Conecte-se conosco
Fechar

<<< Governador e vice fazem pronunciamento oficial para anunciar abertura ininterrupta de BR-364 até Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O governador do Acre, Tião Viana (PT), e o seu vice, César Messias (PSB), fizeram ao entardecer desta sexta-feira (28) – feriado para os servidos públicos – pronunciamento oficial na TV para anunciarem à abertura ininterrupta da BR-364, estrada que liga a capital Rio Branco a segunda maior cidade do Estado, Cruzeiro do Sul.

O governador afirma que com a estrada “aberta de inverso a verão”, o trecho ainda sem pavimentação poderá ser concluída com maior facilidade.  O pronunciamento foi realizado em tom de marco histórico.

A construção da estrada foi iniciada em 1968, mas a pavimentação completa só deverá  ser concluídas no próximo ano. A movimentação na rodovia sempre era interrompida nos períodos chuvosos por não oferecer condições de trafegabilidade.

Até o fechamento desta reportagem, não foi possível confirmar a existência de registro na história recente do Estado, de qualquer outro governador e vice que tenham realizado pronunciamento oficial pela televisão.

Pronunciamento foge ao padrão e se transforma em publicidade
O pronunciamento Oficial do governador do Acre e de seu vice em anúncio da ininterruptabilidade no tráfego da BR-364 perde uma das principais características que marca o padrão desse tipo de comunicados, a exibição única.

O vídeo está sendo ostentado como publicidade simples, com repetições continuadas, o que pode comprometer o caráter histórico de registro como Pronunciamento Oficial. Segundo informações coletadas, não teria havido a formação de uma cadeia integrada na rede de rádios e TVs no Estado.

Edmilson Alves, de Rio Branco-Ac
edmilsonacre@yahoo.com.br
Redação de ac24horas

Continuar lendo
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Acre

Outdoor em homenagem ao Coronel Brilhante Ustra amanhece destruído no Acre

Publicado

em

“Lutamos contra terroristas como a Dilma para salvar o Brasil do comunismo. Apenas cumpri minha missão”. Essa era a frase do coronel Ustra, membro do Exército Brasileiro, que estava estampada em um outdoor colocado na Avenida Ceará em homenagem ao militar. Na manha desta quinta, dia 19, o painel amanheceu destruído.

Objeto de críticas tanto dos membros da sociedade civil, como de políticos e da própria Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Acre (Sejudh), o outdoor soou à um aparcela da sociedade acreana como uma “apologia à tortura”, termos bastantes utilizados quando se faz no período do governo milita, o último encerrado na década de 1980.

Na internet, a colocação do painel também gerou uma repercussão negativa. “Exaltar frase burra de um torturador, de um criminoso cruel, em outdoors pela cidade. Essa é a #direitaacre! Vamos celebrar a estupidez humana, como já diria o poeta!”, postou o cantor Diogo Soares, do Los Porongas.

Em nota, o secretário de Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão, afirmou: “Num Estado Democrático de Direito, é plenamente compreensível o direito à livre expressão e opinião, mas isso não significa agir com irresponsabilidade em incitar a violência de alguma forma, mas, principalmente, a violência de Estado contra o cidadão”.

QUEM FOI O CORONEL

Carlos Alberto Ustra morreu em outubro de 2015. Ele foi coronel do Exército Brasileiro, ex-chefe do DOI-CODI do II Exército, um dos órgãos atuantes na repressão política, durante o período do ditadura militar no Brasil.

Ustra foi considerando o primeiro militar reconhecido pela Justiça como torturador e comandante de uma delegacia de polícia acusada de ser palco de mais de 40 assassinatos e de, pelo menos, 500 casos de torturas.

O coronel Ustra é tido como uma das referências do presidenciável Jair Messias Bolsonaro, deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Continuar lendo

Acre

Freguesia Hamburgueria deve indenizar consumidora por servir refrigerante vencido

Publicado

em

A hamburgueria Freguesia, uma das mais conceituadas de Rio Branco, foi condenada a indenizar moralmente uma cliente Camila Costa Farias por servir bebida vencida à consumidora. A determinação foi proferida pelo 1º Juizado Especial Cível da Comarca de Rio Branco.

A juíza de Direito Lilian Deise, titular da unidade judiciária, esclareceu que a condenação tem caráter punitivo e pedagógico, para isso foram utilizados os critérios de razoabilidade e proporcionalidade em concordância com os fatos descritos nos autos.

A decisão foi publicada na edição n° 5.985 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 133 e 134), desta terça-feira (17), e estabelece R$ 500 de danos morais e restituição dos R$ 5 pagos em refrigerante.

Entenda o caso

Na reclamação registrada pela cliente consta fotografia que comprova o vencimento do refrigerante. Ao constatar que o refrigerante adquirido era impróprio para o consumo, teve o produto substituído no local por outro produto também vencido.

A falha na prestação de serviço ocorreu em fevereiro deste ano. Ainda segundo a petição inicial, a funcionária da ré se negou a restituir o valor pago pela bebida. Por isso, a reclamante registrou que não houve um tratamento satisfatório no empreendimento alimentício.

Decisão

A juíza de Direito ressaltou que não pode ser admitida a entrega de produtos inapropriados para o consumo. “Observo que a ré agiu sem os devidos cuidados necessários, expondo, assim, a saúde de seus consumidores, disponibilizando produtos para venda fora do período de validade”.

A magistrada enfatizou, por fim, que o estabelecimento comercial, como prestador de serviço no ramo da alimentação, tem o dever de zelar pelos produtos fornecidos aos consumidores, colocando à disposição dos mesmos itens que estejam em perfeitas condições de consumo. Da decisão cabe recurso.

Continuar lendo

Acre

Ao lado do deputado Alan Rick em Brasília, Bolsonaro diz em video: “O Acre é nosso!”

Publicado

em

“O Acre é nosso!”, diz o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), pré-candidato à Presidência da República, em um vídeo no plenário da Câmara dos Deputados ao lado do colega, o também deputado Alan Rick (DEM), que o chama de “mito”.

Bolsonaro também cita o coronel Ulysses no vídeo. Alan menciona o empresário Rodrigo Pires e defensor Valdir Perazzo.

“O Acre é nosso! Valeu pessoal, um grande abraço. Parabéns pela manifestação explicita de apoio e consideração. Tamo junto (sic)”, diz Jair Bolsonaro.

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.