Conecte-se agora

Prefeitura retira ventiladores de vapor da feirinha e deixa feirantes e clientes no calor

Publicado

em

No Mercado Municipal Elias Mansour, no centro de Rio Branco, feirantes que ocupam um dos espaços da área estão revoltados com a Secretaria de Agricultura que retirou os climatizadores existentes no local o que fez com que o espaço se tornasse uma “sauna”.

Na área cobertura do mercado, onde se revezam semanalmente setenta feirantes, havia dez clmatizadores, uma espécie de ventilador de teto que joga partículas de água para amenizar o calor. Há cerca de seis meses, a Secretaria de Agricultura retirou seis dos aparelhos que apresentaram problemas e os envio para manutenção. Dos quatro aparelhos restantes apenas um está funcionando, e não é suficiente para cobrir toda a área.

Ney Tavares, feirante no mercado disse que quando os climatizadores foram retirados, a SAFRA prometeu que seriam reinstalados em um curto espaço de tempo, mas até agora não foram  trazidos de volta.

“Já fazem mais de seis meses que estamos enfrentando o calor aqui. Eu sei que faz calor em toda parte, mas esses ventiladores pelo menos deixavam a temperatura mais amena aqui dentro. Por causa do calor nossas vendas caíram porque os clientes se afastaram daqui”, reclama.

O administrador do mercado, Francisco Nepumoceno admitiu a demora no conserto dos equipamentos mas justificou que a manutenção está atrasada porque ficou sob a responsabilidade de uma empresa paulista, que não tem representação no Acre. Ele disse que a Secretaria de Agricultura está aguardando o repasse uma verba para autorizar a manutenção.

“Infelizmente não depende da administração do mercado. A secretaria está acompanhando o pedido de manutenção. Os aparelhos foram enviados pra São Paulo e em breve serão colocados de volta. A situação de feirantes e clientes aqui vai melhorar com a revitalização do mercado que já começou. Peço um pouco mais de paciência a todos”, disse ele.

Jairo Barbosa – [email protected]
De Rio Branco para ac24horas.com

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Rio Branco completa 25 dias sem chuva e quase dois mil incêndios

Publicado

em

Baixa umidade do ar, diminuição no nível do Rio Acre e recordes de chamados de incêndios. Essas e outras problemáticas são enfrentadas atualmente na capital do Acre, Rio Branco, desde o início do período de estiagem em 2019. De acordo com o Corpo de Bombeiros, em apenas três meses – junho, julho e agosto, a cidade já registrou 1.918 acionamentos para incêndios ambientais na zona urbana.

O nível do Rio Acre na capital amanheceu nesta segunda-feira, 19, com 1,59 metros. A Defesa Civil Estadual informa que a última chuva na cidade ocorreu no dia 24 de julho. “Hoje está com 25 dias sem nenhuma chuva em Rio Branco e os chamados de incêndio aumentaram 148% no mês de agosto, com relação ao mesmo período do ano passado”, disse o Major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros. Chuvas rápidas em áreas isoladas, como as que caíram na tarde desta segunda, não são contabilizadas pelo órgão.

Hoje, a previsão meteorológica informou que em algumas regiões do estado a umidade do ar iriam atingir valores abaixo de 30%, número considerado crítico pela Organização Mundial de Saúde.

A baixa umidade tem relação direta com a incidência de queimadas. O coronel dos Bombeiros no Acre, Carlos Batista, disse que a situação é preocupante e que órgãos fiscalizadores já estão vigilantes. Segundo ele, cerca de 95% dos incêndios são causados pelo homem.

“Em relação ao mesmo período no ano passado, vimos que os focos intensificaram neste mês de agosto”, garantiu em entrevista a rádio Aldeia FM. Atualmente, as cidades em que mais foram localizados focos de calor pelos satélites foram: Rio Branco, Sena Madureira, Feijó e Tarauacá.

Continuar lendo

Acre

Erick Venâncio recebe homenagem do Conselho Nacional da OAB

Publicado

em

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre (OAB-AC), Erick Venâncio, recebeu nesta segunda-feira, 19, em Brasília, uma homenagem recebida da Diretoria do Conselho Federal da OAB.

Segundo ele, a homenagem se deu em razão de seu exercício do mandato de conselheiro Nacional do Ministério Público. Venâncio fez questão de “dividi-la” com toda a advocacia acreana.

“Ter o privilégio de gozar da confiança dos meus pares é o maior reconhecimento que posso ter. Espero ter acertado mais do que errei. Muito obrigado”, agradeceu o presidente da OAB aos colegas locais e a OAB nacional.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.