Conecte-se agora

Pleno do TJ Acre escolhe Juíza Maria Cezarinete como nova desembargadora da corte

Publicado

em

 Em Sessão Ordinária do Tribunal Pleno Administrativo, nesta quarta-feira (7), a Juíza Maria Cezarinete de Souza Augusto Angelim, foi eleita, pelo critério de antiguidade e por unanimidade dos votos, como nova desembargadora da Corte de Justiça do Acre.

A magistrada, que atualmente exerce a titularidade da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, assume a vaga deixada pela desembargadora Miracele Borges, aposentada compulsoriamente em 17 de julho deste ano, ao completar 70 anos de idade.

Da Sessão do Tribunal Pleno, presidida pelo desembargador Adair Longuini, estiveram presentes os desembargadores Eva Evangelista, Francisco Praça, Arquilau Melo, Feliciano Vasconcelos, Samoel Evangelista, Pedro Ranzi e Roberto Barros.

Ao receber os cumprimentos pela escolha, a Maria Cezarinete declarou sentir-se feliz e honrada, “porque é a coroação de uma carreira, de uma trajetória, chegar ao desembargo”.

A juíza também avaliou que a ascensão é uma circunstância natural da carreira na Magistratura. “Vejo com muita naturalidade essa ascensão e me sinto muito honrada pela confiança que foi demonstrada à minha pessoa pelos membros do Tribunal de Justiça, ao qual me curvo. o TJAC realmente é um Tribunal pequeno em termos numéricos, mas de uma sabedoria ímpar e que se impõe em dizer o direito na hora certa”, ressaltou.

Maria Cezarinete também agradeceu o apoio recebido do presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), juiz Marcelo Carvalho, e especialmente da sua família, tendo dedicado o novo título à sua mãe.

“Encerro hoje uma etapa em minha vida, ao mesmo que já me sinto com muita saudade, porque amo o que faço – sou juíza, morro juíza! Gosto muito da minha vara, onde estou há 20 anos, e agora terei que cortar o cordão umbilical, mas é um novo ciclo que se inicia. Agora passarei a ser juíza de Segundo Grau”, disse, por fim, a nova desembargadora do TJAC.

O presidente da Asmac também fez questão de felicitar a juíza. “Meus parabéns à Maria Cezarinete, escolhida pelo critério de antiguidade, a mais antiga juíza de nossa Magistratura. E ainda parabenizo o Tribunal, pela forma com que se manteve dentro dos princípios da administração pública, de forma bastante reta e firme nesta escolha”, afirmou Marcelo Carvalho.

Trajetória profissional

Maria Cezarinete Angelim nasceu em Rio Branco (AC), em 16 de outubro de 1955. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Acre e ingressou na Magistratura em março de 1988. É juíza titular da 2ª Vara Cível de Rio Branco há 20 anos.

Foi presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) no biênio 2003-2005. Também atuou como supervisora didática da Escola da Magistratura do Estado do Acre entre 1997 e 1999; diretora social da Asmac, de 1994 a 1996; e primeira vice-presidente da entidade, entre 2001 e 2002.

AGÊNCIA TJAC

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Daniel Zen diz que Socorro Neri virou as costas aos aliados

Publicado

em

O deputado estadual e candidato do PT à Prefeitura de Rio Branco, Daniel Zen, usou as redes sociais nesta segunda-feira, 21, para falar a respeito do que aconteceu entre o PT-PCdoB-PSOL e o PSB de Socorro Neri.

Zen afirmou que todos eram aliados, mas com a derrota de Marcus Alexandre (PT) nas eleições de 2018, o PT viu Socorro Neri mudar e virar as costas aos aliados. Em sua argumentação, o petista falou acerca da extinção de secretarias importantes criadas pelo ex-prefeito e que foi varrida com reforma administrativa de Socorro Neri (PSB).

O petista contou que em duas oportunidades, uma com os partidos aliados e outra ele em reunião com Neri, ouviu dela que não a esperasse e que não discutiria política naquele momento. Nesse meio tempo, a imprensa noticiava uma aproximação dela com o governador Gladson Cameli.

“O que a prefeita fez com o PCdoB, foi o mesmo que já havia feito com nós do PT. A diferença é que ao perceber que já não éramos bem-vindos, nós pedimos pra sair. O PCdoB permaneceu fiel à coligação que ajudou a eleger, até que ela demonstrou que também não os queriam por perto”, argumentou Zen.

O candidato petista disse que escolher com quem quer caminhar é normal, mas “o que não dá é agir de forma sorrateira, com deslealdade e ingratidão”.

“Se negar a conversar e dizer que não quer a aliança ou romper com aliado fiel faltando minutos para iniciar uma convenção, isso aí foi uma grande falta de respeito”, afirmou Zen.

 

Continuar lendo

Acre

Quase 40 presos tentam fugir novamente de presídio da capital

Publicado

em

Uma tentativa de fuga foi registrada na noite dessa segunda-feira, 21, no Complexo Penitenciário de Rio Branco. Pelo menos 39 detentos empreenderiam fuga, não fosse a ação rápida dos policiais penais de plantão. Com os presos, foram encontradas sete cordas artesanais conhecidas como “teresas”, uma escada e uma chave artesanais, além de um simulacro de arma de fogo.

De acordo com a equipe da unidade, por volta das 18h40, o policial de plantão na guarita número 7 visualizou alguns presos no solário destinado ao banho de sol pavilhão “L”. Diante da situação, o operador chamou a atenção dos presos com comando de voz e realizou um disparo de advertência.

Com o barulho, alguns detentos retornaram para o interior do pavilhão, enquanto outros quatro presos já se encontravam na área externa do alojamento. Desta forma, com apoio de um segundo policial, mais dois disparos de advertência foram efetuados.
Via rádio os profissionais informaram sobre a tentativa de fuga no pavilhão “L” e foram prontamente atendidos pelo Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE), que prestou o devido apoio na contenção dos detentos.

Os policiais penais realizaram uma verificação de estrutura e identificaram que os detentos das celas 3, 4, 8 e 9 abriram o solário com uma chave artesanal. No total, 39 presos empreenderiam fuga. Durante a contagem, foi verificado que nenhum detento havia fugido e que os quatro que estavam do lado de fora já tinham retornado pelo mesmo buraco feito no solário.

Após a tentativa de fuga, os 39 detentos foram encaminhados para o isolamento preventivo e responderão a processo administrativo disciplinar para apurar a falta cometida.

Continuar lendo

Acre

Brasiléia e Cobija reabrem Ponte da Amizade depois de seis meses

Publicado

em

Após seis meses de fechamento causado pela pandemia do novo coronavírus, a Ponte da Amizade, que liga a cidade acreana de Brasiléia à capital do departamento boliviano de Pando, Cobija, foi liberada para o tráfego entre os dois países. O ato de reabertura foi realizado nesta segunda-feira, 21.

A Ponte Internacional, que faz a ligação entre Epitaciolândia e Cobija, já está reaberta desde o último dia 11, depois de comerciantes, empresários e populações das três cidades fronteiriças fazerem fortes apelos pelo fim do bloqueio que promoveu crise econômica e social na região.

Naquela ocasião, a Ponte Wilson Pinheiro permaneceu fechada por decisão das autoridades locais em razão da falta de contingente das áreas de saúde e segurança pública para fazer o monitoramento nas duas passagens para o lado boliviano. Porém, passou a haver uma pressão também dos empresários de Brasiléia para a abertura da segunda ponte.

No ato de reabertura, os prefeitos Fernanda Hassem e Gatty Ribeiro, de Brasiléia e Cobija, afirmaram que restrições sanitárias continuarão, apesar da liberação do tráfego. Os dois lados terão barreiras que controlarão o acesso exigindo o cumprimento das normas impostas pelos dois países.

Na ponte internacional, entre Epitaciolândia e Cobija, o horário de funcionamento continua restrito ao período das 7 às 18 horas, nos dias úteis, e das 7 horas às 14 horas nos feriados e fins de semana. Na Ponte da Amizade, as regras e horários são os mesmos e a circulação é restrita aos residentes das três cidades.

Continuar lendo

Acre

Colegiado de vogais da Junta Comercial do Acre toma posse

Publicado

em

O presidente da Junta Comercial do Estado do Acre (JUCEAC), Jurilande Aragão, deu posse nesta segunda-feira, 21, ao novo colegiado de vogais para o quadriênio 2020/2024. O evento ocorreu na sede da autarquia, na avenida Antônio da Rocha Viana, Vila Ivonete, em Rio Branco.

Na ocasião, a empresária e contadora Nayara Maria Honorato Souza do Nascimento foi empossada como vice-presidente da Junta Comercial do Acre.

Os dois compõem o colegiado de vogais, órgão colegiado consultivo e de deliberação superior da JUCEAC, que é composto ao todo por 10 representantes de entidades de classe e do Governo Acre, tendo cada instituição direito a titular.

O colegiado de vogais, órgão de deliberação superior da Junta Comercial, tem entre suas atribuições a de julgar processos de decisão colegiada, os recursos interpostos das decisões definitivas, decidir sobre o assentamento dos usos e práticas mercantis, deliberar sobre a tabela de preços dos serviços da Junta Comercial e aprovar o regimento interno da Autarquia, bem como suas alterações.

As entidades que têm representação no colegiado de vogais são:

ACISA: Jurilande Aragão (Presidente), DREI: Nayara Maria Honorato (Vice Presidente), FEDERACRE: João Batista Fecury e Pedro Ferreira da Silva, FIEAC: Francisco Nailton Feitosa, FAEAC: Maria Do Socorro Nobre, OAB/AC: Ferdinando Faria Araújo, CORECON: José Idalécio de Souza Galvão, CRA/AC: Denilson Angelim Alves e CRC/AC: Theoelita da Silva Quindere.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas