Conecte-se agora

Minha casa, Meu pesadelo!

Publicado

em

Jairo Barbosa

Quando recebeu sua casa no residencial Juarez Távora, no bairro Alto Alegre, em Rio Branco, a secretária Romília Santiago acreditava está realizando o sonho de milhares de famílias Brasil á fora: finalmente morar na casa própria.

O sonho virou pesadelo. No dia 30 de novembro do ano passado, ela e outros 255 contemplados receberam as casas construídas dentro programa Minha Casa Minha Vida. A nova moradora imaginava viver dias tranqüilos no novo endereço, mas não demorou muito para perceber os muitos problemas que a unidade habitacional apresenta.

Romília ocupa a casa 5 da quadra 29 do residencial, local que inunda toda vez que chove. A água escore por um pequeno barranco nos fundos da quadra e invade as casas. A calçada apresenta rachaduras.  Lá dentro, a moradora percebeu que faltavam vários acessórios que deveriam constar na casa, de acordo com o contrato.

O kit do banheiro não foi instalado e a parte de sustentação do telhado foi construído em madeira tipo compensado.

A moradora contou que ao perceber os problemas procurou a empresa responsável pela obra, de quem recebeu a orientação para mudar-se para um apartamento enquanto os reparos seriam realizados.

Passaram-se dois meses e até agora ninguém da empresa esteve no local para vistoriar a casa. Continuando com sua batalha para tentar amenizar o drama que enfrenta, Romília foi á Caixa Economica Federal, financiadora da obra, que disse a mutuaria que nada poderia ser feito.

Na ultima semana, a casa da mulher foi invadida pela água da chuvas duas vezes.

Empresa diz que não é responsável pelas inundações

O representante da MAV Construtora, empresa responsável pela obra, Renilsom Gomes,afirmou que a empresa mantém um escritório no local e que providenciou todos os reparos nas unidades nas quais os moradores solicitaram uma vistoria. No caso específico de Romília Santiago, ele informou que a moradora não compareceu no dia marcado para a vistoria por isso os serviços não foram feitos.

Perguntado sobre o problema de inundação das casas pela falta de uma parede de contenção, Gomes respondeu:

“A gente não é responsável por esse problema. A chuva vem e entra nas casas pela parte dos fundos porque o terreno é um pouco inclinado. Nos só temos responsabilidade pela estrutura física das unidades, só isso”, disse ele.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Acre tem 120 novos casos e uma morte por Covid-19 em 24 horas

Publicado

em

Após o Comitê Especial de Acompanhamento da Covid-19 anunciar que a região do Alto Acre voltou para a fase da laranja, os casos registrados nesta sexta-feira, 30, mostram que a pandemia está longe do fim.

Nas últimas 24 horas, o Acre registrou 120 novos casos da doença. Assim, o número de infectados subiu de 30.638 para 30.758 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 82.168 notificações de contaminação pela doença, sendo que 51.348 casos foram descartados, enquanto 62 amostras de RT-PCR estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 28.137 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 81 seguem hospitalizadas.

Mais 1 óbito foi registrado nesta sexta-feira, 30, sendo do sexo masculino, cujas iniciais são J.E.M., de 78 anos. Morador de Cruzeiro do Sul, o idoso deu entrada no dia 18 de outubro no Hospital Regional do Juruá, vindo a falecer nesta quinta-feira, 29, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 693 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

Tremor de terra é sentido por moradores de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Várias moradores afirmaram ter sentido um tremor de terra no início da tarde desta sexta-feira, 30, em Cruzeiro do Sul. Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, um forte terremoto de magnitude 7,1 atingiu o leste do Peru, perto da fronteira com o Brasil.

O epicentro foi localizado 300 quilômetros a noroeste da cidade de Puerto Maldonado. O tremor foi muito profundo, a 570 quilômetros abaixo do solo, em uma região florestal.

Por meio das redes sociais, dezenas de internautas cruzeirenses manifestaram dúvidas quanto a terem sentido a terra tremer, entre eles, o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro. “Agora um tremor de terra na nossa amada cidade. Alguém mais sentiu balançar?”, indagou.

Continuar lendo

Acre

Casa quase é invadida pela água da chuva e esgoto na Capital

Publicado

em

A forte chuva que caiu durante toda a manhã desta sexta-feira, 30, em Rio Branco causou verdadeiros estragos no bairro Tancredo Neves. Moradores compartilham vídeos dos transtornos provocados pela falta de sistema de drenagem. Uma moradora da Travessa São José enviou um vídeo ao ac24horas em que mostra sua casa quase invadida pela água da chuva e do esgoto.

No vídeo, a moradora conta que reside no bairro há 24 anos e que em toda forte chuva ela e a sua família tem que passar por esse tipo de situação.

“Aqui está a realidade e moro aqui há 28 anos. Aqui dentro do meu quintal passa um esgoto de fossa, passa por aqui todo o tipo de bicho peçonhento e cai aqui dentro da minha casa. Toda a vez que ocorre uma chuva desse tipo acaba acontecendo esse tipo de coisa”, relatou a moradora angustiada.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre

Cenários do Ibope colocam Minoru vencendo todos no 2º turno e Bocalom e Socorro Neri empatados

Publicado

em

Divulgado na manhã desta sexta-feira, 30, pela afiliada da Rede Globo no Estado, a TV Acre, a simulação do 2º turno da pesquisa Ibope, que apontam a preferência dos eleitores de Rio Branco na disputa pela Prefeitura de Rio Branco.

Segundo o levantamento, o candidato Minoru Kinpara (PSDB) ganharia de Tião Bocalom (Progressistas) e de Socorro Neri (PSB) em todos os cenários no 2º Turno.

Agora, num terceiro cenário, com Kinpara de fora, Bocalom e Socorro Neri empatariam, ou seja, não se sabe quem venceria. No 1º cenário, Kinpara fica com 48% e Socorro Neri 38%. Branco e nulos 8% e sem resposta ou não responderam 1%.

No 2º cenário, Minoru Kinpara registra 49% e Tião Bocalom 39%. Brancos e nulos. 11%, nenhum respondeu e registrou 1%. No 3º cenário, Socorro Neri e Tião Bocalom, ambos com 42%. Brancos e nulos registraram 14% e nenhum respondeu 1%.

Segundo o Ibope, a margem de erro da pesquisa é de 4% e o nível de confiança é de 95%. Foram ouvidas 504 pessoas entre os dias 27 e 29 de outubro. A pesquisa foi registrada no TRE sob o número AC-04206/2020.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas