Conecte-se agora

Helicóptero João Donato cai no meio da Floresta no Acre

Publicado

em

Uma pane no motor do helicóptero da secretaria de segurança Pública do governo do Acre, João Donato, mais conhecido por Estrelão, fez a aeronave travar e cair no meio da selva, na região do Vale do Yáco no Acre, nas proximidades do seringal  Nova Olinda.

A missão do grupamento aéreo, juntamente com uma equipe de médicos legistas do Instituto Médico Legal- IML,  era de fazer a exumação de um cadáver em um seringal do rio Yáco, quando depois de 40 minutos de vôo aconteceu o acidente.

As informações estão sendo mantidas em sigilo pelo governo, mas foram confirmadas por uma fonte de dentro do grupamento aéreo que o motor travou, todo o óleo do motor foi perdido e em menos de 30 segundos o helicóptero estava no chão.

“Felizmente – disse o informante de ac24horas -, graças a habilidade do piloto, ele conseguiu livrar a aeronave das arvores e cair sobre uma pequena clareira no meio do mato e ninguém se feriu durante a queda”.

Perdidos e sem rumo na floresta

Após a queda, a tripulação que não tinha como se comunicar para pedir socorro, teve  de cainhar a pé pelo meio do mato, sempre seguindo as margens do rio Yáco para não sair da trilha e somente depois de 3h de caminhada encontraram um ribeirinho que os levou de canoa até uma fazenda próxima, sendo uma hora e meia de barco,  quando finalmente conseguiram informar à base em Rio Branco, sobre o acidente e que todos estavam vivos.

Resgate da tripulação

Apesar do acidente ter ocorrido na última segunda-feira (28), somente ontem (30), dado floresta fechada na região e dificuldades de comunicação, foi que um outro helicóptero cedido pela Policia Rodoviária Federal, chegou até o local onde estavam os ocupantes e tripulação para fazer o resgate.

Desespero dos familiares das vítimas doa cidente

Um perito do IML contou também que “eu não imaginava que esses homens da tripulação do helicóptero não tivessem nenhum  meio de se comunicar em caso de pane ou mesmo um aparelho de GPS para se orientar no meio do mato. Foi um sufoco e o pior de tudo, nossos familiares ficaram sem saber o que havia acontecido com a gente ou se ainda estávamos vivos”, relatou.

Acidente vem sendo mantido em sigilo

Em contato com grupamento aéreo da secretara de segurança, o comandante Major Albuquerque, pelo telefone 9956 *89*, não quis dar declarações sobre o assunto e disse apenas que tudo estava sob controle.

Governo desmente informação de queda e diz que avião fez pouso de emergência

O governo do Acre divulgou agora pouco nota de esclarecimento desmentindo notícia veiculada neste site de que o helicóptero João Donato havia caído na floresta. Segundo a nota, a informação é inverídica e o que aconteceu foi um pouso de emergência.

A nota esclarece também que um mecânico foi levado ao local onde a aeronave ficou parada e que o problema já foi solucionado.

Leia esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), esclarece que é inverídica a notícia publicada no site ac24 Horas, de que o helicóptero João Donato havia caído na floresta.

Na terça-feira, 29, a aeronave esteve em missão, na região de Sena Madureira, e por motivos técnicos fez um pouso de emergência.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública, ao ser avisada pela equipe que estava a bordo, solicitou apoio da Polícia Rodoviária Federal, para levar um mecânico até o local, que verificou e corrigiu a falha, possibilitando o retorno da aeronave para Rio Branco, na quarta, 30.

Apesar de o problema técnico ter sido solucionado, a aeronave passa por inspeção em Rio de Branco.

Ildor Reni Graebner
Secretário de Estado de Segurança Pública

Salomão Matos- da redação de ac24horas
[email protected]
Rio Branco, Acre

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas