Conecte-se agora

Opinião: A Frente Popular, a unidade e a coletividade

Publicado

em

*Gabriel Forneck

Em 2012 as administrações da Frente Popular do Acre completam 14 anos. Ainda lembro claramente das dificuldades vividas por todos os acreanos. Esse projeto que a cada dia tem mudado a cara do Brasil, do Acre e de Rio Branco, vai continuar. As ações da Frente Popular nos próximos anos ainda nos levarão muito mais adiante.

E a minha certeza se dá porque acredito na unidade rumo às conquistas sociais que só os partidos de esquerda conseguem garantir. E esses partidos se caracterizam por ser o espelho da sociedade que nós temos. São partidos surgidos nos movimentos de base, que trazem toda a complexidade dos grupos sociais.

Algumas pessoas têm apostado em um racha dentro da Frente Popular. Outros apostam na divisão dentro, até, do Partido dos Trabalhadores. Apostam errado. Porque lá no Estatuto do PT está previsto a liberdade e o respeito à pluralidade. Está escrito que todo e qualquer militante tem o direito de expressar a sua posição.

Se o Deputado Sibá Machado se coloca como uma possível alternativa de representar o PT nas próximas eleições para prefeito de Rio Branco e o companheiro Marcus Alexandre faz o mesmo, é porque as Leis do partido permitem. E isso me dá orgulho de ser petista. Só no PT existe tal possibilidade de disputa democrática.

A oposição peca quando duvida da capacidade que a Frente Popular e o Partido dos Trabalhadores têm de se unir. O debate precisa ser feito balizado nas ideias. Em um ideário. Jamais em pessoas. É pequena demais a briga generalizada para ser o candidato oposicionista. Cada um se acha melhor que o outro. Lá, na oposição, as rasteiras ‘comem no centro’ porque os projetos são individuais. Enquanto que aqui no PT e na Frente Popular os projetos são coletivos.

Ser petista é colocar o coletivo acima do individual. Democracia e Socialismo tratam de coletividade. E se Sibá Machado, mesmo se achando no direito de ser pré-candidato a prefeito de Rio Branco, abre mão da disputa, o faz em função da unidade. Essa é a prova do grande petista que o deputado é. Sibá está mostrando para a oposição a diferença entre coletividade e individualidade.

Se você, caro leitor, é um dos que apostavam que a Frente Popular vinha com mais de um candidato, desista. Isso é coisa da oposição. Porque aqui, o coletivo está acima do indivíduo. E o papel de cada um é, apenas, o de contribuir com o todo. Não discutimos pessoas. Discutimos projetos.

*Gabriel Forneck tem 27 anos, é sociólogo, militante petista e vereador de Rio Branco pelo Partido dos Trabalhadores.

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Colisão entre caminhão e moto mata trabalhador no Amapá

Publicado

em

Uma colisão entre um caminhão Ford Cargo 815 E, de cor branca, placa NLN-8789 e uma motocicleta Titan, de cor preta, tirou a vida do trabalhador Ivanildo Conceição de Oliveira, de 49 anos, na noite desta sexta-feira, 23, na Estrada do Amapá, bairro Amapá, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Ivanilde trafegava sentido bairro-Via Verde, quando colidiu de frente com o caminhão que trafegava no sentido contrario. O motorista permaneceu no local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas Ivanildo já se encontrava morto.

A área foi isolada pelos Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPTRAN) para os trabalhos do perito em criminalística. O corpo do motociclista removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

O condutor do caminhão foi conduzido à Delegacia de Flagrantes (DEFLA) para prestar esclarecimentos e depois liberado.

Continuar lendo

Acre

“Esse pessoal fala de honestidade, mas tá roubando”, diz Jorge Viana

Publicado

em

O ex-senador Jorge Viana (PT) compartilhou um vídeo em seu canal do YouTube nesta sexta-feira, 23, chamando novamente a população acreana para uma reflexão nessas eleições.

Viana começa o vídeo falando acerca da situação do país e afirmou que aqueles que prometeram que o país seria melhor depois do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) falharam.

O petista disse ainda que a situação não está nada boa para os brasileiros e criticou o aumento dos preços dos produtos que compõem a cesta básica.

Em outro trecho, Viana criticou a “hipocrisia” daqueles que vestem a capa de moralidade e disparou contra os seus adversários que venceram as eleições de 2018.

“Esse pessoal fala de honestidade, mas tá roubando! Esse pessoal não tem moral porque não são do trabalho. Eu, Marcus e Angelim estamos nessa luta com Daniel Zen e pedindo o teu voto porque a gente acredita que é juntando as pessoas que gostam de trabalhar que saibam fazer planos e governar que a gente melhora a vida de todos. Vamos trazer a esperança de volta. Estão com tudo na mão e querem mais. Nós só queremos a oportunidade do trabalho, por isso, que a gente acreditando num futuro melhor e na força do trabalho, a gente pede o teu voto pro Daniel Zen, 13”, afirmou

video

Continuar lendo

Acre

Vídeo mostra colisão que deixou motorista presa às ferragens

Publicado

em

Um vídeo capturado de um circuito de vigilância mostra o momento em que a condutora de um veículo modelo Etios Sedan bate contra um poste de energia. O fato aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 23, nas proximidades do 7º BEC, sentido centro, em Rio Branco.

Nas imagens, a motorista em alta velocidade acaba perdendo o controle do carro e invade a calçada pelo lado esquerdo e colide forte contra o poste, ocasionando num apagão de energia na Avenida Nações Unidas.

A velocidade do carro no momento do acidente relembra até um dos filmes de maior bilheteria do mundo do cinema: Velozes e Furiosos. Apesar do forte impacto, o acidente deixou as duas jovens [condutora e passageira], de 26 e de 29 anos, com escoriações leves, mas conscientes e gesticulando com os socorristas.

Quem atendeu a ocorrência foi a guarnição do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros (CBMAC), que foi acionada via 193, e fizeram o desencarceramento da motorista.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas até o local. Uma equipe da Energisa também foi acionada para desligar a fiação elétrica, que estava solta devido à colisão.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre

Socorro e Bocalom cresceram mais que Minoru; Duarte estagnou

Publicado

em

O Instituto Real Time Big Data, contratado pela TV Gazeta/Rede Record, para aferir a opinião do eleitorado em Rio Branco divulgou num espaço de 24 dias duas pesquisas que mexeram com a opinião pública e classe política, mas para pôr uma luz sobre o assunto, o ac24horas resolveu fazer uma análise minuciosa dos dois últimos levantamentos registrados no Tribunal Regional Eleitoral do Acre.

Na pesquisa divulgada em 29 de setembro, realizada entre os dias 23 a 25 daquele mesmo mês, onde foram ouvidos 800 entrevistados, o candidato Minoru Kinpara (PSDB) aparecia liderando as intenções de votos com 23% no questionário estimulado. Passados exatos 24 dias, no levantamento divulgado em 23 de outubro, que aferiu entre os dias 17 a 21 e ouviu 850 pessoas, o tucano teve um crescimento de 4 pontos e marca atualmente 27%. Já Socorro Neri (PSB), que marcava 20% da preferência do eleitorado, agora também registra 27%, empatando com Kinpara, mas registrando um crescimento superior do que seu adversário em 7 pontos.

Apesar das candidaturas tucana e socialista estarem na ponta da disputa, o progressista Tião Bocalom que registrou apenas 9% no levantamento de setembro, desta vez, em outubro, marcou 16%, registrando um crescimento de 7 pontos em relação ao seu adversário mais próximo, o emedebista Roberto Duarte, que registrou 16% no mês passado, e que agora marcou um crescimento tímido de apenas 1%, indo para os 17%, aparentando uma espécie de estagnação. É bom lembrar que a margem de erros das duas pesquisas variam: em setembro era de 4 pontos percentuais e a de outubro é de apenas 3, para mais ou para menos.

E quem não parece ter tido uma grande movimentação nos números foi o grupo de baixo da pesquisa, liderado por Daniel Zen (PT), que em setembro registrou 3%, mas agora em outubro caiu para 2%. Já Jarbas Soster (Avante) e Jamyl Asfury (PSC) se intercalaram entre 1% ou 2% entre setembro e outubro.

Agora com relação a rejeição, os números dos candidatos não apresentaram mudanças significativas. Enquanto em setembro, Zen marcava 22%, em outubro o petista ficou com 21%. Já Bocalom caiu dos 17% para os 16% e Socorro saiu dos 16% para 15%, se consolidando no “pódio” dos mais rejeitados. Enquanto Minoru e Zen marcaram 6%, cada, atualmente, variam pouco, o emedebista apresentou 7% enquanto o tucano manteve o mesmo número. Já Soster e Asfury continuaram variando entre 4% e 3% nos dois levantamentos. O item de rejeitar todos teve um decréscimo de 9% para 7%.e o item de não rejeitam nenhum também registrou queda de 10% para 9%. Em setembro, Não sabem ou não responderam marcou 5% e em outubro o mesmo item sofreu um acréscimo e chegou a 12%.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas