Conecte-se agora

Elegia à burrice

Publicado

em

Foi uma elegia à burrice. Quando já havia um acordo entre o deputado Moisés Diniz (PCdoB) e o deputado Werles Rocha (PSDB) para sepultar o debate sobre o “Antimary”, eis que, ontem, figuras histriônicas foram à Aleac jogar lenha na fogueira, com discursos panfletários, gritos, acirrando os ânimos. Nossa Senhora da Burrice, era tudo que a oposição queria!

Notas de rodapé
O assunto, que estava virando nota de rodapé na imprensa, voltou ontem às manchetes.

Teatro do absurdo
Foram manifestações dignas do “teatro do absurdo” de Augusto Boal. Ninguém se entendeu. Defensores e contrários ao projeto de manejo sustentável se enfrentando com cartazes.

Samba desafinado
Da confusão não escaparam nem os deputados: o Helder Paiva ameaçava parar a sessão se os manifestantes não se calassem, enquanto o Moisés Diniz pedia um, “Viva ao Manejo”.

Pisada na maionese
Não sei quem foi o autor da tolice de levar funcionários de madeireiras para a Aleac.

Criando vítimas
Nunca esqueci um sábio conselho do saudoso ex-governador Geraldo Mesquita: “queres atingir um político, ignore-o”. Os atores do teatro passaram o tempo ontem citando o Rocha.

É difícil de entender?
O Rocha sabe não existir nada melhor para aproveitar o potencial madeireiro que o manejo florestal. Todo mundo sabe. Mas, o debate que lhe interessa é o político, não entenderam?

Mais aparece
O pessoal do marketing do governo não teve a acuidade de que estão fazendo o jogo do deputado Werles Rocha (PSDB) em irem para o confronto no seu campo, o político?

Debate técnico
Entraram no jogo do Rocha de transformar um debate técnico num debate político.

Pinçando a balbúrdia
Da balbúrdia de ontem na Aleac salvou-se o discurso do deputado Pereira (PT), mostrando com números reais, dados, os benefícios financeiros do manejo na economia estadual.

Discurso centrado
O discurso do Manoel Lima (SINTEAC), também fugiu do panfletário: “o manejo sustentável é o que há de melhor, mas, os madeireiros devem deixar benefícios nas comunidades da floresta”.

Saco torrado
Espera-se que agora cesse o debate que torrou o saco, virou cantiga de grilo, se apequenou.

É de não se crer?!
O DETRAN vai muito bem obrigado. Por isso, me causa surpresa que vai gerar um desgaste para o governo de retornar a empresa Elizeu Kopp para a nova farra dos radares de outrora.

Desgaste político
Uma das medidas mais elogiadas do governo Tião Viana foi por fim à farra dos radares: tinha radar até em pé de mangueira. E voltar agora é trazer desgaste político num ano pré-eleitoral.

Entra na história
Tudo caminha para o governador Tião Viana entrar na história com o anuncio, na segunda-feira, de abertura da 364 no inverno e, a conclusão do asfalto até o Juruá, no próximo ano.

Bandeira poderosa
O fato, é incontestável, vai lhe dar uma bandeira poderosa para a disputa da reeleição.

Sucessão em sena
O deputado Gilberto Diniz (PTdoB) prevê que o vice-prefeito de Sena Madureira, Jairo Cassiano, vai levar uma rasteira do prefeito Nilson Areal: “o candidato dele é o Mano Rufino”.

Bom projeto
Leio que o senador Sérgio Petecão (PSD) trabalha um projeto para a construção de creches nos municípios. Creche é essencial para mães carentes que têm que buscar sustento fora de casa.

Líder seringueiro?
Até meu amigo Elias Daher, posando de “líder dos seringueiros”, apareceu ontem na Aleac, se dizendo “ameaçado de morte”. Duvido que saiba diferenciar uma seringueira de um cajueiro.

Não se assanhem
Vez por outra vejo um partido se assanhando em lançar nomes para vice da chapa da FPA. Perda de tempo, vice é uma reserva de mercado destinada ao PCdoB.

Batida forte
Em artigo, o deputado federal Márcio Bittar (PSDB), bate forte e chama os sindicatos acreanos de “pelegos”, por terem trocado o apoio aos trabalhadores pelo apoio aos patrões.

Outra história
O engenheiro Marcos Alexandre tem se mostrado bom gestor, mas, saber se vai conseguir levar ao eleitor que por isso pode ser um bom prefeito, é esperar a campanha começar.

Sonho de consumo
O dirigente do PMDB, Armando Dantas, tem um sonho de consumo: a chapa Fernando Melo (PMDB) para prefeito e Luiz Calixto (PSL) de vice.

Grande coca
Hamilton Coca-Cola manda e-mail anunciando candidatura a vereador pelo DEM.

Leve e solta
O comentário político do momento é a absolvição pelo TRE-AC da deputada federal Antonia Lucia (PSC) em um processo de abuso do poder econômico. Vai se confirmando o que previ neste espaço, que terminará seu mandato, mesmo com um caminhão de processo nas costas.

Por Luis Carlos Moreira Jorge

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas