Conecte-se agora

Suicídio político

Publicado

em

O deputado Manoel Moraes (PSB) nega ter prometido ao governador Tião Viana que não lançaria candidato a prefeito de Xapuri. Reafirmou que o PSB lançará Wagner Menezes para disputar a prefeitura. “Apoiar o prefeito Bira (PT) é hoje um suicídio político”, dispara Moraes.

Plena convicção

Manoel Moraes diz ter plena convicção de que o PT não reelege o prefeito Bira Vasconcelos.

Alerta ao governo

Moraes criticou a empresa responsável pelo programa “Rua do Povo” no bairro Laranjal, em Xapuri, que com a última chuva forte, por falta de mais bueiros, alagou as casas da área.

Cair na real

No seu jeitão tranqüilo, Manoel Moraes fez outra crítica: “o PT não está num bom momento político no interior para ficar querendo ser cabeça de chapa em todos os municípios”.

Caçoletas milagrosas

As “caçoletas” do Nepomuceno Carioca são condenadas por adversários, mas fazem milagres. A rebeldia do presidente do PRP, Julinho, durou um dia, ontem, voltou declarar o amor à FPA.

Desde a chupeta

E a declarar que é Marcus Alexandre (PT) para a PMRB, desde que este chupava chupeta.

Sobre Tarauacá

Amigo que visita muito Tarauacá contava ontem que a candidatura a prefeito de Chagas Batista (PCdoB) não foi para o vinagre, que ele mudou muito, e já aglutina muitos apoios.

Tio guloso

É que o mal do outro candidato da FPA, Rodrigo Damasceno (PT), é ser guiado pela popa igual canoa de motor de rabeta pelo tio Raimundinho Damasceno, empresário guloso por obras.

Até papel higiênico

E que com Rodrigo na prefeitura, o tio Raimundinho, vai vender do alfinete ao foguete.

Início da retirada

O deputado Eduardo Faria (PCdoB) deu entender ontem na Aleac que, a candidatura Perpétua Almeida (PCdoB) à PMRB não é irrevogável e, nem o PCdoB vai quebrar a unidade da FPA.

Bom entendedor

Para um bom entendedor a fala de Eduardo Faria é o primeiro reconhecimento que o PT ganhou a queda de braço e Marcus Alexandre será aclamado o candidato da FPA à PMRB.

Papel de presidente

Não se pode criticar Eduardo Faria por tentar levar até o limite do tolerável a candidatura a prefeita de Perpétua Almeida, como presidente municipal, se não o fizesse, prevaricaria.

Não é assim

O presidente da Aleac, deputado Élson Santiago (PP), contesta existir consenso em Plácido de Castro para a escolha do médico Roney Firmino (PT), e que a escolha se dará numa pesquisa.

Bem claro

Santiago já externou sua posição ao governador Tião Viana e, seu candidato é João Lessa (PT).

Bobagem gigante

É bobagem os vereadores da base do prefeito Nilson Areal rejeitarem por birra política as contas da ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB), pois, isso não a impede de disputar a prefeitura.

Só assim

Para Toinha Vieira ser alcançada pela “Lei da Ficha Limpa” teria que ser condenada por um tribunal colegiado, e isso não é o caso de uma condenação política pelos vereadores.

Boa idéia

Volto a dizer que a criação de uma Universidade Estadual, proposta pelo deputado Eber Machado (PSDC), deveria ser analisada com carinho pelo governo, educação é investimento.

Não ganha

O deputado Edvaldo Sousa (PSDC) disse ter voltado de Brasiléia com a plena convicção: o candidato a prefeito José Alvanir (PT) perderá a eleição e ainda há tempo de rever o desastre.

Messias ribeiro

Na sua avaliação, somente todos apoiando Messias Ribeiro (PSDC) para prefeito, a FPA poderia fazer frente ao favoritismo do candidato da oposição, Everaldo (PMDB).

Bom projeto

Taí um bom projeto, esse do deputado Edvaldo Sousa (PSDC), que regula as cobranças nos estacionamentos. Pela matéria, o usuário só vai pagar pelo tempo usado, sem uma taxa fixa.

Casamento secreto

A aliança PSDB-PP está sacramentada e falta só ser anunciada oficialmente. Quem garante ter havido o casamento é o presidente do diretório municipal, deputado Werles Rocha (PSDB).

Aponta o vice

Pelo acordo, o PP indicará o nome para vice de Tião Bocalon (PSDB) na disputa da prefeitura.

Gostou e não gostou

O assessor do governo, Carioca, travou o seguinte diálogo com o deputado Gilberto Diniz (PTdoB), na sessão solene da Aleac: “gostei de ter ver, mas não gostei do seu discurso”.

Na base da porrada

O PCdoB vai de “Vareda” como candidato a prefeito de Capixaba. “Vareda” é igual a cavalo paraguaio, não passa do arranco. E costuma resolver suas diferenças na base da grosseria.

Nome competitivo

Já no Jordão, o PCdoB terá um candidato competitivo a prefeito, Elson faria (PCdoB).

Vão os pêsames

O blog leva seus pêsames à família do deputado Lira Moraes (PRP) pela morte de sua mãe.

A Ufac não é o mordomo
Em tese, a UFAC pode ser criticada por adotar o ENEM. Mas, não pelos acreanos serem reprovados para o curso de medicina. Só há dois culpados: a baixa qualidade do ensino nas escolas acreanas e a pouca dedicação aos livros dos nossos estudantes. É uma realidade que discursos de deputados na Aleac não irão mudar. A culpa, neste caso, não é do mordomo.

Por Luis Carlos Moreira Jorge

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Blog do Crica

Na política, não se planta adversários, se colhe aliados 

Publicado

em

O PT passou duas décadas no poder porque tinha como seu principal capital a unidade com os aliados. A caminhada até então vitoriosa da FPA, aliança puxada pelos petistas, só começou a desmoronar nos últimos quatro anos do governo anterior, quando deixaram de prestigiar os seus apoiadores. E isso culminou com a briga interna pela disputa do Senado entre os candidatos a senadores Ney Amorim e Jorge Viana, que acabou por espatifar o restinho da união que reinava na FPA. Mas o PT passou 20 anos para chegar á situação de derrocada que o levou à fragorosa derrota da última eleição. O novo governo que chegou ao Palácio Rio Branco,  em menos de um ano já está envolto em brigas paroquiais que podem ser fatais à unidade. O exemplo é esta briga sem sentido apoiada pelo governador e subalternos, com o político mais votado da última eleição, senador Sérgio Petecão (PSD). Numa briga deste porte, só quem tem a perder é quem se encontra no poder. Se alguém conseguir me provar o que o governador vai ganhar alimentando esta pendenga, vou dar razão. Mas, isso não será possível, por falecer razão aos governistas. Qual a mentira do Petecão ao dizer que, os bairros de Rio Branco são violentos? Isso é motivo para um ataque em massa contra um senador, que foi um dos maiores colaboradores para o atual projeto chegar ao poder? Outro exemplo negativo foi o do vice-governador Major Rocha sair da capital para promover ataques pessoais ao prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), outro que colaborou para vitória do governador. Os primeiros a tentar evitar rachas na base aliada seriam o governador e seu vice. Isso seria a lógica. Mas, pelo visto estão remando no sentido contrário à unidade. Fecho o comentário com uma máxima da política mineira: “Na política, não se planta adversários, se colhe aliados”.

 QUAL O NOME? 

O PROGRESSISTAS, Um dos maiores partidos do Acre, se encontra no poder, tem todo o direito de se articular para ter uma candidatura própria à prefeitura da capital. A questão é que vão precisar encontrar um nome de densidade eleitoral, os citados até aqui não têm este atributo.

ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO

Não balizo meus comentários por partido ou ideologia. Também não condeno ninguém por antecipação. Por isso me reservo a apontar culpabilidade do ex-prefeito Marcus Alexandre, nas acusações de desvios financeiros na EMURB, sem antes a justiça decidir. Até lá, ele está limpo.

DEMISSÃO E CONVERSA

O governador e o vice-governador Major Rocha tiveram uma conversa antes da demissão do diretor do DETRAN, Isaias Brito, por criticar publicamente atos de governo. Rocha concordou que não havia medida outra a ser tomada. Não houve, portanto, racha por conta da decisão.

ALIADO PRÓXIMO

O ex-diretor do DETRAN, Isaias Brito, é um dos aliados mais próximos do vice Major Rocha.

MANUEL URBANO, ABANDONADO POR VOCÊ

Manuel Urbano foi abandonado pelo Estado. Não há um Delegado de Polícia efetivo, a unidade hospitalar e outros bens públicos estão deteriorados, enfim, quadro desolador. Amigo com passagem recente pelo município diz que, se sentiu saindo de uma cidade fantasma.

COMPLETAMENTE DESINFORMADO

É bobagem, adversário com cargo na área de segurança acusar o senador Sérgio Petecão (PSD) de só pensar em política e eleição. Desinformação. Petecão ainda terá sete anos de mandato.

FECHANDO O PERÍODO

A ALEAC terá mais dois dias para debates e votações, hoje e amanhã, na quinta-feira encerra com uma sessão solene para a entrega de títulos de Cidadão Acreano. Neste bojo entrará em discussão o polêmico projeto de criação do Instituto da Saúde, não suficientemente explicado.

E SERVIU PARA ALGUMA COISA?

Também será votado o projeto que acaba com a secretaria de articulação política, que na verdade vem funcionando como cabide de emprego. Essa secretária serviu para alguma coisa?

NOME NO AR

Uma fonte confiável do governo garantiu ontem ao BLOG que, um dos prefeitos atuais do PT, se for reeleito, no dia seguinte da eleição se filiará no PROGRESSISTAS. É um compromisso assumido com o governador. Deixou o nome no ar. Façam então as suas especulações.

NOME EM ALTA

Sérgio Moro apareceu na pesquisa do DATA-FOLHA com 53% de aceitação popular, bem superior ao índice do presidente Bolsonaro. A campanha na mídia pelo PT para queimar o Moro, não funcionou. Ao contrário, sua imagem continua em alta perante os brasileiros.

TIRO NO PÉ

Depois no tiro no pé que o ex-deputado Jairo Carvalho e seu grupo deram ao tentar expulsar o prefeito de Senador Guiomard, André Maia, do PSD, sendo desautorizados pela direção regional, é de se indagar se ainda continuarão no partido ou migrarão para outra sigla.

RINDO

O prefeito André Maia anda pelos quatro cantos de Senador Guiomard, rindo da patuscada.

CENAS DO COTIDIANO

Um açougueiro e um entregador de pizzas se atracando com assaltantes, foram cenas que dominaram as redes sociais. Cenas lamentáveis do cotidiano da cidade. Sem falar no grande número de execuções nos últimos três dias e de pessoas baleadas. Cidade pacata? Menos! 

O QUE É A POLÍTICA!

Quem é que diria um dia ver um dos petistas mais ativos, o ex-prefeito de Porto Acre, Zé Maria, se filiando ao MDB para disputar a prefeitura do município, pajeado na solenidade pelo deputado federal Flaviano Melo (MDB) e pelo ex-prefeito Vagner Sales (MDB). Pois é, né?

DISCURSO VAZIO

Tenho batido na coluna que passou do tempo de validade as lideranças políticas e integrantes do governo de ficarem atacando os petistas, já estão todos juntos e misturados. Estão indo buscar até um ícone do PT, como o Zé Maria, para ser candidato a prefeito. Juntos e misturados.

O GIGANTE QUE ENCOLHEU

O episódio mostra por outro lado que, a cada dia que passa longe do poder, o PT só encolhe.

A CULPA É DO MORDOMO

Nos filmes de suspense o primeiro a ser apontado como culpado é o mordomo. Assim acontece com a imprensa. O Comandante da PM, Coronel Ulysses Araújo, resolveu pautar os jornalistas: não quer nenhum profissional falando sobre as ações do crime organizado.

CADA UM NO SEU QUADRADO

A ação dos grupos criminosos não vai diminuir ou aumentar por conta de uma notícia divulgada sobre a ação de bandidos. Não se deve fazer apologia ao crime. Nisso concordo. Mas, se a imprensa deixar de divulgar os crimes acontecidos passará uma falsa sensação de segurança à população. Ficamos assim, Coronel: o senhor faz seu trabalho e a imprensa o dela.

ISSO É O QUE IMPORTA

O que importa à população é que a paz venha a ser devolvida á outrora pacata Rio Branco.

GARANTE QUE ESTARÁ NO JOGO

A presidente do PROGRESSISTAS,  senadora Mailza Gomes, trabalha para o seu partido ter o maior número possível de candidatos a vereador e a prefeito. Garante ter o apoio declarado do governador para que a sigla venha ter candidatura própria para a prefeitura da capital.

QUESTÃO É O NOME

Na verdade, a senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) tem realizado um trabalho de ampliação das filiações ao seu partido, filiou vários prefeitos, não se duvida da sua capacidade política, o que tenho batido é o PROGRESSISTAS não ter um nome de densidade na capital.

NADA MAIS NATURAL

Caso consigam encontrar um nome competitivo na eleição nada mais natural para um partido que está no poder, este ter candidato próprio a prefeito da capital, o maior colégio eleitoral do Acre.  Se entrar na disputa, tem que ser com um bom nome forte, para não ser figuração.

FRASE DO DIA

“A democracia muitas vezes significa o poder nas mãos de uma maioria incompetente”. George Bernard Shaw.

Continuar lendo

Blog do Crica

A política é dinâmica 

Publicado

em

A frase lapidar do ex-prefeito de Plácido de Castro, Luiz Pereira, situa bem o vai e vem das disputas eleitorais: “a política é dinâmica”. Nada é estático. Cada eleição é um contexto diferente. Cada gestão, seja de um governador ou de um prefeito, oscila em ciclos negativos e positivos. Faço as citações para dar o exemplo do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, que no seu primeiro ano de mandato as pesquisas o situaram como o “pior prefeito do Acre”. Foi se ajustando, conseguiu o equilíbrio financeiro ao levar a irmã Ildecleide Cordeiro para azeitar a máquina, diminuindo seu gigantismo, saiu do vermelho na Lei de Responsabilidade Fiscal, e hoje realizou um concurso para criar um quadro efetivo na prefeitura, fugindo da improvisação politiqueira dos contratos provisórios. Deu uma nova cara urbanística à cidade, com uma grande frente de asfaltamento de boa parte das ruas do município, e se for candidato à reeleição na eleição do próximo ano será altamente competitivo.  O Ilderlei é um exemplo de que, com uma gestão ajustada, uma máquina reduzida, pode-se sim fazer uma boa administração na crise econômica. E na política, nunca aposte na primeira impressão, porque pode ser mudada. O Ilderlei Cordeiro provou isso.     

VAMOS DEIXAR DE MELINDRES

Qual foi a ofensa moral, o desmerecimento, que o senador Sérgio Petecão (PSD) fez às autoridades da área de segurança, às forças policiais, para motivar uma nota quilométrica na defesa do que não foi atacado? Qual é a inverdade quando disse no BLOG que os bairros estão perigosos e mete medo em se ir aos bairros periféricos, notadamente, na parte noturna? Isso é uma inverdade? É uma verdade. Todo mundo reconhece os avanços dos que comandam a segurança, neste espaço, várias vezes registrei isso, mas não vamos pintar o quadro de rosa quando cor ainda é preta. Estão transformando uma simples consideração numa briga política. Caminho errado. Orientação política errada.

NÃO SE DISCUTE O QUANTO PIOR MELHOR

Não sei quem orientou esta nota sem sentido. Mas duvido que tenha sido redigida sem ordem expressa do andar de cima. A polícia prende; a polícia não é omissa, houve alguns avanços, mas longe de se dizer que Rio Branco é uma cidade pacata, que nossos bairros são tranqüilos, porque não são. O comentário do Petecão não desmereceu ninguém para redundar na nota. 

NINGUÉM TOPA

Tente uma corrida noturna de táxi para a Cidade do Povo, Aroeira, Ilson Ribeiro, Belo Jardim e etc, para ver se algum taxista, aceita levar o passageiro? Não aceita. Não vivemos num paraíso, por favor! Não está no debate o desmerecimento do trabalho de nenhuma autoridade da área de segurança. O que se quer é que avancem mais do que se avançou. Sem melindres, senhores!

RATADA DE QUEM ORIENTOU

O que deu para se deduzir da despropositada nota dos que dirigem a Segurança foi de que os que assinaram devem ter recebido a orientação política do andar de cima do governo para atacar o senador Sérgio Petecão (PSD), por ofensas que não foram feitas no seu comentário. Jamais tomariam esta iniciativa sem uma consulta prévia ou sem orientação palaciana.

LADO POLÍTICO

A reação cheira ao longe uma orientação política de adversários do senador Sérgio Petecão (PSD). Já vi ofensas duríssimas de deputados, de vereadores, algumas pessoais, contra a ação dos que comandam o sistema de segurança e não vi uma nota de protesto. O senador Sérgio Petecão (PSD) faz um comentario sem ofender ninguém e a reação vem em nota conjunta?

NÃO SE CRIA INIMIGOS

É do bom manual da política, que nesta atividade, principalmente, quem está no poder e que tem pretensões eleitorais no futuro, se deve ciscar para dentro, e não procurar inimizades.

JORNALISMO TEM DUAS MÃOS

Não me furto em abrir espaços para que os dirigentes da Segurança registrem os fatos positivos de suas ações, seja neste BLOG ou no meu programa de entrevistas no ac24horas. Inclusive, está no ar uma longa entrevista com o secretário de Segurança, Coronel Paulo César. Mas o mesmo espaço também é dado aos que apontam erros, que pedem correções de rumos, jornalismo tem de ouvir os dois lados de uma história. E assim vamos continuar.

FUNCIONA NOTA 10

Um setor que funciona nota 10 é o da iluminação pública da PMRB. Não há uma queixa de problemas numa luminária, na escuridão de uma praça, que cientificados, não resolvam logo.

CAMPO DA ESPECULAÇÃO

Ficou no campo da especulação o lançamento de uma candidatura alternativa a prefeito de Cruzeiro do Sul, para contrapor aos grupos do prefeito Ilderlei Cordeiro e do ex-prefeito Vagner Sales. A disputa vai ser mesmo entre os candidatos saídos das duas alas. E ponto!

PACOTE FECHADO

O candidato a prefeito de Senador Guiomard do grupo da deputada federal Vanda Milani (SD) será mesmo o vereador Gilson da Funerária, que não ficará no PROGRESSISTAS. A sua saída para se filiar ao SD será sem traumas, lhe será dada carta de liberação para não ter problemas.

PROVA DE FORÇA

O MDB deu em Tarauacá uma prova de força num ato com boa presença de público, na filiação do seu candidato a prefeito Júnior Feitosa. O MDB trabalha para ter candidatos próprios a prefeito em 16 municípios. Quer formar uma base forte para ser protagonista em 2022.

FALTA DE VONTADE POLÍTICA

Leitor manda indagação sobre este BLOG ser cético quanto aos PROGRESSISTAS terem candidato próprio a prefeito de Rio Branco, no próximo ano. Muito simples de responder: não se vê um ato que demonstre vontade política no governador para que isso venha a ocorrer.

NÃO DECOLA

É vamos para o real: sem o ombro amigo do governador nenhuma candidatura dos PROGRESSISTAS à PMRB decola. Será preciso desenhar para se entender o jogo?

OS MAIORES ATORES

Enquanto o governador e a Socorro Neri não se definirem sobre 2020, o quadro não vai clarear. O governador vai apoiar um candidato no primeiro turno ou vai se resguardar para um eventual segundo turno? A prefeita sairá à reeleição? Sem estas respostas, o jogo não começa.

NOME DOS BASTIDORES

O deputado Jenilson Lopes (PSB) vem sendo o principal articulador político da prefeita Socorro Neri. É quem vai encaminhar as principais tratativas sobre alianças, caso a prefeita venha disputar a reeleição no próximo ano. Terá que caminhar num fio de navalha para aglutinar.

GRANDE INTERROGAÇÃO

A grande interrogação que se faz em Brasiléia entre os apoiadores da prefeita Fernanda Hassem e a oposição, é qual será a decisão do grupo da ex-deputada Leila Galvão (PT), que deve se reunir antes do Natal para definir que posição ela tomará na eleição de 2020.

MEXE COM O QUADRO

Será candidata a prefeita de Brasiléia? Ficará neutra? Se limitará a apoiar os candidatos do seu grupo a vereadores em Xapuri, Assis Brasil, Epitaciolândia e Brasiléia? Qualquer decisão que tomar mexerá com o quadro da disputa. Não vejo uma tendência dela vir a apoiar a Fernanda.

OBSERVAÇÃO POLÍTICA

Não apoiar a reeleição da prefeita Fernanda Hassem é apenas uma observação, uma leitura que faço dos bastidores, embora a ex-deputada Leila Galvão tenha se mantido fechada e não dado nenhuma declaração até aqui a este respeito. Mas o clima é de ruptura política de ambas.

AO NICOLAU O QUE É DO NICOLAU

Estamos fechando mais um ano na ALEAC. Foi um ano de muitos debates, alguns mais duros, mas nada que não que possa ser considerado como uma agressão pessoal. Um ou outro arroubo mais exaltado, nada além. O presidente da ALEAC, deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS) comandou tudo como um magistrado, sem interferir nos debates.

NUNCA DEU CERTO

Os grandes impérios – a história mostra – só ruíram quando começaram a brigar internamente. O PT, no Acre, desmoronou em meio a intrigas internas, como a disputa do Senado. E o atual governo está indo no caminho de brigar com os aliados. A Nota contra o senador Sérgio Petecão (PSD) e os ataques pessoais do vice-governador Major Rocha (PSDB) ao prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, criaram um clima de confrontos internos.

BELICOSIDADE NÃO LEVA A NADA

Um governo belicoso não vai longe. É só lembrar o governo anterior, que brigou com todo mundo e acabou massacrado nas urnas. Ou alguém pensa que o povo aplaude brigas? O governador ainda tem mais três anos de mandato, deveria ser o primeiro a buscar a pacificação dos seus aliados, porque as brigas são tudo o que os adversários querem.

DE FÁCIL RESPOSTA

A quem interessa uma briga do governador com o senador Sérgio Petecão (PSD), do vice Major Rocha com o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB)? Unicamente ao PT.

CAMINHANDO PARA UMA GUERRA

A eleição para as prefeituras no próximo ano está caminhando para uma guerra insana entre lideranças políticas do campo do governo, que podem trazer prejuízos sérios para 2022.

FRASE DO DIA

“Visite constantemente seus amigos para que o mato e os espinhos não fechem o caminho”. Ditado de Burundi.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.