Conecte-se agora

Gilberto Diniz afirma que paciente estaria internada há três meses esperando um anestesista; líder de Tião promete agir

Publicado

em

O deputado Gilberto Diniz (PTdoB), apresentou denúncia na manhã desta quarta-feira, 19, que uma paciente do município de Sena Madureira, identificada como Josefa dos Santos estaria a três meses internada a espera de uma cirurgia. De acordo com o parlamentar a espera da paciente seria pela falta de anestesista, situação que segundo ele, “estaria causando um verdadeiro caos no sistema público de saúde”.

O parlamentar de oposição disse ainda, que a situação se repete em todos os municípios do estado. Gilberto Diniz questionou quais seriam as medidas que o Governo do estado estaria adotando para tentar resolver a questão que de acordo com ele “está formando uma fila de espera nos hospitais do Estado,  por falta de um profissionais na área de anestesia nos procedimentos cirúrgico”.

Moisés e Farias afirmam que governo vai resolver falta de anestesistas
“A saúde tem muitos problemas, mas não é o caos que o deputado Gilberto Diniz falou. Muita coisa evoluiu, mas tem hora que a oposição não enxerga nada. Se a saúde tem problema, veja o que nós estamos fazendo. O anestesista é difícil de fixar no interior, pela dificuldade que é trazer um profissional ao Estado”, respondeu Eduardo Farias (PCdoB).

Segundo o comunista, o governo está procurando encarar o problema de frente e trazer soluções. Farias se referiu o curso de medicina da Ufac, que segundo ele está formando profissionais em todas as áreas médicas. De acordo com o deputado, “foi iniciado um programa de residência para anestesistas”, para solucionar o problema.

“O líder do governo, Moisés Diniz (PCdoB) informou que o problema da paciente existe. “O problema existe, mas a paciente está em um programa de ordem de gravidade, onde os níveis de gravidade são examinados. Como a paciente não estava num nível de gravidade, ainda não foi atendida. A Josefa está a 21 dias na espera, não três meses como foi apresentada a denuncia”.

Moisés Diniz disse ainda, que o governo lançou dois editais para contratação de anestesistas, um em nível federal outro local, mas não houve a procura esperada. O deputado destacou que a administração estadual está oferecendo R$ 15 mil por 40horas semanal. “Ainda temos a nossa faculdade que a partir deste ano, vai colocar três profissionais por ano, no mercado”. Disse Diniz.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas