Conecte-se agora

Jorge Viana lamenta morte de humorista José Vasconcelos

Publicado

em

O senador Jorge Viana (PT-AC) propôs em Plenário nesta terça-feira (11) votos de pesar e solidariedade à família do humorista José Vasconcelos (1926-2011), morto na madrugada de ontem [11/10] em decorrência de problemas renais. O senador afirmou que a morte do humorista não passa em branco no Brasil nem no Acre, estado em que nasceu. Vasconcelos era neto de José Thomaz da Cunha Vasconcellos, ex-governador do estado.

Jorge Viana destacou o pioneirismo do acreano no mundo das artes. Começou aos 16 anos, vencendo um programa de calouros na Rádio Clube no Rio de Janeiro. Na rádio, ficou conhecido por suas imitações, principalmente do músico Ary Barroso (1903-1964). Foi de José Vasconcelos também o primeiro programa humorístico da televisão brasileira: A Toca do Zé, exibido pela TV Tupi de São Paulo em 1952. O ineditismo em seu trabalho prosseguiu quando, em 1960, transformou em disco seu show apresentando no teatro, Eu sou o Espetáculo. O LP vendeu mais de 100 mil cópias em todo o país.

O humorista fez sucesso ainda na Escolinha do Professor Raimundo, de Chico Anysio, na TV Globo, com o personagem gago Rui Barbosa Sa-Silva. Seu último trabalho foi na Escolinha do Barulho, da Record. O senador do Acre ressaltou ainda que José Vasconcelos foi o primeiro a adotar o modelo de comédia stand-up no Brasil. Afastado da televisão devido ao mal de Alzheimer, passou seus últimos anos no interior de São Paulo.

– Gostaria de dizer a sua esposa, Irene, e seus quatro filhos que um pouco de José Vasconcelos sempre estará onde houver um artista a distribuir risos por este país, porque, para o Zé Vasconcelos, como gostava de ser chamado esse acreano, que levou bem longe o nome do Acre, mais importante do que rir era plantar felicidade – afirmou.

Recursos para prevenção
O senador Jorge Viana fez também o registro da aprovação pelo Congresso Nacional da Medida Provisória 537/2011, que abre crédito extraordinário no valor de R$ 500 milhões para o Ministério da Defesa e da Integração Nacional. O senador enfatizou a importância também do relatório do senador Cyro Miranda (PSDB-GO), que destinou R$ 50 milhões deste recurso para programas de prevenção e reconstrução nos casos de calamidade pública e situações de emergência.

– Não podemos assistir inertes a chegada da calamidade para então tomarmos providências. O que se quer é que o poder público tenha suficiente agilidade para agir antes que as tragédias aconteçam – alertou.

Da Redação / Agência Senado

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Gladson conversa com membros do TJAC para aproximar poderes

Publicado

em

Numa tentativa de estreitar o relacionamento e aproximar os poderes, o governador Gladson Cameli dez uma visita de cortesia nesta quarta-feira, 21, aos membros do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC). O próprio judiciário confirma que o objetivo do encontro foi “aumentar o diálogo interinstitucional e também articular parcerias para aprimoramento dos serviços jurisdicionais”.

Durante o encontro, que contou com as duas equipes diretoras do TJAC, a atual e a eleita para os próximos dois anos, foi levantada a proposta de união dos esforços para transição de equipes e aprimoramento da prestação jurisdicional.

“Mais um registro da visita que fiz nesta quarta-feira no Tribunal de Justiça do Acre. Foi um encontro muito importante para estreitar o relacionamento e firmar parcerias com o poder judiciário”, disse Cameli. Na ocasião, Gladson falou de assuntos relacionados à administração do Judiciário acreano, especialmente, em relação às necessidades estruturais da Justiça do Acre.

O desembargador-presidente, Francisco Djalma, agradeceu a visita do governador e destacou as demandas do Judiciário. “A proposta dessa visita foi apresentar alguns projetos edificação, restauração de alguns prédios e o governador se dispôs a ajudar a implementar essas modificações”, disse.

Estiveram presentes o atual desembargador-presidente do TJAC, Francisco Djalma, e os desembargadores Laudivon Nogueira e Júnior Alberto, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça, respectivamente. Também estavam na reunião os magistrados eleitos para o Biênio 2021-2023, a desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro, e os desembargadores Roberto Barros, vice-presidente, e Élcio Mendes, corregedor-geral da Justiça.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 60 novos casos e nenhuma morte por Covid-19

Publicado

em

O boletim da Covid-19 desta quarta-feira, 21, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre registra 60 novos casos de contaminação pelo coronavírus no estado.

Com isso, o número de infectados subiu de 29.865 para 29.925 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 78.562 notificações de contaminação pela doença, sendo que 48.609 casos foram descartados, enquanto 29 amostra de RT-PCR estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 27.732 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 69 seguem hospitalizadas.

Nenhum óbito por Covid-19 foi notificado nesta quarta-feira, fazendo com que o número oficial de mortes pela doença continue 682 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam”, diz Daniel Zen

Publicado

em

O programa eleitoral do candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Partido dos Trabalhadores, Daniel Zen, desta quarta-feira, 21, falou acerca dos problemas que os moradores de Rio Branco vem enfrentando acerca do desabastecimento de água que tem se tornado um grande transtorno para a população.

Zen afirmou que pensou que poderia fazer uma campanha calma, mas afirmou que não dá para ficar calado ao escutar os relatos dos moradores de diversos bairros que vem enfrentando a falta de água em plena pandemia.

“Eu pensei que poderia fazer uma campanha calma, conversando com vocês, apresentando minhas propostas. Mas olha, não dá para ficar calado. A campanha leva a gente para as ruas e as pessoas vem falar com a gente. Não tá dando para comprar comida, não tem como comprar gás, arroz e carne nem pensar. Enquanto em plena pandemia a gente não tem água na torneira, nem para lavar a mão, o governador e a prefeita tão querendo vender o Depasa por uma mixaria. Isso é roubo gente. Esse povo ou não liga pra vida das pessoas ou ficou doido”, pontuou.

No vídeo, Zen relembra as gestões do PT e diz que “bem ou mal”, as coisas funcionavam na época do PT e que ninguém roubava as pessoas.

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam e ninguém roubava as pessoas. Olha, se o governador e a prefeita não dão conta de resolver esse problema, eu digo a vocês: devolvam o serviço de água e esgoto para o município! Comigo e Cláudio Ezequiel na prefeitura, a gente vai conseguir fazer muito melhor do que está fazendo hoje”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

No Mocinha Magalhães, Duarte escuta reivindicação dos moradores

Publicado

em

O candidato do MDB à prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte, percorreu nesta quarta-feira, 21, as ruas do bairro Mocinha Magalhães escutando de perto os relatos dos moradores acerca da realidade vivida por cada um deles e os problemas enfrentados.

Na visita, Duarte falou de suas propostas para educação, segurança, saúde e dentre outras pautas. Duarte pontuou que caso assuma a Prefeitura de Rio Branco irá fazer diferente.

“Campanha de verdade se faz perto das pessoas, com o coração aberto e disposição para conversar. Dá pra fazer diferente”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas