Conecte-se agora

Gabinete integrado de Mobilização define novas ações para famílias atingidas pela cheia do Rio Acre

Publicado

em

Intensificação nas ações de saúde, segurança e abastecimento foram discutidas na primeira reunião desta terça-feira, 21, no Gabinete Integrado de Mobilização-Alagação 2012. Participaram da reunião o governador Tião Viana, senador Jorge Viana, chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Defesa Civil Nacional, Armin Braun; prefeito Raimundo Angelim, secretários de governo e da prefeitura; oficiais do Exército, defesa civil municipal e assessores especiais de governo.

O chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Defesa Civil Nacional, Armin Braun destacou que os trabalhos no Acre estão sendo administrados com boa coordenação. Segundo ele, isso torna o trabalho menos tenso diante de situações como essa.

O chefe do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres da Defesa Civil Nacional, Armin Braun destacou que os trabalhos no Acre estão sendo administrados com boa coordenação (Sérgio Vale/Secom)

“Com esse trabalho bem organizado que o estado esta promovendo fica mais fácil a Defesa Civil Nacional ajudar no que for preciso. O Governo Federal continua a disposição para auxiliar o Acre no que for necessário. Na segunda-feira chegaram mais 25 barracas e a Força Nacional deve enviar mais 40 homens para ajudar”, disse Braun.

Reforço na saúde – Com apoio do Ministério da Saúde o Governo do Estado e a Prefeitura estão recebendo reforço na área de assistência médica aos desabrigados. A coordenadora de saúde da Força Nacional, Conceição Mendonça afirma que nesta terça-feira chega ao Acre 10 kits desastre composto por medicamentos necessários em situações como a enfrentada pelo estado. A coordenadora ressalta que cada kit pode atender 500 pessoas.

Apoio do Exército  Os comandos do 4° Batalhão de Infantaria e Selva (BIS) e do 7° Batalhão de Engenharia e Construção (BEC) também estão trabalhando em parceria com o governo do Estado na retirada de famílias de áreas atingidas pelas águas. Equipes de militares do Exército de Rondônia também foram enviadas ao Acre para atuar no trabalho voluntário.

Monitoramento de redes de abastecimento –Com o nível das águas do Rio Acre ainda apresentando subida o Depasa (Departamento de Pavimentação e Abastecimento) atua no monitoramento das redes de abastecimento. O diretor do Depasa destaca que esse trabalho é preventivo, não havendo, neste momento, risco absoluto de racionamento de água.

“Existe um monitoramento nos pontos de captação, que são pontos vulneráveis por conta do nível do rio. Nós estamos fazendo toda essa busca em regiões como Alto Acre e Baixo Acre para poder garantir um abastecimento em áreas que ainda não estão alagadas dentro da sua normalidade”, explica o diretor do departamento.

Gildo César informa que o Depasa enviou 150 mil litros de água para o município de Brasiléia tendo em vista que 95% da cidade foi afetada pela enchente e enfrenta a falta de água potável. Em Sena Madureira o departamento fez manobras na rede de abastecimento para evitar que água seja contaminada pela inundação. Em Rio Branco, a Estação de Tratamento de Água II (ETA II) vem sendo monitorada desde a semana passada no principal ponto de captação, que segundo o diretor é a torre principal da estação.

“Essa torra é a que fica ao lado da terceira ponte. Esse monitoramento permite que em casos de qualquer anormalidade aconteça a nossa equipe estará prontamente acionada para solucionar”, disse Gildo César.

Trabalho preventivo – O prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim lembra que esta é a segunda maior enchente que registrada no Estado e o trabalho da prefeitura segue em ritmo acelerado para evitar que mais pessoas sofram com os danos causados pela cheia do rio.

Angelim informa que a prefeitura em parceria com o Governo do Estado já viabilizou outros locais para abrigar famílias que possam ser atingidas pela enchente. “Estamos preparado para o que vier”, garante o prefeito.

Foto e informações: Agência de Noticias do Acre

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

“Mortes a esclarecer” caem 42% em um ano no Acre, diz Fórum

Publicado

em

O número de mortes “a esclarecer” caiu 42% em 2019 em relação a 2018, segundo informa o G1 com base nos dados do 14º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado neste domingo (18) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Eram 17 mortes sem esclarecimento em 2018. No ano seguinte, eram 10. Levando em conta a criminalidade em geral, mais de 72% dos casos foram esclarecidos em 2020, segundo o Governo do Estado.

O Brasil registrou no ano passado 13.705 mortes “a esclarecer” – um aumento de 9% em relação a 2018, quando foram computadas 12.232 mortes do tipo.

Continuar lendo

Acre

Justiça indefere 55 registros de vereador no Acre e 13 renunciam

Publicado

em

Pelo menos 55 candidaturas a vereador foram indeferidas pela Justiça Eleitoral do Acre, segundo levantamento produzido pelo ac24horas a partir dos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizados até às 16h deste domingo (18).

Outros 13 candidatos renunciaram ao direito de concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores em 11 dos 22 municípios acreanos.

Na maioria dos municípios, a situação das candidaturas já está definida, mas dezenas de pedidos de registros ainda aguardam julgamento do Tribunal Regional Eleitoral.

São três os principais termos utilizados pelo TSE para informar a situação da candidatura. Quando o processo é registrado na Justiça Eleitoral, é informada a palavra “cadastrado” e, em seguida, “aguardando julgamento”. Isso significa que o candidato enviou o pedido de registro de candidatura, mas o pedido ainda não foi julgado, ou seja, o processo está tramitando e aguarda análise – essa é a situação de boa parte dos processos no Acre.

Caso o candidato preencha todas as condições de elegibilidade, isto é, não tenha nenhuma contestação e o pedido tenha sido acatado, a situação que aparecerá no sistema será “apto” e “deferido”.

Outro caso é quando o candidato aparece como apto, mas houve impugnações e a decisão é no sentido de negar o registro. Nesse caso, a situação será “apto”, e o complemento será “indeferido com recurso”. Há dois casos desse até agora: um em Feijó, com a candidatura de Robério Albuquerque, do PP, e outro em Mâncio Lima, com Manoel Madeiros, do MDB.

Na situação de registro julgado como apto, ainda existem as possibilidades de “cassado com recurso” ou “cancelado com recurso”. Isso ocorre quando o candidato teve o registro cassado ou cancelado pelo partido ou por decisão judicial, porém apresentou recurso e aguarda uma nova decisão. Até agora não há casos dessa natureza.

Veja lista de indeferidos atualizada até a tarde de domingo:

Clique para acessar o INDEFERIDOS-1.pdf

Continuar lendo

Acre

Acidente com caçamba do Exército deixa motorista preso às ferragens

Publicado

em

Um acidente na BR-364 entre Rio Branco e Sena Madureira, em um trecho onde o 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BEC) realiza uma obra de recuperação da estrada, por pouco não terminou em tragédia nesse domingo, 19.

Imagens mostram uma caçamba do Exército tombada após o acidente, além do desespero de outros militares e pessoas que passavam pelo local para ajudar na retirada do motorista que ficou preso nas ferragens.

Um macaco hidráulico foi usado para ajudar na retirada do militar que dirigia o veículo. Apesar de consciente, o motorista teve a perna presa ao volante. Resgatado, o homem foi encaminhado ao pronto-socorro de Rio Branco

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre

Ex-comandante da PM é nomeado como novo presidente do ISE

Publicado

em

Após a demissão de Rogério Oliveira da Silva na última sexta-feira, 16, o Instituto Socioeducativo do Acre (ISE) tem novo presidente.

O novo gestor, escolhido pelo governador Gladson Cameli e nomeado por meio do Diário Oficial desta segunda-feira, 19, é o coronel Mário César Souza de Freitas, ex-comandante da Polícia Militar do Acre.

Mário foi o primeiro comandante da PM acreana na gestão de Gladson e ficou no comando da corporação militar de janeiro a maio de 2019.

O Acre possui 8 centros socioeducativos em todos o estado com cerca de 350 adolescentes que cumprem medida de internação.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas