Conecte-se agora

Com diagnóstico de verminose, duas primas morrem com sintomas de hepatite B

Publicado

em

Getúlio Rodrigues da Silva (39) e Joaquim Ferreira da Silva Junior (37), pais de duas jovens que morreram nesta semana vitimas de hepatite, não se conformam com a falta de qualidade da Saúde em Marechal Thaumaturgo, uma das cidades mais isoladas do Vale do Juruá, localizada no sudoeste do Acre.

O drama das famílias começou no dia 10 de fevereiro, quando Joaquim Rodrigues saiu de barco da Comunidade Pedra Pintada, localizada a cerca de oito horas de barco da zona urbana do município. Acompanhado da cunhada, Luciene Silva, a filha, Oneide Souza e a sobrinha, Maria Francisca, Joaquim não sabia que viveria os dias mais tristes de sua vida.

– Chegando na cidade elas fizeram exames e ficou constatado que era verminose. Fiquei tranquilo, sabia que se fosse verminose tinha como tratar – conta Joaquim.

Logo após a realização dos exames e do diagnóstico apontado, o pai desconfiou que algo estivesse errado. É que a filha, Oneide Santos foi encaminhada às pressas ao Hospital da Família em Marechal Thaumaturgo e transferida para o Hospital Regional do Juruá. Sem melhoras, ela morreu praticamente 24 horas depois de receber o primeiro atendimento médico.

– Em Cruzeiro do Sul os médicos descobriram que ela não tinha verminose, mas hepatite B, minha filha morreu rapidamente – relata o ribeirinho.

Assustado com a notícia da morte da sobrinha, seu Getúlio Rodrigues veio para Marechal Thaumaturgo e encontrou a filha, Maria Francisca [que ficou estudando], com sintomas mais agudos da doença. Já era tarde. Ela repetia a mesma trajetória da prima. Examinada pelo médico identificado como Marcelo, foi encaminhada às pressas para o Hospital da Família, em Marechal Thaumaturgo e em seguida para o Hospital do Juruá onde também foi a óbito.

Os dois diagnósticos além de alertarem as autoridades de saúde do município de Marechal Thaumaturgo, deixam a comunidade de Pedra Pintada apavorada. Há relatos de que no ano de 2001,um pai e três irmãos foram vitimas de Hepatite B. A desconfiança é de que esteja ocorrendo um surto na região.

Manoel Albecir Barbosa do Nascimento, de 62 anos e que mora na Comunidade há mais de 30, diz que a comunidade sofre com a falta de atenção básica de saúde e que os agentes comunitários dificilmente visitam a comunidade. Marechal Thaumaturgo teve um surto de Hepatite “A” em outubro de 2011 que obrigou uma equipe do governo a realizar intervenções e fazer campanhas de prevenção.

hepatite B é uma doença infecciosa frequentemente crônica causada pelo vírus da Hepatite B (HBV). É transmitida sexualmente ou por agulhas com sangue infectado e pode progredir para cirrose hepática ou cancro do fígado.

Colaboração: Donicélio Nunes.

 

 

 

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Casal morre ao colidir moto contra árvore em perseguição policial

Publicado

em

Um casal de acreanos morreu na madrugada deste domingo, 25, durante uma perseguição policial na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Samuel Assis Lima de Miranda, 26, e Beatriz Aguiar trafegavam em uma motocicleta modelo Fan 160 quando uma guarnição policial flagrou o casal na contramão da Avenida Jorge Teixeira e deu ordem de parada.

Segundo a polícia, o condutor Samuel não atendeu e seguiu em alta velocidade. A jovem ainda teria gritado para o homem parar, mas ele não atendeu.

A PM fez acompanhamento e uma perseguição foi iniciada. A polícia informou que Samuel entrou na Avenida Tiradentes, ainda em alta velocidade e nas proximidades da Avenida Rio Madeira acabou colidindo a moto em uma árvore. Ambos morreram no local.

A região em que as vítimas colidiram foi isolada e recebeu a presença da perícia criminal. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML).

Continuar lendo

Acre

Belo Jardim I recebe melhoria em infraestrutura e saneamento

Publicado

em

As enxurradas de comentários nos vídeos da série de reportagens que o ac24horas vem mostrando a situação nos bairros de Rio Branco. Revela ainda o interesse que a população da capital tem quando o assunto é investimento público.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, já visitou quase dez bairros nos últimos finais de semana, e tem destacado principalmente as necessidades que as regiões mais afastadas do centro estão tendo. Falta de água tratada, esgoto sanitário e recuperação de ruas é pauta base por onde chega o ac24horas.

Desta vez, o ac24horas foi até o bairro Belo Jardim I, onde a prefeitura está trabalhando e mudando a realidade precária de anos atrás.

Assista ao vídeo:

video

 

Continuar lendo

Acre

Jarbas cita operação da PF e Socorro diz que críticas só vieram depois que ele perdeu contrato com a prefeitura

Publicado

em

O clima fechou entre os candidatos à prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri e Jarbas Soster, neste sábado, 24, no debate do Diretório Central do Estudantes (DCE) acerca das obras que vêm sendo realizadas pela prefeitura de Rio Branco.

Jarbas criticou as obras de infraestrutura e citou a operação Assepsia que resultou em ação da Polícia Federal na prefeitura de Rio Branco.

Logo em seguida, Socorro cutucou o candidato e pontuou que ele só começou a fazer fiscalização dos recursos públicos, após a Prefeitura rescindir contrato com a empresa de Jarbas.

“Sob a minha gestão a prefeitura rescindiu o contrato de venda de massa asfáltica que seria realizado pela Emurb. A partir desse momento, Jarbas começou a fazer uma perseguição sistemática aos servidores e denúncias aos órgãos de controle. Essas denúncias estão sendo analisadas e apuradas e se restar comprovada qualquer uma delas, as responsabilidades serão atribuídas. A opinião de Jarbas não deve ser considerada como única e há outras opiniões que estão sendo apuradas”, retrucou.

Em resposta, Jarbas disse que a prefeitura é boa para criticar o que está errado e emitir notas de repúdio e salientou que sua empresa não depende da prefeitura, pois teria contratos em todas as esferas de poder.

“Todo mundo sabe que os serviços da prefeitura são de péssima qualidade e é criminoso o que estão fazendo com os recursos públicos. Recentemente estavam fazendo um serviço no Belo Jardim usando sebo de boi derretido. Há fraude e desvios de recursos públicos. Nossas empresas têm contratos com todas as esferas e nós não dependemos da prefeitura”, alegou.

Continuar lendo

Acre

“Ramal tem que ser feito para rodar de inverno a verão”, dispara Bocalom contra Socorro Neri

Publicado

em

Os ânimos ficaram acirrados entre os candidatos à prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri e Tião Bocalom, neste sábado, 24, no debate do Diretório Central do Estudantes (DCE) acerca das condições de trafegabilidade dos ramais de Rio Branco.

Mais uma vez, Bocalom se comprometeu a assumir os ramais de Rio Branco e criticou as obras que vêm sendo feitas tardiamente pela Prefeitura de Rio Branco. Ele ainda relembrou da sua gestão à frente da prefeitura de Acrelândia.

“Ramal tem que ser feito para rodar de inverno a verão. Infelizmente, o que a senhora vem fazendo como prefeita, me desculpe, porque eu fui prefeito por três mandatos e no meu município rodava de inverno a verão 800 km de ramais feitos apenas com recursos da prefeitura. Não vejo o porque um município que tem 34 vezes mais dinheiro que Acrelândia não consiga fazer dois mil quilômetros. O que eu estou vendo é raspagem e arrumação, porque nas primeiras chuvas, os ramais já se acabam e nesses últimos 30 anos algum prefeito de Rio Branco assumir esses ramais e iremos assumir esses ramais para rodar de inverno a verão”,

Na réplica, Socorro “debochou” de Acrelândia e afirmou que “o candidato se refere muito a Acrelândia como se Acrelândia tivesse se transformado em um modelo de desenvolvimento pro Acre, tivesse hoje a infraestrutura adequada para o produtor rural e demais ações funcionando”.

Socorro Neri destacou ainda que em Rio Branco se tem feito um trabalho de melhoramentos ramais e enfatizou a parceria com o governo do Estado.

“Temos feito trabalho com muita qualidade para garantir a trafegabilidade, mas há uma coisa que eu tenho que concordar com o senhor: há muito a ser feito quanto a melhorias nos ramais. Só de pontes fizemos 41 e há muito ainda a ser feito para garantir ao produtor o escoamento de sua produção, mas é preciso reconhecer o esforço que está sendo feito”, defendeu.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas