Conecte-se agora

jornal do Pará acusa senador Aníbal Diniz de comandar manobra na CBF

Publicado

em

O senador Anibal Diniz (PT-AC) confirmou através do seu site oficial a permanência do Rio Branco na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro 2012.

O clube havia sido eliminado da competição por conta de uma ação do Governo do Estado na Justiça Comum para a liberação de público para o compromisso na estreia diante do Luverdense-MT. O estádio Arena da Floresta havia sido interditado através de uma liminar da promotora Alessandra Marques, do Ministério Público do Estado do Acre. “o Rio Branco foi vítima de um ato intransigente e insano por parte da promotora Alessandra Marques, do Ministério Público do Estado do Acre, que denunciou a Arena da Floresta como inapta à realização das partidas dos campeonatos oficiais da CBF. Trata-se de uma decisão equivocada, antidesportiva e extremamente prejudicial ao futebol do Acre, que, felizmente, teve reparo preciso do Tribunal de Justiça do Estado. Não fosse o correto posicionamento do nosso TJE, teríamos passado o 2011 sem futebol nacional na Arena, que foi construída exatamente para sediar jogos”, lamentou.

Porém, de acordo com o senador, a diretoria do Rio Branco assinou com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) um termo desistindo da ação que movia contra ambos em troca da permanência do Estrelão na Série C do ano vem. “Foi o melhor que poderia ter acontecido para o futebol acreano neste turbulento final de 2011. Para quem estava sob o risco de ser banido injustamente da competição, o desfecho até que foi razoável”, friou.

No próximo dia 11, o Rio Branco realizará sua eleição e definirá o novo presidente para os próximos dois anos.( Rádio Clube do Pará)

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas