputada comunista.

Angélica Paiva, de Rio Branco

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Em encontro com Bittar, Gladson pede investimentos no Acre

Publicado

em

Preocupado com o cenário pós-pandemia, o governador Gladson Cameli (Progressistas) se reuniu na tarde desta quinta-feira, 13, no Palácio Rio Branco com o senador Márcio Bittar (MDB) para pedir mais recursos ao Acre para 2021, já que Bittar, foi escolhido como relator-geral do Orçamento Geral da União.

Gladson afirmou que a escolha de Bittar como relator é um ganho para todos, inclusive, o Acre, já que o Governo do Acre poderá alinhar as suas pautas e planejamento junto ao Governo Federal.

“Com o Márcio Bittar sendo relator do orçamento todo mundo ganha! Pois além de ser acreano, senador da República com compromisso e representando o Estado em Brasília, ele tem grande aproximação com o presidente. Assim vamos poder alinhar nossas pautas e planejamento com o governo federal. Deixo aqui o meu agradecimento ao senador pela parceria em prol do povo acreano”, afirmou.

View this post on Instagram

Olá, amigos! Estive reunido com o senador Márcio Bittar, nesta quinta-feira, 13, para tratar sobre o orçamento de 2021. O senador é relator do Orçamento-Geral da União para o ano que vem e vai apoiar o nosso estado com a destinação de emendas parlamentares que vão ajudar a amenizar a crise causada pelo coronavírus. Com o Márcio Bittar sendo relator do orçamento todo mundo ganha, pois além de ser acreano, senador da República com compromisso e representando o Estado em Brasília, ele tem grande aproximação com o presidente. Assim vamos poder alinhar nossas pautas e planejamento com o governo federal. Deixo aqui o meu agradecimento ao senador pela parceria em prol do povo acreano. #acre #brasilia #orcamento #financas #economia #uniao #parceria

A post shared by Gladson Cameli (@gladsoncameli) on

Continuar lendo

Acre

Internações por Covid-19 em UTI voltam a crescer no Acre

Publicado

em

O boletim diário da Secretaria de Estado da Saúde (Sesacre) traz nesta quinta-feira (13) dados das 192 internações por síndrome respiratória aguda grave em Hospitais da Rede SUS, especificando o tipo de leito existente para tratamento da SRAG, bem como a taxa de ocupação.

“A média de internações geral dos últimos 7 dias foi de 212 pacientes, observando-se hoje, um aumento de 1,9% no total de internações em relação à média dos últimos 7 dias”, informa o boletim da Sesacre.

O monitoramento de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) é realizada diariamente em hospitais da rede pública, em hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) e em hospitais privados.

Tem por objetivo acompanhar as internações por complicações da Covid-19. Nesta quinta-feira (13) no Acre identificaram-se 217 pacientes internados nos estabelecimentos monitorados, dos quais 162 com teste positivo para Covid-19.

Do total hospitalizado, 48 estão em Unidade de Terapia Intensiva e 169 em leitos (clínicos, obstétricos ou pediátricos). No Baixo Acre, o Pronto Socorro apresenta taxa de ocupação de 90% dos leitos de UTI.

Encerrada como unidade de referência para a Covid-19 a UPA do 2o Distrito tinha nesta quinta uma criança internada na UTI.

Continuar lendo

Acre

Depasa promete resultados melhores no prazo de 180 dias

Publicado

em

O Departamento de Água e Saneamento do Acre (Depasa) tem um custo operacional total de mais de R$ 4 milhões atualmente. A arrecadação é de R$ 2,6 milhões, em média mas apenas mês de julho a queda na arrecadação foi de mais de 63%. “Sabemos que os desafios são grandes, sabemos as dificuldades que cada um enfrenta. Mas temos temos procurado dar uma condição melhor e respaldar a área operacional”, disse o diretor de Administração, Mamed Arruda, durante videoconferência realizada com os gestores da autarquia em todo o Estado.

A redução de despesa com crescimento da receita é o caminho para o equilíbrio. Assim, com o objetivo de chegar ao próximo mês de dezembro com as contas em dia, o Depasa trabalha para alcançar a eficiência no uso de produtos químicos, combustível e alimentação. “A diretoria tem procurado fazer o que é possível. Há todo um planejamento a cumprir. Vai demorar um pouco mas o resultado vem, e nos próximos 180 dias devemos estar em novo patamar de receita e despesa”, destacou Arudá. (Agência de Notícias do Acre)

O Departamento de Água e Saneamento do Acre (Depasa) tem um custo operacional total de mais de R$ 4 milhões atualmente. A arrecadação é de R$ 2,6 milhões, em média mas apenas mês de julho a queda na arrecadação foi de mais de 63%. “Sabemos que os desafios são grandes, sabemos as dificuldades que cada um enfrenta. Mas temos temos procurado dar uma condição melhor e respaldar a área operacional”, disse o diretor de Administração, Mamed Arruda, durante videoconferência realizada com os gestores da autarquia em todo o Estado.

A redução de despesa com crescimento da receita é o caminho para o equilíbrio. Assim, com o objetivo de chegar ao próximo mês de dezembro com as contas em dia, o Depasa trabalha para alcançar a eficiência no uso de produtos químicos, combustível e alimentação. “A diretoria tem procurado fazer o que é possível. Há todo um planejamento a cumprir. Vai demorar um pouco mas o resultado vem, e nos próximos 180 dias devemos estar em novo patamar de receita e despesa”, destacou Arudá. (Agência de Notícias do Acre)

Continuar lendo

Acre

Acre se aproxima dos 600 mortos e passa dos 22 mil infectados

Publicado

em

O Estado do Acre ultrapassou nesta quinta-feira, 13, os 22 mil casos de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Os dados divulgados no boletim parcial da secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) apontam que nas últimas 24 horas, foram registrados 249 novos infectados pela Covid-19. Com esse acréscimo, o total de infectados saltou de 21.993 para 22.242.

Além disso, mais 5 mortes foram registradas nesta quinta decorrente de complicações da Covid-19. Entre as novas vítimas fatais, todas são do sexo feminino, sendo 1 de Porto Walter, 1 de Brasileia, 1 de Rio Branco, 1 de Acrelândia e 1 de Assis Brasil.

Todos os óbitos confirmados hoje são de pessoas com idades entre 49 e 75 anos. O total de óbitos agora subiu de 569 para 574 em todo o estado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas