Conecte-se agora

Acre tem mais de 2.500 benefícios do Bolsa Família bloqueados pelo governo

Publicado

em

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que não receberam a transferência de renda este mês por falta de atualização cadastral têm até 29 de fevereiro para fazê-lo.  Eles tinham até 31 de dezembro do ano passado para alterar os dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal sem que houvesse bloqueio. Agora, precisam procurar as prefeituras de seus municípios para atualizar as informações, a fim de que possam voltar a receber os recursos do Bolsa Família.

O bloqueio de benefício atingiu 729 mil famílias em todo país. As famílias que atualizarem as informações até 29 de fevereiro terão seus benefícios desbloqueados e poderão sacá-los no mês seguinte. Caso contrário, o pagamento será cancelado.

Neste momento, os beneficiários dos municípios afetados pelas enchentes em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e Espírito Santo, cujas prefeituras decretaram estado de emergência ou calamidade pública, não terão o recurso bloqueado, desde que haja autorização do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Ainda assim, as famílias dessas localidades precisam fazer a atualização cadastral, procurando o gestor municipal o mais rápido possível.

A atualização cadastral periódica é um dos mecanismos de controle do programa de transferência de renda, que atende 13,3 milhões de famílias. Mudança de endereço ou de renda, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar e composição familiar são informações fundamentais para a boa gestão do programa. É necessário, segundo o MDS, que esses dados retratem a realidade dos beneficiários para garantir o aprimoramento do Bolsa Família.

O processo de revisão cadastral ocorre anualmente desde 2009. Ele é feito pelos municípios e Distrito Federal para todas as famílias que completam dois anos sem atualização ou confirmação em seus cadastros, conforme prevê o Decreto nº 6.135 de 2007.

Recursos – O MDS apoia as ações de gestão do programa nos municípios com repasse mensal de recursos e também com informações técnicas para que esse processo ocorra sem transtornos. No início de cada ano, o ministério identifica todas as famílias com cadastros sem atualização nos últimos dois anos. Essa relação é colocada à disposição dos gestores no Sistema de Gestão Integrada do Programa Bolsa Família.

Os recursos repassados mensalmente aos municípios podem ser empregados na atividade de revisão cadastral. As famílias identificadas na listagem recebem avisos em seus extratos bancários de pagamento. Caso não façam a atualização e tenham os benefícios bloqueados, nova mensagem é encaminhada pelo extrato, orientando a família a procurar a gestão municipal.

Para ser atendida pelo programa, a família deve ter renda por pessoa de até R$ 140/mês. Os valores dos benefícios variam de R$ 32 a R$ 306, de acordo com o perfil de renda e o número de integrantes da família. São transferidos a essa população cerca de R$ 1,5 bilhão por mês. Para garantir o benefício, as famílias precisam manter os filhos na escola, a agenda de saúde em dia e atualizar seus dados, como renda, número de integrantes, endereço e escola dos filhos, pelo menos a cada dois anos.

Revisão Cadastral

Estados

Famílias com benefícios bloqueados

Acre

2.567

Alagoas

29.019

Amapá

2.867

Amazonas

13.308

Bahia

76.516

Ceará

49.363

Distrito Federal

16.036

Espírito Santo

12.102

Goiás

17.370

Maranhão

41.661

Mato Grosso

8.339

Mato Grosso do Sul

8.066

Minas Gerais

65.279

Pará

26.092

Paraíba

23.052

Paraná

28.428

Pernambuco

55.880

Piauí

21.249

Rio de Janeiro

51.070

Rio Grande do Norte

15.139

Rio Grande do Sul

31.211

Rondônia

6.810

Roraima

2.385

Santa Catarina

9.860

São Paulo

102.035

Sergipe

8.485

Tocantins

4.828

Brasil

729.017

 

Com informações do MDS

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Cotidiano

Mulher é presa ao tentar entrar com 33 comprimidos de maconha em presídio

Publicado

em

Policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) prenderam na manhã deste domingo, 25, uma visitante que tentava entrar na Unidade Penitenciária Moacir Prado, em Tarauacá, com 33 comprimidos de uma substância aparentando ser maconha. As cápsulas foram encontradas dentro de uma caixa de suplemento alimentar que seria entregue ao neto da visitante.

A equipe de plantão informou que ao se apresentar para a revista social, a mulher portava consigo alguns remédios que seriam entregues ao preso visitado. Durante a revista, os policiais perceberam que as cápsulas de suplemento alimentar apresentavam formato estranho. Ao abrir, os profissionais identificaram a substância entorpecente.

Diante do ocorrido, a visitante foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil do município, juntamente com o material ilícito, para a realização dos procedimentos cabíveis. No âmbito da unidade, um procedimento administrativo será aberto para apuração dos fatos.

Continuar lendo

Cotidiano

Após sair da Universal, Andressa Urach recebe convite para participar do Big Brother

Publicado

em

Andressa Urach voltou a ser assunto neste final de semana após surgir nas redes sociais detonando a falsidade que existe dentro das igrejas. Ela mostrou que estava aderindo ao antigo visual. Ela colocou megahair, usou maquiagem e até pintou as unhas de vermelho.

Em entrevista, Andressa Urach explicou sua saída da Igreja Universal: “Descobri que eu não tenho o chamado para ser pastora. A única coisa que quero fazer é ser uma pessoa normal e buscar me tornar um ser humano melhor do que aquele que fui ontem. Não sou perfeita e nunca serei”.

Bastou ser divulgada a notícia que Andressa Urach saiu da IURD para que soltassem a informação que a mulher recebeu convite para participar da próxima edição do Big Brother Brasil. Quem deu a notícia com exclusividade foi o colunista Erlan Bastos, do UOL.

Andressa Urach recebeu o convite oficialmente no valor de R$ 40 mil como cachê. A próxima edição vai repetir o que deu certo na edição anterior, juntar famosos e anônimos. Vale lembrar que a loira ficou famosa após sua participação polêmica em A Fazenda 12.

A famosa ainda não respondeu se aceita ou não participar do BBB. A única recusa de Andressa Urach vem sendo justamente o valor do cachê, R$ 40 mil. Todos os participantes são forçados, por conta do contrato que assinam, a negar que estarão no programa da Globo.

Fonte: TV FOCO 

Continuar lendo

Cotidiano

“Democratas de araque e conveniência”, diz Bittar após exclusão de Duarte de debate

Publicado

em

O senador Márcio Bittar (MDB) usou as redes sociais para repudiar a decisão do Diretório Central dos Estudantes (DCE) em retirar os candidatos à Prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte (MDB) e Jamyl Asfury (PSC) do debate, que ocorre logo mais à noite deste sábado (24), às 19h, e será transmitido ao vivo pelo YouTube.

Bittar classificou o debate como uma “fraude” e criticou a organização pela exclusão do seu correligionário Duarte, que está entre os quatro melhores avaliados nas pesquisas à prefeitura de Rio Branco

“O que vai acontecer na Ufac não é debate, e sim uma fraude!. Uma fraude assustadora, que acontece num ambiente acadêmico que é pago por milhares de brasileiros”, afirmou.

Em outro trecho, Bittar fez duras críticas ao DCE e chamou a instituição de esquerda e comunista. Bittar se disse assustado com a postura dos outros candidatos em aceitarem a exclusão de Duarte e de Jamyl.

“Nós gastamos 6% do PIB nacional com a educação e temos uma educação que está entre os 20 piores países do mundo. E como tal, o DCE que deve ser todo de esquerda e comunista exclui o Roberto Duarte que está entre os quatro bem avaliados a prefeito de Rio Branco. E o mais assustador é ver os outros candidatos aceitarem isso! E entre os outros candidatos há um ex-reitor e uma ex-pró-reitora e eu me pergunto como os outros candidatos aceitam participar daquilo que eu afirmo, é uma fraude assustadora. Democratas de araque e conveniência!”, disparou.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Cotidiano

Motociclista cai, sofre parada cardíaca e vai parar em estado grave no Pronto-Socorro

Publicado

em

O motociclista Luiz Pedro da Costa Neto, de 37 anos, ficou gravemente ferido após cair do veículo no Ramal do Gurgel, localizado no bairro Amapá em Rio Branco

De acordo com informações de populares que presenciaram o acidente, Luiz estava trafegando na moto pelo ramal quando perdeu o controle da direção e caiu ao passar por uma lombada.

Com a queda, o motociclista bateu a cabeça e desmaiou. Uma ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

Segundo o médico do SAMU, Luiz Pedro sofreu uma parada cardíaca, foi reanimado e encontra-se em estado de saúde grave.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito Detran estiveram no local e isolaram a área para o trabalho de perícia. A moto foi removida e encaminhada ao pátio do Departamento de Trânsito.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas