Conecte-se agora

Censura na Floresta: Eco FM tira Osmarino Amâncio do ar

Publicado

em

Quem ver a equipe de governo de Tião Viana e o próprio governador falar que o Estado está pronto para o crescimento e que vivemos em uma federação com suas finanças ajustadas do ponto de vista econômico-financeiro, nem imagina que a democracia ainda é uma ficção. Para se ter uma ideia, o programa Resistência, estreado neste sábado das 7h às 9h da manhã, na ECO FM, no município de fronteira, em Epitaciolândia, foi retirado do ar logo após a sua exibição. O programa tinha como âncora o sindicalista e ambientalista, Osmarino Amancio. O sonho de levar informação ao seringueiro durou apenas 120 minutos.

– Eu estava preparando a segunda edição do programa que ia ao neste domingo, às 7 horas da manhã quando o sonoplasta John Black  me ligou e disse que não tinha uma boa notícia para me dar. E falou que eu não fosse à rádio pela manhã por que o programa foi retirado da grade de programação – confirmou Osmarino.

Deputado Major Rocha foi um dos entrevistados do programa na manhã de sábado, em Epitaciolândia. Esclarecimentos sobre manejo florestal parecem não agradar.

Osmarino disse que não foi dada nenhuma justificativa plausível para o que ele classifica como censura, uma vez que o programa em sua primeira edição teve audiência recorde. Para o ambientalista, o governo se assustou com a roupagem da programação e a proposta levada ao ar neste final de semana.

– O governo se assustou, o ICMBio se assustou. A nossa proposta é de informar aos seringueiros o que vem acontecendo com os planos de manejo e o programa seria uma das ferramentas desse empate, por isso tinha o nome de Resistencia – acrescentou Osmarino.

Ao ar na manhã de ontem (15), Osmarino recebeu ligações de sindicalistas dos municípios de Xapuri e Assis Brasil e teve participação ao vivo do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Epitaciolândia, Sebastião Oliveira e do deputado Major Rocha [PSDB].

– Disse por várias vezes que o programa não tinha bandeira política, que nossa principal bandeira é a floresta, a defesa do seringueiro – comentou Osmarino.

Osmarino não poupou criticas ao ICMbio que segundo ele foi com policiais militares à porta de sua casa responsabilizando-o pela ampliação dos serviços de abertura de ramal dentro da reserva Chico Mendes. Osmarino também criticou a empresa Laminados Triunfo pelo modelo de Manejo praticado no Antimary e no Ramal do Riozinho do Rola. Em ping-pong com o deputado estadual Major Rocha[convidado para ir ao programa], a situação dos produtores que vivem da sustentabilidade foi analisada. Depois de saber da notícia de que o programa já foi retirado do ar, o deputado tucano disse que a ação da direção da rádio é vergonhosa para o estado de direito.

– Querem calar a voz dos seringueiros, isso é a escalada do terror, algo parecido com o período entre a edição do AI-5 e a posse de Garrastazu Médici, bem como os anos de seu governo, um mais repressivos da história política recente do Brasil. Viver isso no Acre, em plena era de democracia é angustiante – declarou Rocha.

A reportagem tentou entrar em contato com o diretor da rádio, identificado como Magela, mas o seu telefone celular de número 995* *912 estava desligado. A última ligação feita foi às 19h26 de sábado. O espaço do programa teria contrato firmado na próxima quarta-feira e seria pago.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

 

 

 

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas