Conecte-se agora

Afastamento de Radson Almeida é por perseguição pessoal de promotor, diz advogada

Publicado

em

O Prefeito de Marechal Thaumaturgo, Randson Almeida, ingressou na tarde sexta-feira no Tribunal de Justiça do Acre, com Agravo de Instrumento, com pedido de efeito suspensivo, contra a decisão concessiva de liminar proferida pelo Juiz de Direito da Primeira Vara Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul, nos autos de ação cautelar N° 0008239-03.2011.8.01.0002, proposta pelo Ministério Público Estadual.

Segundo sustenta a advogada do prefeito, Drª Williane Pereira, a liminar teria sido deferida como medida de “resguardo do patrimônio público” e para que fosse “garantida a regular instrução processual”. Entretanto, diz ela, a “garantia do patrimônio público” não se constitui em fundamento para fins de afastamento, ao mostrar o teor do disposto no Parágrafo único, do art. 20, da Lei nº 8.429/92 – Lei de Improbidade Administrativa, sendo, pois, ilegal a medida neste particular e, no que se refere a “garantia da instrução processual”, este sim, fundamento insculpido na lei, tal medida não se sustenta, por absoluta desnecessidade, haja vista que, pelas informações recentemente divulgadas, todos os documentos necessários à elucidação dos fatos foram apreendidos pela Polícia Federal, cumprindo mandados de busca e apreensão expedidos pelo Magistrado.

Ainda sobre este caso, a Polícia Federal, em entrevista concedida à Rádio e TV Juruá, informa que, apesar da quantidade de documentos apreendidos e já analisados, nenhuma irregularidade foi, até o momento, constatada. Sustenta, ainda, a advogada, que o ato de afastamento deve ser “concretamente” motivado, ou seja: deve trazer em sua essência a demonstração real e inequívoca da ação obstante do agente, tanto que a medida prevista no bojo do dispositivo legal invocado, alude a “necessidade” de resguardo da instrução, e não simplesmente a possibilidade de óbice a colheita de provas ou, até mesmo, comodidade da instrução processual, seguindo a orientação jurisprudencial dos Tribunais Pátrios que, segundo ela, são uníssonos em afirmar essa impossibilidade.

Williane, afira: “ainda que se demonstrassem atos de obstaculização à instrução processual, o que inocorreu, segundo a norma de regência, a medida cautelar de afastamento reveste-se de caráter incidenter tantum, não sendo, pois, juridicamente possível sua ocorrência em sede preparatória, como no caso em apreço, haja vista que o rito a que alude a lei nº 8.429/92, é taxativo em permitir que só seja viável a medida após o recebimento da petição inicial, haja vista que, somente a partir desta fase é que se verifica o actus trium personarum [relação processual – juiz, autor e réu] e, por seu turno, se inaugura, de forma plena, a relação processual, quando se torna possível falar-se em instrução processual.

Esclarece a Dra. Williane, “há que se esclarecer que até o presente momento nenhum direito de defesa foi oportunizado ao prefeito, que está assistindo a tudo sem qualquer possibilidade de defesa, tendo sido afastado do mandato que lhe foi outorgado legitima e democraticamente pelo povo de Thaumaturgo com base em meras suposições”.

Concedendo opinião pessoal sobre os fatos afirma a advogada que “queremos crer que diante da falta de fundamento jurídico e, sobretudo, fático que sustente esse teratológico pleito, objetivou o Órgão Ministerial tão-somente atrair holofotes, com o nítido desiderato de desmoralizar a figura política do prefeito e de seus assessores mais próximos, o que além de defeso, é extremamente repudiável. A atuação Ministerial deve concretizar-se objetivamente, sem qualquer conotação personalística, e, obviamente, sem um mínimo de paixão. Vale dizer, com absoluta exação. Igualmente, a sua peculiar posição no universo da distribuição da Justiça lhe cobra uma atuação com senso de equilíbrio, ponderação, acuidade e subserviência à legislação em vigor, atributos que por certo são desconhecidos pelo Promotor Rodrigo Fontoura”.

Da redação de ac24horas
Rio Branco, Acre

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas