Conecte-se agora

Ministério Público Itinerante realiza atendimento em Marechal Thaumaturgo

Publicado

em

Situado à margem esquerda do rio Juruá, na foz do rio Amônia, Marechal Thaumaturgo está distante 786 quilômetros de Rio Branco, capital do Acre. O município possui um dos mais baixos IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano, que mede a qualidade de vida das pessoas) do Brasil e tem 88% de sua população morando na zona rural, sedo que desse contingente populacional, boa parte é de índios e seringueiros.

Com 14.227 habitantes, dos quais, mais da metade dos que estão com 15 anos ou mais são analfabetos, e 67% são beneficiários do programa Bolsa Família, a cidade foi a primeira a receber as ações do projeto MP Itinerante, idealizado pelo Ministério Público do Estado do Acre com o objetivo de garantir maior presença institucional nos municípios isolados.

O promotor de justiça Ildon Maximiano Peres Neto e assessores passaram uma semana em Marechal Thaumaturgo realizando diversos atendimentos, como orientação jurídica e ações de cidadania com a realização de palestras, que sem a presença da equipe, só seriam possíveis em Cruzeiro do Sul, cujo acesso se dá apenas por via fluvial ou aérea.

O serviço de atendimento ao público em registro e prévio contemplou cerca de 80 pessoas. No período também foram realizadas reuniões no Conselho Tutelar, Conselho da Criança e do Adolescente, Conselho de Classes, na sede da Prefeitura, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, dentre outras instituições. O encontro na Câmara de Vereadores serviu para apresentar o projeto e recomendar algumas medidas, tendo em vista que a cidade enfrentava uma crise política, em consequência do afastamento do prefeito Randson Oliveira Almeida, em outubro deste ano, sob acusação de desvio de recursos públicos.

Pelo menos 300 pessoas participaram das reuniões que tiveram por objetivo estabelecer um contato com a população, além de orientar sobre seus direitos, bem como sobre as atribuições do Ministério Público. Segundo o promotor Ildon Maximiano, o “MP Itinerante” encontrou a cidade com uma série de problemas. “Os servidores estavam com salários atrasados e não havia nenhum secretário municipal nomeado, pois o prefeito da cidade tinha acabado de ser afastado por decisão judicial. Havia um sentimento na sociedade de que a qualquer momento o prefeito iria retornar ao cargo”, disse.

Os resultados desse trabalho serão utilizados para planejar a segunda etapa do projeto em Marechal Thaumaturgo, no ano que vem. Nesta terça-feira (29), as ações começaram a ser desenvolvidas no município de Porto Walter, onde o atendimento se estende por toda a semana. “Nós precisamos está perto da comunidade para conhecer os problemas que ela enfrenta”, acrescentou.

Agência de Notícias – MP/AC

Anúncios


Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas