Conecte-se agora

Pré-candidato do PT vai a RBN e fala aos ouvintes sobre o projeto Ruas do Povo

Publicado

em

Luciano Tavares,
da redação de ac24horas
lucianotavares.acre@gmail.com

A deputada federal Antonia Lúcia Câmara (PSC) resolveu abrir de vez as portas de sua rádio, a RBN, para o Partido dos Trabalhadores.

Os antes enviados pelo capeta para perseguir o mandato da parlamentar e a emissora agora são tratados como irmãos em Cristo, pela missionária.

Por coincidência, Antônia Lúcia é quase uma companheira, desde a suspensão da ação no Ministério Público Estadual, que pedia a demolição da torre da emissora. A ação foi impetrada pela Procuradoria da Prefeitura de Rio Branco.

A partir daí, os petistas não param de freqüentar a rádio cristã. O prefeito Raimundo Angelim foi o primeiro entrevistado, pessoalmente, pela deputada Antônia Lúcia, ainda no mês de janeiro.

Nesta segunda-feira, o convidado especial para falar nos microfones da emissora, foi nada mais nada menos, do que o pré-candidato do PT a prefeito de Rio Branco e Coordenador do Ruas do Povo, Marcus Alexandre.

O engenheiro civil foi entrevistado do Roda Comunitária, programa que vai ao ar nas manhãs de segunda, quinta e sexta-feira, e é apresentado por Antônia Lúcia, sua filha Milena Câmara e o radialista César Moreira.

Nem Antônia Lúcia, nem Milena participaram da edição desta segunda. Ficou a cargo do radialista César Moreira, a condução da entrevista de Marcus Alexandre, no programa, que contou ainda com a participação dos presidentes dos bairros Joafra e Portal da Amazônia.

Durante a entrevista, em nenhum momento, Marcus Alexandre falou de sua pré-candidatura. Ele fez um balanço do Ruas do Povo, respondeu perguntas do apresentador e de ouvintes, com dúvidas sobre a execução do programa em seus bairros.

O pré-candidato do PT começou a entrevista dizendo que o programa que ele coordena “é um grande desafio, como o da construção da BR-364”. Ele informou que até o final do governo de Tião Viana serão pavimentadas com asfalto ou tijolo, por meio do Programa Ruas do Povo, 2020 ruas em Rio Branco, contemplando 171 bairros.

“Serão Mais de mil ruas, só este ano. Estamos trabalhando em 70 bairros. 22 bairros estão em obras neste momento e Mais 20 bairros estão em licitação”

Perguntado se há bairros priorizados, Alexandre disse: “estamos trabalhando hoje nos bairros com menos ruas asfaltadas”.

Marcus Alexandre prometeu aos presidentes do Joafra e Portal da Amazônia que este ano vai fazer um trabalho de recuperação das ruas dos dois bairros com piçarra. Um paliativo, já que os dois locais serão contemplados com asfaltamento somente em 2013.

Questionado ainda se é possível cumprir as metas de pavimentar todas as ruas do Acre até o final de 2014, Marcus Alexandre disse que “esta no governo há 14 anos, desde o governo de Jorge Viana e não conhece nenhuma obra que o governo tenha começado e não terminou”.

Ainda segundo ele algumas obras nos bairros estão paralisadas por causa das chuvas, como é caso do Geni Nunes, em Feijó

Ao responder o questionamento de um ouvinte do Jorge Lavocart, sobre as obras no bairro, Marcus Alexandre disse que no local serão entregues por meio do Ruas do Povo 40 ruas pavimentadas com asfalto.

Ao término da entrevista, na rádio cristã, Marcus Alexandre desejou um “bom Carnaval a todos, com muita prudência”.

 

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Rio Branco atinge mais de 11 mil infectados pelo novo coronavírus

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

A cidade de Rio Branco atingiu nessa quarta-feira, 21, mais de 11 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Desde o mês de março deste ano, quando foram confirmados os primeiros casos da doença no estado, a capital acreana contabiliza no momento 11.090 exames com resultado positivo para Covid-19.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela secretaria estadual de Saúde, a cidade também já teve mais de 32 mil notificações para o vírus. Deste total, 21. 228 notificações por exames foram descartadas para coronavírus.

Rio Branco é atualmente a 18ª cidade no ranking de incidência da doença por número de habitantes no Acre, ficando atrás de dezenas de cidades do interior do estado.

A capital acreana é a que mais acumula casos e número de mortes decorrentes da Covid-19. Até essa quarta-feira, 426 óbitos constavam entre rio-branquenses. Na cidade, a taxa de letalidade da Covid-19 está em 3,8% e a de mortalidade do vírus em 104,6%.

Continuar lendo

Acre

Prova de vida de aposentados segue suspensa até 30 de novembro

Publicado

em

A exigência da prova de vida anual de servidores aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis está suspensa até o dia 30 de novembro de 2020. O Ministério da Economia publicou nesta quinta-feira, 22, a instrução normativa º 103, que estabelece o novo período.

Anteriormente, o recadastramento estava suspenso até o fim deste mês. Segundo o Painel Estatístico de Pessoal, estão nessa situação em torno de 700 mil pessoas.

A prova de vida anual obrigatória deixou de ser exigida desde o dia 18 de março de 2020, como medida de proteção no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A medida, no entanto, não afeta o recebimento de proventos e pensões.

Aqueles que, excepcionalmente, tiveram o pagamento suspenso antes do dia 18 de março de 2020, podem solicitar, conforme Instrução Normativa nº 29, de 1º de abril de 2020, o seu restabelecimento. Para isso, é preciso acessar o Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) e selecionar, em Requerimento, o documento “Restabelecimento de Pagamento – Covid-19”. O beneficiário receberá um comunicado do deferimento ou não do seu requerimento por e-mail, que é enviado automaticamente pelo Sigepe.

Segundo o ministério, após esse procedimento, a Unidade de Gestão de Pessoas de cada órgão e entidade da Administração Pública Federal, a partir da confirmação do deferimento, deverá realizar o restabelecimento excepcional, obedecendo ao cronograma mensal da folha de pagamento.

A Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, órgão central da gestão de pessoas da Administração Pública Federal, informa que definirá, posteriormente, prazo e forma para realização da comprovação de vida daqueles que foram contemplados na suspensão da Prova de Vida anual, assim como dos que tiveram o pagamento excepcionalmente restabelecido por solicitação via requerimento do Sigepe.

Fonte: EBC

Continuar lendo

Acre

Acre apresenta piores taxas de sobrevivência de empresas no país

Publicado

em

Das 1.326 empresas nascidas em 2008 no Acre, apenas 17,1% estavam em funcionamento em 2018, uma das piores taxas de sobrevivência de CNPJs no país.

No primeiro ano de funcionamento, a situação é igual: a sobrevivência chega a 68,9%, taxa que ganha apenas da de Roraima, com 66,6% e Amazonas (67,7%).

Os dados constam do estudo Demografia das Empresas, divulgado nesta quinta-feira, 22, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrando que em 2018 a taxa de sobrevivência das empresas foi de 84,1% no Brasil.

Essa taxa representa 3,7 milhões de empresas permanecendo ativas no Brasil (de um total de 4,4 milhões) e foi ligeiramente inferior à de 2017 (84,8%). Já a taxa de entrada de novas empresas, em 2018, foi de 15,9%, enquanto a taxa de saída ficou em 17,4%. Com isso, o saldo de empresas ativas foi negativo (-65,9 mil) e representou uma perda mais acentuada que a de 2017 (-22,9 mil empresas).

Entre 2008 e 2018, a taxa de entrada recuou de 21,8% para 15,9% (-5,9 pontos percentuais), com máximo valor de 22,2% em 2009. Já a taxa de saída, está em patamar semelhante ao de 2008 (17,7%), tendo atingido seu máximo em 2014 (20,7%) e, desde então, encontra-se acima da taxa de entrada.

O período analisado pelo IBGE contrasta com os dados do Mapa das Empresas, do Ministério da Economia, que mostra que mais empresas vem sendo abertas que fechadas no Acre mesmo com a crise da Covid-19.

No 2º quadrimestre de 2020 foram abertas 2.214 e fechadas 547 empresas no Acre. O saldo é de 1.667 CNPJs em atividade no período, segundo o ME.

Há 43.051 empresas em atividade no Acre, onde até ser totalmente viabilizada, uma empresa precisa de três dias e 10 horas para ser aberta. A Junta Comercial prevê que em 2021 o tempo será reduzido para 24 horas.

Continuar lendo

Acre

Apreensão de armas pela PRF já é 10,5% maior que no ano passado

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais um revólver calibre 38 com munições na noite dessa quarta-feira (21). A arma estava com uma adolescente, passageira de um táxi e o flagrante aconteceu na BR-317, em Rio Branco, capital do Acre.

A equipe estava realizando comando fiscalizatório e determinou parada a um motorista de táxi. Dentre os passageiros, havia uma jovem de 17 anos que ficou bastante nervosa e incomodada com as indagações dos policiais. Durante busca na bagagem da passageira, estava a arma de fogo com número de série suprimido e três munições intactas.

A adolescente ainda afirmou ironicamente que veio da fronteira com a Bolívia. Ela foi apreendida e encaminhada com os objetos ilícitos para a Delegacia de Polícia Civil.

O total de armas apreendidas pela PRF no Acre em 2020 superou em 10,5% o quantitativo de 2019. Foram 21 armas este ano, contra 19 no ano passado, incluindo pistolas, revólveres e espingardas, dentre outros.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas