Conecte-se agora

Moradores do Ivete Vargas estão aterrorizados com onda de assaltos com reféns

Publicado

em

O assalto com reféns ocorrido na madrugada desta terça-feira, 06, no bairro Ivete Vargas não é um ato isolado na localidade. Depois de mais uma família ser vítima da ação de criminosos, populares resolveram abrir o verbo e denunciar a febre de assaltos com refém, que vêm tirando o sono dos moradores que pedem socorro as autoridades de segurança do Estado.

Ivete Vargas é um bairro relativamente próximo ao centro de Rio Branco, mas nem pela facilidade de acesso que oferece as viaturas policiais, tem escapado dos assaltos, arrombamentos e das cobranças de pedágio aos moradores em algumas ruas. O martírio dos moradores começa por volta das 18h, quando os populares se trancam em suas casas.

Moradores que temem ser identificados pelos criminosos que circulam nas ruas do Ivete Vargas afirmam que os bandidos perderam o medo e entram com naturalidade em quintais e ronda as casas a procura de uma maneira para adentrar e praticar os roubos, que muitas vezes ocorrem com extrema violência, mas se tornaram parte do cotidiano do bairro.

Na madrugada de hoje, um assalto realizado com requintes de crueldade com a participação de um menor de idade, terminou com perseguição policial e troca de tiros e dois suspeitos presos. Três criminosos armados entraram em uma residência fizeram a família refém e levaram dinheiro, um carro e duas TVs de LCD, deixando as vítimas amarradas.

Uma das vítimas conseguiu escapar e avisar policiais militares, que perseguiram os criminosos até o ramal do Sinteac, no bairro Floresta. Os acusados entraram na mata e trocaram tiros com a polícia, que capturou um dos bandidos que portava o dinheiro roubado. O ex-presidiário André Lucas Fidelis Soares, 26, foi detido na ação dos PMs.

No início da tarde, mais um acusado foi preso pela Polícia Militar. O suspeito tem apenas 16 anos foi capturado quando saia da mata, depois de horas do cerco policial. O terceiro acusado ainda não identificado conseguiu escapar, mas segundo informações de policiais, já existem algumas pistas que podem levar a prisão do terceiro integrante da quadrilha.

Os moradores do Ivete Vargas estão organizando um grupo de moradores para pedir providências às autoridades de segurança. De acordo com os populares, as pessoas não podem sair de suas casas, depois das 18h, mesmo que seja um caso de emergência, já que os criminosos abordam as pessoas nos portões para praticar os assaltos.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas