Conecte-se agora

Cheia do rio Acre começa fugir do controle da Defesa Civil

Publicado

em

Salomão Matos
Da redação de ac24horas
salomao.matos@gmail.com

A Defesa Civil Municipal que vem monitorando o nível do rio Acre constantemente desde que o manancial ultrapassou a cota considerada de transbordamento (14m), desabrigando centenas de famílias na capital acriana, informou a pouco que a última medição realizada as 12h desta terça-feira (14) estava marcando 15,10m em sua calha mais profunda.

A previsão é a de que a enchente do manancial ganhe ainda mais força, tendo em vista que o seu principal afluente Riozinho do Rôla também transbordou e está com seu nível de água em 15,97m, e segundo as autoridades água essa que deve chegar à capital nas próximas horas.

A Defesa Civil garante que a situação no momento está sob controle mas informações dão conta que a situação é mais complicada a ponto de que mesmo os bombeiros militares que estão fora de serviço estão sendo convocados as pressas para se apresentarem no Quartel dos Bombeiros Militar para auxiliar na retirada das famílias em pelo menos seis bairros da parte baixa da cidade.

Uma mega estrutura foi montada no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco no Segundo Distrito para abrigar as famílias atingidas pela enchente.

Até o momento já são 73 famílias alojadas, num total de 217 pessoas mas esse número não para de subir, pois a todos instante veículos do governo chegam trazendo mais pessoas com seus pertences.

O bairro Taquarí está praticamente todo embaixo d´água e a situação não é diferente no Seis de Agosto, Baixada da Sobral, Cadeia Velha, Cidade Nova e no Ayrton Sena.

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Governo é cobrado por abandonar a “Casa dos Povos da Floresta”

Publicado

em

Foto: Divulgação

Boa parte dos espaços de memória no Acre tem sofrido com a falta de cuidado por parte do poder público. Tentamen e Casa dos Povos da Floresta são dois exemplos. Ao constatar a situação do prédio conhecido como “Casa dos Povos da Floresta”, em Rio Branco, o Ministério Público Federal (MPF) decidiu questionar os motivos do abandono à Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), órgão do
governo estadual responsável pela manutenção do local.

Segundo o procurador da República Lucas Costa Almeida Dias, que verificou o abandono do local pessoalmente, não há sequer no site da FEM qualquer menção à “Casa dos Povos da Floresta” como espaço cultural na cidade, o que demonstra ainda mais claramente o descaso com o bem público que tinha por missão a preservação e divulgação dos costumes, crenças e tradições dos povos da floresta (indígenas, ribeirinhos e seringueiros).

Além do abandono estatal, o prédio também tem sido ocupado e consequentemente depreciado por pessoas em situação de rua. Lucas Dias cobrou respostas da FEM sobre as razões para o abandono do local, bem como se há plano para revitalização ou manutenção do espaço e retorno das atividades e ainda a justificativa para não inclusão do museu no sítio eletrônico da Fundação.

Continuar lendo

Acre

Governo alerta sobre risco de surto da dengue no Acre

Publicado

em

A aproximação do período de chuva no Acre fez com que a secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) emitisse um alerta à população nesta quarta-feira, 21, sobre a necessidade de manter os cuidados contra a proliferação do Aedes aegypti, o mosquito causador da dengue, zika e chikungunya. Neste período, principalmente, objetos que acumulam água devem ser constantemente observados e esvaziados.

A Saúde do Acre tem enviado notas de alerta aos municípios, solicitando a intensificação das ações de prevenção e controle. O governo diz que tem redobrado as visitas técnicas para intensificar as ações de prevenção e controle das doenças transmitidas pelo mosquito e evitar que o estado sofra com novo surto de dengue, por exemplo.

Ao portal Agência de Notícias do Acre, a chefe do Núcleo de Transmissão Vetorial, Márcia Andréa Morais, explicou que nestas ações, “começando pelo Juruá, os técnicos do Núcleo de Doenças de Transmissão Vetorial apresentaram a situação entomológica e epidemiológica dessas doenças em todo o estado, enfatizando os municípios que apresentam maior risco de ocorrência de surtos ou epidemias”.

Nesse momento, é necessário trabalho integrado entre atenção básica, vigilância epidemiológica, assistência à saúde, educação em saúde e controle vetorial. Os ovos do mosquito resistem até cerca de 450 dias em baixa umidade e eclodem ao entrar em contato com a água. Por isso, galões, caixas d’águas, tonéis, vasos de plantas, entre outros, os reservatórios, devem ser eliminados e passar por limpeza constantemente.

Continuar lendo

Acre

Militar baleado com tiro acidental é resgatado pelo Ciopaer

Publicado

em

Um resgate que duraria mais de 8 horas via estrada foi feito em cerca de 1h40 nessa semana no salvamento de um policial militar que se acidentou com um disparo de arma de fogo. A vítima estava com a arma na cintura lavando um carro à frente da residência onde mora e, ao se abaixar, aconteceu o disparo acidental.

O militar foi transladado de Assis Brasil para Rio Branco. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) foi acionado para auxiliar na operação de resgate de paciente utilizando o Hárpia 02, avião modelo Sêneca.

O próprio Comando-Geral da Polícia Militar solicitou o resgate, uma vez que o paciente é lotado no batalhão da fronteira. Na Capital, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) auxiliou o paciente, que deu entrada no pronto-socorro, permanecendo internado.

Continuar lendo

Acre

Grupo vai realizar auditoria técnica no Programa Ruas do Povo

Publicado

em

Foto: Divulgação 

O programa Ruas do Povo, que foi apresentado na gestão do então governador Sebastião Viana como o maior programa de pavimentação da história do Acre, até hoje é contestado exatamente por muita gente que foi beneficiada. O principal motivo de reclamação sempre foi a qualidade do serviço executado. Em centenas de exemplo, o trabalho realizado se deteriorou em pouco tempo após a chegada do período de chuvas.

O governo Gladson Cameli vai fazer uma auditoria técnica especificamente âmbito do Departamento Estadual de Água e Saneamento – DEPASA, especificamente no Programa Ruas do Povo.

O decreto publicado na edição desta quarta-feira, 21, do Diário Oficial estabelece que o Grupo de Trabalho Interinstitucional é composto por dez servidores distribuídos entre as áreas contábil, jurídica, de auditoria e de engenharia, representantes dos seguintes órgãos e entidades: quatro da Controladoria-Geral do Estado – CGE, de onde um será escolhido para ser o coordenador, dois da Secretaria de Estado de Infraestrutura – SEINFRA, dois do Departamento Estadual de Água e Saneamento – DEPASA e dois do Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre – DERACRE.

Os membros do Grupo de Trabalho Interinstitucional serão indicados pelos secretários ou presidentes dos órgãos que representam, no prazo de cinco dias, contado da data de publicação deste Decreto, e designados pelo Controlador-Geral do Estado.

O decreto estabelece que o Grupo de Trabalho Interinstitucional terá duração de cento e oitenta dias, contados da data de designação de seus representantes e poderá ser prorrogado uma vez por igual período, para a elaboração do relatório final.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas