Conecte-se agora

Fiscais da prefeitura petista perseguem vendedores ambulantes de salgados e sucos

Publicado

em

A atuação implacável dos fiscais do prefeito Raimundo Angelim (PT) tem causado verdadeiro terror nas ruas de Rio Branco. A truculência com que os fiscais, que ficaram conhecidos como o “rapa”, tratam os vendedores ambulantes de salgados e sucos, vem causando grande revolta entre as pessoas que tentam sustentar suas famílias através de atividades informais.

Dois casos de abuso dos fiscais foram registrados nos últimos dois dias. No primeiro episódio, o salgadeiro, Manoel Alves, 44, foi abordado de forma violenta na calçada do Hospital de Urgência e Emergência (Huerb), e teve uma bicicleta cargueira apreendida. Na ocorrência o vendedor ambulante afirma que foi ameaçado pelos executores da ação.

Segundo o ambulante, para receber a bicicleta que usa para sustentar a mulher e dois filhos teria que pagar R$ 400,00. Manoel reclama do modo como é feita a abordagem. De acordo com ele, os fiscais pegaram seus produtos e a bicicleta e jogaram violentamente em cima do caminhão, danificando a forma térmica que comprou para acondicionar os salgados.

A abordagem truculenta dos fiscais voltou a se repetir nesta sexta-feira, 14, na calçada do Hospital das Clínicas. Segundo informações das pessoas que esperavam atendimento no hospital, uma vendedora ambulante teria sido agredida e presa após tentar fugir da fiscalização, que chegou ao local.

Pacientes que aguardavam o ônibus viram a cena e se indignados com a violência da ação. Segundo depoimento de populares, ao saber da presença do “rapa”, a vendedora ambulante de salgados, correu para guardar seus produtos. Ao tentar sair do local em seu veículo foi imobilizada por um policial que aplicou uma gravata e a retirou do veículo.

A ambulante foi encaminhada a delegacia pelos policiais que acompanhavam a fiscalização. Os administradores do Partido dos Trabalhadores (PT), agremiação partidária que chegou ao poder com a proposta de gerar emprego e renda para a população, além de fracassar na proposta, impedem os desempregados de tentar trabalha em atividades informais.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Anúncios


Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas