Conecte-se agora

Deputados aprovam doação da fábrica de tacos proposta pelo governador Tião Viana

Publicado

em

A doação da Fábrica de Tacos de Xapuri, para a Agência de Negócios do Acre S.A. (ANAC), sociedade de economia mista formada por empresários locais e, de outros estados, proposta pelo governador Tião Viana (PT), foi aprovada em sessão extraordinária na tarde desta quarta-feira, 07, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

O projeto de lei nº 129 de autoria do poder executivo entrou em tramitação nesta semana no poder legislativo, provocando especulações da entrega do patrimônio do Estado avaliado em mais de R$ 38 milhões, para uma sociedade de empresários, onde o sócio majoritário seria o Governo do Acre.

Depois de um acalorado debate dos deputados de sustentação do governo e bloco de oposição, a doação que os oposicionistas classificaram como “privatização” foi aprovada por 14 votos a sete. O único deputado de oposição que votou favorável ao projeto de Viana foi o ex-petista Chico Viga, parlamentar do PSD do senador Petecão.

A empresa que atualmente é gerida pela Laminados Triunfo Ltda, passará a integrar o patrimônio da Anac. Os governistas continuam afirmando que o empreendimento continuará sendo controlado pelo Governo do Estado, mas os oposicionistas dizem que se trata de uma privatização sem retorno financeiro para o Estado.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Helicóptero e caminhão ainda não foram retirados do local

Publicado

em

Imagem captada pelo repórter Davi Sahid na noite deste domingo, 19

Já se passaram mais de 24 Horas do acidente entre o caminhão baú e o helicóptero Harpia 1, e o local está exatamente igual. Isso porque o local deve obrigatoriamente permanecer isolado até a chegada da perícia técnica, que deve chegar a capital acreana nesta semana.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, o caminhão como o helicóptero devem continuar no local até quarta-feira (23) ou quinta-feira (24) desta semana.

Segundo o Coordenador do Centro Integrado de Operações Área (CIOPAER) Maik Souza, uma equipe do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) 7, com base em Manaus (Amazonas) será destaca a capital acreana para realização da perícia técnica.

Continuar lendo

Acre

Duarte diz que Gladson tem que pedir intervenção federal

Publicado

em

“Em meio a uma onda de escalada da violência no Acre, o governador Gladson Cameli, precisa assumir que não dá mais conta de conter a violência e solicitar imediatamente Intervenção Federal na Segurança Pública do Estado do Acre”. Com essa declaração, o deputado Roberto Duarte (MDB) iniciou um debate nas redes sociais na tarde deste domingo, 19, após o Estado registrar 30 mortes violentas nos primeiros 19 dias de janeiro, a maioria ligada a guerra entre facções.

Duarte lembrou que em 2019 o Governo do Estado nomeou o Secretário de Segurança e Justiça, Coronel Paulo César, que afirmou que precisava apenas de 10 dias para devolver a sensação de segurança aos acreanos. “Apresentaram números que fundamentava uma suposta redução da violência por diversas vezes, mas infelizmente, o que pudemos acompanhar foi a mudança de comando da Polícia Militar 3 vezes e a troca do Delegado Geral de Polícia Civil por 2 vezes, e mesmo assim, a situação só piorou”, explicou o parlamentar afirmando que “o crime organizado praticamente tomou o controle dos municípios”.

“Por tudo isso, não vejo mais saída, senão, solicitar Intervenção Federal na Segurança Pública do Acre, pois durante o período de intervenção, as Forças Armadas poderão realizar uma série de ações para coibir o crime organizado e promover a segurança no Estado, assim como foi feito no Rio de Janeiro”, argumentou Duarte, destacando que a Constituição prevê o uso do instrumento de intervenção nas seguintes situações: para manter a integridade nacional, para repelir invasão estrangeira ou de uma unidade federativa em outra, para pôr termo a um grave comprometimento da ordem pública e para reorganizar as finanças de uma cidade.

“Precisamos urgentemente do Exército e da Força Nacional de Segurança Pública nas ruas dos bairros das nossas cidades. Precisamos trazer de volta à nossa população a sensação de segurança que já não temos há muitos e muitos anos”, frisou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas