Conecte-se agora

MPE apura redistribuição de camelôs no Calçadão da Benjamim Constante

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPE) autorizou nesta quarta-feira (19) a abertura de procedimento preparatório para investigar a redistribuição de camelôs no Calçadão da Benjamim Constante nas proximidades do Colégio Acriano.

O MPE solicita das Secretarias de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e de Finanças do município de Rio Branco informações quanto aos critérios adotados para o cadastramento de pessoas como permissionárias de espaços públicos e requisita cópia de todos os cadastros dos permissionários que ocupam aquela área.

No início do mês, a prefeitura extraiu do Calçadão uma espécie de palco que existia no local, assim, ampliando o espaço de comercialização que teria passado de 43 para 50 concessões aos camelôs.

Mas de acordo com declarações prestadas pela comerciante  Railda Souza e Silva, “pessoas que nem estavam trabalhando no local, e nunca estiveram, foram inseridas no cadastro” da prefeitura, enquanto ela que estaria exercendo atividades há cerca de dois meses teria sido deixada de fora.

O MPE estabeleceu o prazo inicial de três meses concluir os procedimentos de levantamento de informações sobre o caso.

Edmilson Alves, de RioBranco-Ac
[email protected]
Redação de ac24horas

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas