Conecte-se agora

Moradores do São Francisco reclamam da trafegabilidade nas proximidades da ponte e RBtrans promete atender pedidos da população

Publicado

em

Em Rio Branco (AC), quem acessa o bairro São Francisco através do Bosque, passando pela ponte, logo se depara com um trânsito hostil, ruas estreitas, falta de faixa de pedestres, calçadas em péssimas condições e ausência de parada de ônibus.

“Aqui os acidentes são quase que diários. Os carros só passam em alta velocidade e à noite é muito escuro”, disse a estudante Janaina Cardoso.  Já o aposentado João Henrique sugere a implantação de redutores de velocidade: “Eles [Poder Público] teriam que colocar lombadas para evitar a irresponsabilidade de pessoal que dirige”, disse.

Através de e-mail enviado a redação, o morador Dhonathan Moura tenta resumir a situação vivenciada: “Falta de sinalização, faixas de travessia, na ponte não existe sinalização, sempre há acidente por esse motivo, não há aviso sobre a ciclovia, a ponte tem uma elevação que causa centenas de acidentes, já tivemos mortes, postes derrubados, casas invadidas por carros, excesso de velocidade, uma total falta de respeito com os moradores e com a comunidade em geral”, relata.

Aos que precisam esperar pelo ônibus, resta arriscar-se sobre uma calçada que às vezes é confundida, por alguns motoristas, com o próprio asfalto.

Na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), a reportagem foi recebida pelo diretor do órgão, Ricardo Torres, que prometeu atender, já em dezembro, algumas demandas dos moradores. A sinalização do local será uma das primeiras medidas a serem executadas. “A questão da lombada após a ponte, próximo ao residencial Green Garden, já estava programada para dezembro, pois tínhamos conhecimento dessa necessidade através do presidente da associação dos moradores do bairro”, esclareceu.

Contudo, o superintende Ricardo Torres comprometeu-se a realizar uma visita ao local e ouvir os moradores. “Vamos analisar a necessidade de se instalar a segunda lombada”, disse ao explicar que uma ladeira que dá acesso à ponte já serviria como redutor de velocidade. Mas alguns moradores enxergam a decida da ladeira como uma espécie de convite a aceleração dos veículos.

Na visita que pretende fazer ao local, Torres ainda se comprometeu a avaliar a construção de uma parada de ônibus, encaminhar a demanda de iluminação e a implantação de calçadas aos respectivos setores responsáveis da prefeitura.

Edmilson Alves, de Rio Branco-AC
[email protected]
Redação de ac24horas

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas