Conecte-se agora

Sibá diz que indicação de nome de candidatura a prefeitura de Rio Branco sairá de PCdoB ou PT e exclui partidos “nanicos”

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo.ac@gmail.com

O consenso tão propalado dentro da Frente Popular está distante. Assim como nos partidos de oposição, a questão da escolha do representante da coligação de maior longevidade na história política do Acre, para disputar à prefeitura de Rio Branco não será tarefa das mais fáceis no atual cenário político. Foi o que ficou evidente na entrevista do deputado e ainda, pré-candidato, Sibá Machado (PT), no programa Gazeta Entrevista, da TV Gazeta, na noite de quinta-feira, 26.

Mesmo correndo o risco de se tornar ficha suja, por uma acusação de improbidade que foi ressuscitada da época em que foi gestor da extinta Emater, Sibá Machado não negou a possibilidade de manter sua pré-candidatura. “Em outubro do ano passado, mantive reuniões com o presidente nacional do PT, Rui Falcão. Ficou certo ainda, de em janeiro fazer uma conversa com o governador Tião Viana”, revela.

Sinalizando com a possibilidade de desistir da pré-candidatura, o deputado federal disse que, “na conjuntura atual, a unidade do PT vem em primeiro lugar. Em segundo lugar a união da Frente Popular. O espírito é de muita unidade, deveremos ter um consenso depois do carnaval, mas estou propenso a uma desistência, desde o início. O que quero dizer é que me preparei muito para esta missão, acredito que acumulei conhecimento e informações para ser o candidato”.

Demonstrando que sua desistência seria cartas marcadas, Sibá destacou que um candidato não pode entrar em um processo eleitoral majoritário com o partido quebrado. “O processo já entra truncado na origem, é um problema juntar. Majoritária é diferente de uma candidatura proporcional. Na escolha da chapa majoritária, o que está em jogo é um projeto como um todo. Tem a gestão, tem o pensamento da sociedade que precisa ser respeitado e tem a estrutura do projeto que está sendo colocada a prêmio”.

Questionado sobre a preferência dos irmãos Viana, a candidatura do diretor do Deracre, Marcus Alexandre e se ainda haveria prévias petistas, Machado afirmou que de acordo com as regras estabelecidas dentro do PT, se houver dois candidatos é obrigado acontecer à escolha entre os filiados. “Podemos apresentar o Marcus Alexandre, dentro do PT, mas se tiver dois nomes, a prévia é automática”.

Sobre o desempenho de Marcus Alexandre, nas pesquisas divulgadas até o momento e, sobre seu nome não constar nas intenções de votos, Sibá enfatizou que em alguns pleitos anteriores, candidatos saíram do zero nas pesquisas para a gloria na abertura das urnas. Em relação a confiança dos cardeais do PT em lançar um nome praticamente desconhecido da população, quando quase foram derrotados nas últimas eleições, Machado afirmou que a história seria diferente.

“É natural que exista um desgaste pelo tempo que a FPA está no poder, mas o modelo de governo adotado por Tião Viana, de contato direto com a população e o trabalho que vem sendo desenvolvido em seu mandato, é um dos elementos que vai representar muito junto a sociedade”, justificou.

O deputado falou ainda, da disposição de Perpétua Almeida (PCdoB) em manter sua pré-candidatura e afrontar a escolha dos dirigentes da FPA. Para Sibá, é legítimo que os comunistas reivindiquem espaço na coligação.

Revelando que os demais partidos que integram a FP seria apenas coadjuvante no processo político na cidade de Rio Branco, Machado deixou claro que “a decisão se dará entre PT e PCdoB. Os dois partidos são os mais antigos aliados da coligação. Assim como eu quero ser o candidato pelo PT, é compreensivo que o PCdoB queira apresentar o nome. O que não podemos ter na política é que não podemos abrir mão de nada”.

Ao final da entrevista, Sibá Machado foi apaziguador e disse que haverá união na escolha que for feita dentro da FPA. “Vamos resolver a questão, como sempre fizemos nestes 20 anos da coligação. Sempre chegamos ao consenso ao longo da história da Frente Popular. Acho que o PT respeita muito minha trajetória e acredito que logo depois do carnaval teremos o entendimento”.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Jarbas Soster apresenta plano de governo na Assermurb

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Avante, Jarbas Soster, participou de uma reunião com a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Rio Branco (Assermurb) nesta quarta-feira, 21, na sede do Sindicato.

Na reunião, Jarbas apresentou o seu plano de governo e as suas propostas para o transporte público, mobilidade urbana, saúde, educação, economia, infraestrutura e dentre outros assuntos.

A reunião serviu para Jarbas ouvir as reivindicações da classe para o quadriênio 2021/2024 acerca do Plano de Cargos e Carreiras (PCCR) dos servidores municipais.

Continuar lendo

Acre

Gladson conversa com membros do TJAC para aproximar poderes

Publicado

em

Numa tentativa de estreitar o relacionamento e aproximar os poderes, o governador Gladson Cameli dez uma visita de cortesia nesta quarta-feira, 21, aos membros do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC). O próprio judiciário confirma que o objetivo do encontro foi “aumentar o diálogo interinstitucional e também articular parcerias para aprimoramento dos serviços jurisdicionais”.

Durante o encontro, que contou com as duas equipes diretoras do TJAC, a atual e a eleita para os próximos dois anos, foi levantada a proposta de união dos esforços para transição de equipes e aprimoramento da prestação jurisdicional.

“Mais um registro da visita que fiz nesta quarta-feira no Tribunal de Justiça do Acre. Foi um encontro muito importante para estreitar o relacionamento e firmar parcerias com o poder judiciário”, disse Cameli. Na ocasião, Gladson falou de assuntos relacionados à administração do Judiciário acreano, especialmente, em relação às necessidades estruturais da Justiça do Acre.

O desembargador-presidente, Francisco Djalma, agradeceu a visita do governador e destacou as demandas do Judiciário. “A proposta dessa visita foi apresentar alguns projetos edificação, restauração de alguns prédios e o governador se dispôs a ajudar a implementar essas modificações”, disse.

Estiveram presentes o atual desembargador-presidente do TJAC, Francisco Djalma, e os desembargadores Laudivon Nogueira e Júnior Alberto, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça, respectivamente. Também estavam na reunião os magistrados eleitos para o Biênio 2021-2023, a desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro, e os desembargadores Roberto Barros, vice-presidente, e Élcio Mendes, corregedor-geral da Justiça.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 60 novos casos e nenhuma morte por Covid-19

Publicado

em

O boletim da Covid-19 desta quarta-feira, 21, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre registra 60 novos casos de contaminação pelo coronavírus no estado.

Com isso, o número de infectados subiu de 29.865 para 29.925 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 78.562 notificações de contaminação pela doença, sendo que 48.609 casos foram descartados, enquanto 29 amostra de RT-PCR estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 27.732 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 69 seguem hospitalizadas.

Nenhum óbito por Covid-19 foi notificado nesta quarta-feira, fazendo com que o número oficial de mortes pela doença continue 682 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam”, diz Daniel Zen

Publicado

em

O programa eleitoral do candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Partido dos Trabalhadores, Daniel Zen, desta quarta-feira, 21, falou acerca dos problemas que os moradores de Rio Branco vem enfrentando acerca do desabastecimento de água que tem se tornado um grande transtorno para a população.

Zen afirmou que pensou que poderia fazer uma campanha calma, mas afirmou que não dá para ficar calado ao escutar os relatos dos moradores de diversos bairros que vem enfrentando a falta de água em plena pandemia.

“Eu pensei que poderia fazer uma campanha calma, conversando com vocês, apresentando minhas propostas. Mas olha, não dá para ficar calado. A campanha leva a gente para as ruas e as pessoas vem falar com a gente. Não tá dando para comprar comida, não tem como comprar gás, arroz e carne nem pensar. Enquanto em plena pandemia a gente não tem água na torneira, nem para lavar a mão, o governador e a prefeita tão querendo vender o Depasa por uma mixaria. Isso é roubo gente. Esse povo ou não liga pra vida das pessoas ou ficou doido”, pontuou.

No vídeo, Zen relembra as gestões do PT e diz que “bem ou mal”, as coisas funcionavam na época do PT e que ninguém roubava as pessoas.

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam e ninguém roubava as pessoas. Olha, se o governador e a prefeita não dão conta de resolver esse problema, eu digo a vocês: devolvam o serviço de água e esgoto para o município! Comigo e Cláudio Ezequiel na prefeitura, a gente vai conseguir fazer muito melhor do que está fazendo hoje”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas