Conecte-se agora

Pau que dá em Chico…

Publicado

em

Dirigentes da oposição começaram uma campanha de queimação de boca em boca contra o ex-deputado federal João Correia (PMDB), de que está atacando as lideranças oposicionistas, como bônus por seus parentes terem ganhado obras no governo via empresário ligado ao PT. Perguntei se tinham provas. Resposta: “não, mas o pau que dá em Chico dá em Francisco”.

“Temos o direito”
E justificaram a versão, que vai virar panfleto: “ele não se dá o direito de disparar ataques pessoais contra o PMDB e aliados, então, temos o direito de crer que recebe bônus do PT”.

Faz o jogo sim
Divulgo a versão, pois, não brigo com a notícia. Eu não creio nisso, o João está revoltado com o breque de sua candidatura no PMDB, mas, que com seus ataques agrada o PT, isso agrada!

Raciocínio simplório
A queixa de Correia é que o senador Petecão (PSD) fez ingerências no PMDB ao impor a candidatura de Fernando Melo (PMDB) à PMRB. Ora, se fez isso, o PMDB permitiu, óbvio!.

Ele sabe disso
O João Correia é um moço inteligente. Sabe que sempre foi visto no PMDB como um “enfant térrible” e que a cúpula do seu partido jamais o deixaria ser candidato em qualquer hipótese.

Água e vinhos
Na gestão Binho os marceneiros eram tratados como párias da ecologia. No governo Tião a coisa mudou, como incentivo, toda produção da categoria hoje é comprada pelo Estado.

Articulador principal
A mudança de mentalidade foi resultado de um trabalho do secretário Edvaldo Magalhães.

Erro de avaliação
Qualquer candidatura á PMRB com rejeição por posições doutrinárias conflitantes com o pensamento evangélico bate num teto e não ganha eleição, erra quem avaliar o contrário.

Mas derrota
A comunidade evangélica não tem força para eleger o prefeito da Capital, mas com certeza tem para desinteirar uma eleição. Esse inclusive é um quesito em avaliação na cúpula do PT.

Pescando nomes
A oposição também está pescando um nome para vice de suas chapas a prefeito

Para não acirrar
Na plenária de hoje do PT a sucessão municipal não será discutida. Apenas o governador Tião Viana usará a palavra para fazer um balanço de sua gestão para evitar se debater as eleições.

Samba atravessado
A semana foi tumultuada pela reunião feita pelo deputado Eduardo Faria (PCdoB) com dirigentes dos “nanicos”, numa trombada com o PT, atravessando o samba na avenida.

Papo furado
Quem ligou ontem indignado foi o presidente do PTC, Afonso, negando versão da deputada federal Antonia Lúcia (PSC) na coluna de que, o PSDC ficaria sob a órbita de sua influência.

Ela mentiu
“Ela mentiu, não teve acerto com a nacional do PSDC, que no Acre não mudará de direção: o PSDC não está á venda, não é PTC e PRB, adquiridos por ela”, disparou Afonso.

Nota oficial
A direção nacional do PSDC mandou nota ratificando a permanência de Afonso no comando.

Só firulas
Enquanto o PT não anunciar o nome do seu candidato a prefeito da Capital tudo ficará parado em termos de sucessão municipal, haverá uma firula aqui e outra ali e nada mais.

Que safra!
Safrazinha medíocre de prefeitos a atual! Agora é o Tião Mendes (PSB), de Manuel Urbano, encrencado com o TCE. O prefeito anterior, “Manoel da burra”, foi outro desastre.

Não gosta
Esse puxa-encolhe no PT de Brasiléia na definição do candidato a prefeito tem um referencial: a prefeita Leila é excelente gestora, mas politicamente é um elefante numa casa de louças.

Binho de saia
Não é sem razão que é chamada “Binho de saia”: boa na gestão é péssima na política.

Pesquisa saindo
Pesquisa de opinião pública sobre a eleição na Capital deverá ser publicada hoje em jornal da Capital. Resultado sem mudanças, Tião Bocalon (PSDB) aparece como favorito consolidado.

Para reflexão
Uma importante figura do PT ligou para pedir a inserção de uma reflexão: “nenhuma candidatura da FPA ganha a eleição sem a simpatia do maior eleitor, Tião Viana”.

Chamando para briga
O  “Lhé”, procurou emissoras de televisão propondo um debate com ele nos programas de entrevistas sobre os palestinos, e elegeu o adversário: deputado Astério Moreira (PRP).

Sonho
“Eu ainda vou convencer o Astério que os vilões são os judeus e não os palestinos.”, vaticinou.

Sair da mesmice
Na minha avaliação o maior tento do Tião no seu primeiro ano foi não pensar pequeno e partir para metas ousadas como diversificar a produção e buscar a industrialização do Estado.

Ações do atraso
Não se cresce um Estado apostando no extrativismo de seringais nativos falidos.

Colesterol alto
Quer dizer que o RIO BRANCO está importando um técnico da segunda divisão do campeonato paraense? Assim meu colesterol sobe ao pico, meus bons amigos Àden Araujo e Bruno Paiva!.

Pesquisa é momento
Mais uma pesquisa na rua. Estamos há 10 meses da eleição. Pesquisa registra um momento. As campanhas não estão nas ruas. Quem estiver na frente não comemore com o “já ganhou” e quem aparece mal não se desespere com o “já perdi”. E até porque o resultado da última eleição desmoralizou alguns institutos de pesquisas comumente usados para aferir a Capital.

Por Luis Carlos Moreira Jorge

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas