Conecte-se agora

Germano diz que novo texto da deputada Marta Suplicy (PT-SP) é estratégia contra ego fundamentalista

Publicado

em

A polêmica em torno da criminalização da homofobia volta a ocupar lugar de destaque no parlamento. No Acre embora o líder do governo, deputado Moisés Diniz [PCdoB] tenha pedido o esgotamento do debate, o bê-á-bá para conviver com a diversidade sexual ainda domina as rodadas políticas. Um dos representantes da bancada evangélica na Assembleia Legislativa do Acre, Pastor e deputado Denilson Segóvia, disse que é preciso um aprofundamento maior com relação à proposta que será votada nesta quinta-feira (08), na Comissão de Direitos Humanos do Senado. Por outro lado, Germano Marino, da Associação de Homossexuais do Acre (AHAC), diz que as mudanças feitas no texto, pela relatora Marta Suplicy (PT-SP) alteram a estrutura do projeto. “Mas é uma estratégia contra o ego de fundamentalistas”, acrescentou.

Ambos se referem à retirada do texto principal da punição de pessoas que fizessem discursos públicos contra gays, lésbicas, travestis e transgêneros. Em entrevista, Germano afirma que a mudança esvaziou o propósito fundamental da lei, mas ele ver como importante o passo para se ter legislação nesse sentido.

Defesa mais impetuosa é do movimento Sexo Diverso. Um dos integrantes, Marcelo Gallo, disse em entrevista a Agência Brasil, que “com a retirada desses pontos do projeto, a homofobia virou uma forma menor de discriminação. Não está equiparada às outras.

Gallo lembrou que a proibição de discursos públicos contra a prática homossexual não fere a liberdade de pastores e demais religiosos. “É preciso ter ética nas pregações”, afirmou.

O deputado Denilson Segóvia, da bancada evangélica na Assembleia Legislativa, disse que o novo texto contempla de alguma forma, o setor religioso. Ele defende mais aprofundamento ao debate.

– Acho que com o novo texto a gente vai convivendo, mas podemos avançar ainda mais nesse debate sem nenhuma discriminação – opinou o parlamentar.

Depois de aprovado na Comissão de Direitos Humanos, o projeto precisa passar pela Comissão de Constituição e Justiça. Se for alterado, retorna à Câmara dos deputados. Nessa movimentação, Germano Marino, acredita que sejam adequadas propostas que criminalize a homofobia.

No Acre, a mensagem nº 93 de 04 de novembro, assinada pelo governador Tião Viana, que submete a Assembleia Legislativa a criação do projeto de lei que “institui o Prêmio Estadual de Direitos Humanos”. E que prevê a premiação para entidades que desenvolvam programas, projetos e ações individuais nas garantias dos Direitos a Igualdade Racial, as populações de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT e a diversidade religiosa, não está na pauta do esforço concentrado dos parlamentares.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Domingo registra 15 novos casos e mais um óbito por Covid-19

Publicado

em

O Acre teve registro de apenas 15 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus neste domingo, 27. Assim, o número de infectados subiu de 27.859 para 27.874, nas últimas 24 horas. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), mais 1 óbito também foi confirmado.

A recente vítima fatal trata-se de um homem de 87 anos: F. P. B. F., morador de Cruzeiro do Sul, deu entrada no dia 23 de setembro no Hospital Regional do Juruá, e faleceu no sábado, 26, fazendo com que o número oficial de mortos pela doença suba para 657 em todo o estado.

O Acre, até o momento, registra 71.550 notificações de contaminação pela doença, sendo que 43.670 casos foram descartados. Seis testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 24.885 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 88 seguem hospitalizadas.

Continuar lendo

Acre

Jarbas Soster também visita e faz caminhada com moradores

Publicado

em

O primeiro dia de campanha eleitoral do candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Avante, o empresário Jarbas Soster, também foi de visita a moradores na capital acreana. Acompanhado do candidato a vice-prefeito, Afonso Fernandes, Soster teve agenda em três bairros e na zona rural.

Por volta das 10 horas deste domingo, 27, Jarbas fez uma reunião com moradores do polo Benfica. Às 13h foi a vez de se encontrar com moradores do bairro Apolônio Sales, onde ouviu as demandas da região.

Já logo mais às 17h, o candidato fará uma caminhada com a comunidade que reside nos bairros Belo Jardim I e II, na capital acreana. Haverá ainda um encontro com apoiadores a ser realizado na chácara Betel, localizada na estrada de Porto Acre.

Continuar lendo

Acre

Jamyl conversa e faz oração com moradores na capital

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Partido Social Cristão (PSC), Jamyl Asfury, também deu o pontapé inicial de sua campanha eleitoral neste domingo, 27, fazendo visita à casa de vários moradores da capital acreana. Ao lado da vice-candidata, Vanda de Paula, e de sua esposa, Sandra Asfury, esteve em pelo menos três bairros.

Algumas famílias nos bairros Sobral, Tancredo Neves e Estação Experimental foram visitadas pelo candidato, que também estava acompanhado de apoiadores candidatos à Câmara Municipal.

“Iniciamos nossa caminha à prefeitura de Rio Branco, com um período de oração na casa de minha mãezinha na fé a Missionária Iracema, junto com outros amigos. Depois fizemos caminhada na Sobral. Obrigado pelas orações e apoio à nossa candidatura”, escreveu Asfury.

Continuar lendo

Acre

Socorro Neri dá início à campanha nas redes sociais pedindo apoio

Publicado

em

A professora e candidata à reeleição a prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), iniciou neste domingo, 27, a campanha eleitoral nas redes sociais. Ao contrário de outros candidatos que preferiram ir às ruas, Neri, que tem o advogado Eduardo Ribeiro, deu o pontapé da propaganda pela coligação União Por Rio Branco na internet.

“Hoje iniciamos um novo desafio. Quero convidar você que me acompanha nas redes sociais a participar comigo desse momento, ideal para debatermos a nossa cidade, para pensarmos juntos o que nós podemos fazer, com as condições que temos, para melhorar Rio Branco”.

A coligação da candidata à reeleição pela prefeitura de Rio Branco tem o PSB, PDT, Democratas, Solidariedade, Podemos, Partido Verde, Pros e PTC. “Rio Branco é o nosso grande lar. Me siga nas redes sociais e acompanhe comigo minhas sugestões, apontem os caminhos, vamos fazer juntos esse bom diálogo”, pediu.

Segundo Neri, esse momento eleitoral serve para pensar no que Rio Branco precisa para “se tornar a cidade que todos nós queremos para viver”.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas