Conecte-se agora

Partido do senador Petecão ganha 66 cargos na Câmara

Publicado

em

Na última sessão de votação do ano, realizada nesta quarta-feira (14), a Câmara dos deputados aprovou projeto criando 66 cargos de funções comissionadas para atender a estrutura do Partido Social Democrático (PSD), ao custo de R$ 10 milhões ao ano.

No Acre, o partido é liderado pelo senador Sérgio Petecão. De acordo com a resolução, os novos cargos criados nesta quarta-feira serão extintos ao término da atual legislatura.

Edmilson Alves, de Rio Branco-AC
[email protected]
Redação de ac24horas

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Gerlen rebate Edvaldo sobre TCE: “sua choradeira não tem argumento”

Publicado

em

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Gerlen Diniz (Progressista) condenou a postura do deputado do PCdoB, Edvaldo Magalhães, quanto à nomeação do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

O progressista elencou os passos dados para a decisão da Assembleia Legislativa quanto à rejeição de Maria de Jesus para ocupar a vaga no TCE. “Essa sua reclamação não tem fundamento”, disse Diniz.

“Pare de atribuir a nós parlamentares qualquer culpa. Que saia justa é essa? Estamos aqui aguardando um nome indicado pelo Poder Executivo iremos avaliá-lo mais uma vez”, explicou. “Sua choradeira não tem fundamento” frisou Diniz.

O comentário do líder foi referente ao comentário de Magalhães que afirmou que a Aleac passa por uma saia justa ao ter rejeitado o nome de Maria de Jesus para vaga de conselheira.

Decisão

A desembargadora Regina Ferrari, do Tribunal de Justiça do Acre, deferiu parcialmente o pedido de liminar do mandado de segurança coletivo impetrado pela Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros Substitutos dos Tribunais de Contas (Audicon) que pleiteava a suspensão dos efeitos do decreto legislativo e também de proibir a indicação de qualquer pessoa estranha para o cargo de Conselheiro por parte do Governador Gladson Cameli e da Assembleia Legislativa do Estado do Acre.

Em sua decisão interlocutória na tarde desta segunda-feira, 21, a magistrada determina que a Assembleia Legislativa do Acre não realize qualquer aprovação de candidato, atual ou futura, para ocupar a 6ª vaga de cargo de Conselheiro junto ao Tribunal de Contas do Estado do Acre, até a análise meritória Colegiada, que deverá ser analisada pelo Pleno do Tribunal de Justiça, composto por 12 desembargadores.

Continuar lendo

Acre

Edvaldo diz que Aleac vive saia justa por causa da vaga do TCE

Publicado

em

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) usou o grande expediente da sessão virtual da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 22, para fazer referência à decisão da desembargadora Regina Ferrari, quanto a escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

“Isso não pode passar como se nada tivesse ocorrido. Só para lembrar: o TCE tomou uma decisão por unanimidade em torno do nome da conselheira Maria de Jesus para ocupar a vaga de José Augusto. Encaminhou sua decisão ao governador do Estado, que concordou e remeteu o pedido para a Aleac apreciar”, comentou Magalhães, completando que na hora da apreciação houve um “cavalo de pau” político no entendimento do poder e uma série de mobilizações foram feitas na véspera da votação e no dia da apreciação a maioria absoluta votou pela rejeição do nome da conselheira.

Segundo o comunista, a situação põe a “Aleac em uma saia justa”, pois segundo a decisão da magistrada, o Poder Legislativo não pode decidir nada até que o Pleno do TJAC julgue o mérito da ação.

Decisão

A desembargadora Regina Ferrari, do Tribunal de Justiça do Acre, deferiu parcialmente o pedido de liminar do mandado de segurança coletivo impetrado pela Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros Substitutos dos Tribunais de Contas (Audicon) que pleiteava a suspensão dos efeitos do decreto legislativo e também de proibir a indicação de qualquer pessoa estranha para o cargo de Conselheiro por parte do Governador Gladson Cameli e da Assembleia Legislativa do Estado do Acre.

Em sua decisão interlocutória na tarde desta segunda-feira, 21, a magistrada determina que a Assembleia Legislativa do Acre não realize qualquer aprovação de candidato, atual ou futura, para ocupar a 6ª vaga de cargo de Conselheiro junto ao Tribunal de Contas do Estado do Acre, até a análise meritória Colegiada, que deverá ser analisada pelo Pleno do Tribunal de Justiça, composto por 12 desembargadores.

Continuar lendo

Acre

Daniel Zen diz que Socorro Neri virou as costas aos aliados

Publicado

em

O deputado estadual e candidato do PT à Prefeitura de Rio Branco, Daniel Zen, usou as redes sociais nesta segunda-feira, 21, para falar a respeito do que aconteceu entre o PT-PCdoB-PSOL e o PSB de Socorro Neri.

Zen afirmou que todos eram aliados, mas com a derrota de Marcus Alexandre (PT) nas eleições de 2018, o PT viu Socorro Neri mudar e virar as costas aos aliados. Em sua argumentação, o petista falou acerca da extinção de secretarias importantes criadas pelo ex-prefeito e que foi varrida com reforma administrativa de Socorro Neri (PSB).

O petista contou que em duas oportunidades, uma com os partidos aliados e outra ele em reunião com Neri, ouviu dela que não a esperasse e que não discutiria política naquele momento. Nesse meio tempo, a imprensa noticiava uma aproximação dela com o governador Gladson Cameli.

“O que a prefeita fez com o PCdoB, foi o mesmo que já havia feito com nós do PT. A diferença é que ao perceber que já não éramos bem-vindos, nós pedimos pra sair. O PCdoB permaneceu fiel à coligação que ajudou a eleger, até que ela demonstrou que também não os queriam por perto”, argumentou Zen.

O candidato petista disse que escolher com quem quer caminhar é normal, mas “o que não dá é agir de forma sorrateira, com deslealdade e ingratidão”.

“Se negar a conversar e dizer que não quer a aliança ou romper com aliado fiel faltando minutos para iniciar uma convenção, isso aí foi uma grande falta de respeito”, afirmou Zen.

 

Continuar lendo

Acre

Quase 40 presos tentam fugir novamente de presídio da capital

Publicado

em

Uma tentativa de fuga foi registrada na noite dessa segunda-feira, 21, no Complexo Penitenciário de Rio Branco. Pelo menos 39 detentos empreenderiam fuga, não fosse a ação rápida dos policiais penais de plantão. Com os presos, foram encontradas sete cordas artesanais conhecidas como “teresas”, uma escada e uma chave artesanais, além de um simulacro de arma de fogo.

De acordo com a equipe da unidade, por volta das 18h40, o policial de plantão na guarita número 7 visualizou alguns presos no solário destinado ao banho de sol pavilhão “L”. Diante da situação, o operador chamou a atenção dos presos com comando de voz e realizou um disparo de advertência.

Com o barulho, alguns detentos retornaram para o interior do pavilhão, enquanto outros quatro presos já se encontravam na área externa do alojamento. Desta forma, com apoio de um segundo policial, mais dois disparos de advertência foram efetuados.
Via rádio os profissionais informaram sobre a tentativa de fuga no pavilhão “L” e foram prontamente atendidos pelo Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE), que prestou o devido apoio na contenção dos detentos.

Os policiais penais realizaram uma verificação de estrutura e identificaram que os detentos das celas 3, 4, 8 e 9 abriram o solário com uma chave artesanal. No total, 39 presos empreenderiam fuga. Durante a contagem, foi verificado que nenhum detento havia fugido e que os quatro que estavam do lado de fora já tinham retornado pelo mesmo buraco feito no solário.

Após a tentativa de fuga, os 39 detentos foram encaminhados para o isolamento preventivo e responderão a processo administrativo disciplinar para apurar a falta cometida.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas