Conecte-se agora

Deputados voltam com vontade de brigar

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo.ac@gmail.com

O que seria um evento solene de abertura dos trabalhos do Poder Legislativo em 2012 se transformou num bate boca feroz entre os blocos de oposição e situação, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira, 1º de fevereiro.

A troca de farpas teve início após a leitura da mensagem governamental pela chefe da Casa Civil do Governo do Acre, Márcia Regina. Os oposicionistas criticaram a atual administração e o governador Tião Viana (PT), que teria chamado opositores de saqueadores de dinheiro público.

Os oposicionistas Major Rocha (PSDB) e Gilberto Diniz (PTdoB) afirmaram que os setores de saúde e segurança pública seriam precários e acusaram o pré-candidato do PT, Marcus Alexandre, de corrupção e desvio de dinheiro das obras da BR-364.

Em tom áspero, o primeiro secretário da Aleac, Ney Amorim (PT) rebateu os discurso de Rocha  e Diniz. “Eu nunca vi dois discursos tão irresponsáveis. Porque aquele Acre, citado pelos deputados de oposição, eu na conheço”, disparou Amorim.

O governista pediu a presença dos oposicionistas no plenário para que ouvissem seu discurso. “Não costumo falar de ninguém sem sua presença. Portanto, gostaria de pedir para o cerimonial convidar os deputados a comparecer no plenário”, pediu o petista.

Segundo Ney Amorim, Rocha costuma rotular os governos da FPA, de corruptos, assim como Gilberto Diniz, que para o petista desconhece totalmente a realidade do Estado.

“Sei que o desejo do nosso governador é resolver os problemas da segurança e saúde do nosso Estado. Neste ano, o PT vai responder da mesma forma os ataques que forem feitos nesta Casa. Do jeito que vier nos vamos responder”, afirma Ney Amorim.

De acordo com o parlamentar se a relação for de cordialidade, os oposicionistas irão ser tratados da mesma forma. Dando o tom do que será a disputa pela prefeitura de Rio Branco, Amorim comparou o embate a um jogo de futebol.

Quem conhece linguagem de futebol, sabe do que estou falando. “O jogo será igual ao da macaca. Do pescoço pra baixo tudo é canela”, mandou o recado em tom de ameaça aos opositores, o petista Ney Amorim.

“Estamos preparados para todo e qualquer debate nesta casa. Marcus Alexandre também foi citado como corrupto, mas ele não é o que a oposição diz. O Marcus é um jovem dinâmico, que desempenhou um  trabalho competente a frente da BR-364”, enfatiza Amorim.

Os assessores do governo que estiveram presentes ao plenário aplaudiram os discurso de defesa dos governistas Astério Moreira (PRB), Eber Machado (PSDC), Edvaldo Souza (PSDC) e Ney Amorim (PT).

Nos bastidores, as pessoas que assistiam à primeira sessão do ano, destacaram que o evento  virou um palanque politico para oposição e situação, que trocaram ataques e defenderam seus pontos de vista, sobre a política do Estado.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Candidato mostra buracos deixados em asfalto pela prefeitura

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Avante, o empresário Jarbas Soster, publicou um vídeo neste domingo, 25, mostrando a situação da rua Angico, localizada no bairro Chico Mendes, na capital acreana.

Segundo ele, dezenas de moradores reclamam diariamente por conta da condição da rua. Nas imagens, são mostrados vários buracos no asfalto, alguns com até 15 centímetros de profundidade, que ainda não receberam o restante dos serviços feitos pela equipe da prefeitura.

“Cavaram e faz semanas que não vem colocar o asfalto. As pessoas fazem manobras com risco muito alto de acidentes”, diz Soster no vídeo. “É assim que a prefeitura trabalha na periferia de Rio Branco”, completa.

O candidato afirma que o serviço foi largado no meio do caminho. “As pessoas aqui não tem apoio, assistência. Aqui o asfalto para chegar é a maior dificuldade do mundo”.

Soster alerta que a situação da rua oferece um perigo iminente de acidentes. “Vamos sair do centro da cidade, prefeitura, vamos para a periferia”, pede.

Veja o vídeo:

 

Continuar lendo

Acre

Casal morre ao colidir moto contra árvore em perseguição policial

Publicado

em

Um casal de acreanos morreu na madrugada deste domingo, 25, durante uma perseguição policial na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Samuel Assis Lima de Miranda, 26, e Beatriz Aguiar trafegavam em uma motocicleta modelo Fan 160 quando uma guarnição policial flagrou o casal na contramão da Avenida Jorge Teixeira e deu ordem de parada.

Segundo a polícia, o condutor Samuel não atendeu e seguiu em alta velocidade. A jovem ainda teria gritado para o homem parar, mas ele não atendeu.

A PM fez acompanhamento e uma perseguição foi iniciada. A polícia informou que Samuel entrou na Avenida Tiradentes, ainda em alta velocidade e nas proximidades da Avenida Rio Madeira acabou colidindo a moto em uma árvore. Ambos morreram no local.

A região em que as vítimas colidiram foi isolada e recebeu a presença da perícia criminal. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML).

Continuar lendo

Acre

Belo Jardim I recebe melhoria em infraestrutura e saneamento

Publicado

em

As enxurradas de comentários nos vídeos da série de reportagens que o ac24horas vem mostrando a situação nos bairros de Rio Branco. Revela ainda o interesse que a população da capital tem quando o assunto é investimento público.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, já visitou quase dez bairros nos últimos finais de semana, e tem destacado principalmente as necessidades que as regiões mais afastadas do centro estão tendo. Falta de água tratada, esgoto sanitário e recuperação de ruas é pauta base por onde chega o ac24horas.

Desta vez, o ac24horas foi até o bairro Belo Jardim I, onde a prefeitura está trabalhando e mudando a realidade precária de anos atrás.

Assista ao vídeo:

video

 

Continuar lendo

Acre

Jarbas cita operação da PF e Socorro diz que críticas só vieram depois que ele perdeu contrato com a prefeitura

Publicado

em

O clima fechou entre os candidatos à prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri e Jarbas Soster, neste sábado, 24, no debate do Diretório Central do Estudantes (DCE) acerca das obras que vêm sendo realizadas pela prefeitura de Rio Branco.

Jarbas criticou as obras de infraestrutura e citou a operação Assepsia que resultou em ação da Polícia Federal na prefeitura de Rio Branco.

Logo em seguida, Socorro cutucou o candidato e pontuou que ele só começou a fazer fiscalização dos recursos públicos, após a Prefeitura rescindir contrato com a empresa de Jarbas.

“Sob a minha gestão a prefeitura rescindiu o contrato de venda de massa asfáltica que seria realizado pela Emurb. A partir desse momento, Jarbas começou a fazer uma perseguição sistemática aos servidores e denúncias aos órgãos de controle. Essas denúncias estão sendo analisadas e apuradas e se restar comprovada qualquer uma delas, as responsabilidades serão atribuídas. A opinião de Jarbas não deve ser considerada como única e há outras opiniões que estão sendo apuradas”, retrucou.

Em resposta, Jarbas disse que a prefeitura é boa para criticar o que está errado e emitir notas de repúdio e salientou que sua empresa não depende da prefeitura, pois teria contratos em todas as esferas de poder.

“Todo mundo sabe que os serviços da prefeitura são de péssima qualidade e é criminoso o que estão fazendo com os recursos públicos. Recentemente estavam fazendo um serviço no Belo Jardim usando sebo de boi derretido. Há fraude e desvios de recursos públicos. Nossas empresas têm contratos com todas as esferas e nós não dependemos da prefeitura”, alegou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas