Conecte-se agora

Conversa com a Perpétua

Publicado

em

Conversei ontem com a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB). Na sua franqueza disse que, hoje a eleição na Capital está perdida e a única maneira de reverter o quadro, é lançar um nome com muita densidade eleitoral e poder de aglutinar a FPA, no que ela diz se enquadrar.

Novo é rodízio
Sobre a tese do PT, de indicar o candidato à PMRB e um nome que represente o novo, diz que, novo não é cara nova, e sim um rodízio de candidaturas majoritárias entre os partidos da FPA.

Jorge ou binho
Perpétua diz não ser radical, mas, afiança que só abriria mão de sua candidatura à PMRB, se fosse para nomes de grande densidade eleitoral, como Binho Marques e Jorge Viana.

Várias candidaturas
Na sua avaliação o melhor é ter um nome de consenso à PMRB, mas, não se conseguindo, a FPA poderia ir para a disputa com duas candidaturas e todos se unirem no segundo turno.

Risco de perder
Na sua visão, se a FPA não lançar o seu melhor nome à PMRB poderá perder a eleição.

Pediu voto
E ao final da breve conversa ainda pediu meu apoio e voto à sua candidatura.

Nota do PT
“Sobre nota com declarações do deputado Astério Moreira (PRP), o presidente do diretório municipal, André Kamail, enviou as considerações:

-Não há e nunca houve racha ou imposição no PT. É natural em um partido que tem a democracia como princípio e prática, que tenhamos um processo amplo de discussões do candidato que apresentaremos à FPA para a disputa da prefeitura de Rio Branco;

-Estão postas apenas 3 candidaturas no partido: Marcus Alexandre, Daniel Zen e Sibá Machado, e certamente a direção junto com as nossas lideranças e a militância vão escolher o melhor nome para oferecer à FPA e ao povo de Rio Branco;

-Nosso propósito é manter e fortalecer a unidade da FPA, portanto, essa discussão será partilhada com todos os partidos que compõem  a frente, como sempre fizemos.”

Amigo é para essas coisas
O deputado federal Gladson Cameli (PP) não crê em denúncias do MPF de desvio de recursos públicos pelo prefeito Nilson Areal: acaba de liberar R$600 mil em emendas ao amigo do peito.

Batman e robim do iaco
Assim como já tivemos a dupla “Cosme e Damião” (Fernando Melo e Sérgio Petecão), agora temos também a dupla “Batman e Robim do Iaco” (Gladson Cameli e Nilson Areal).

Diálogo altruísta
Deputado Werles Rocha (PSDB), para Moisés Diniz:
– você se elegeu de forma escusa, responde processo por compra de votos.

Resposta do deputado Moisés Diniz (PCdoB):
– você responde processo como torturador.

Sanduiches recheados
A estes sanduiches recheados sem somaram adjetivações como “ladrão”, “mentiroso” e etc. Isso não me escandaliza, prefiro um parlamento quente, a um parlamento só de amenidades.

Parlamento é debate
Não pode é deputado da base do governo pautando o que a oposição deve dizer ou não dizer, como se fosse um tutor, a e oposição também querendo pautar a base por suas denúncias.

Muito menos
E muito menos se querer pautar o que a imprensa deve ou não deve publicar do parlamento.

Debate duro
O debate na Aleac tem que ser duro de ambas as partes, todos os deputados são de maior vacinados, e como tal responsáveis únicos pelo que disserem na tribuna.

Ficou forte
A deputada federal Antonia Lucia, oficialmente, tem agora dois partidos sob a sua égide: o PSC, do qual é presidente, e o PRTB, onde assumiu a presidência sua filha Milena Câmara.

Cor da chita
“Se detonarem minha candidatura à reeleição vou espatifar o PSDB, não agüento mais perseguição, e aí, vai sobrar para o Tião Bocalon”. Frase do prefeito de Feijó, Dimdim (PSDB).

O apito do índio
Após este diálogo, ontem, por telefone, entrou na linha o índio e cacique Carlos Brandão, para pedir um registro no blog: “os índios de Feijó estão fechados com o Tião Viana e Dimdim”.

Medição de forças
Está assim decretada a medição de forças entre Tião Bocalon e o prefeito Dimdim.

Blindado no PT
Márcio Bittar está blindado no PT. Naquele episódio dos panfletos, os encarregados de dar a resposta pelo governo, receberam de cima a recomendação de “não mexer com o Márcio”.

Fraquinha de dar dó
O deputado federal Márcio Bittar (PSDB) é bom de televisão. Mas, a sua última entrevista na TV-GAZETA foi um rolando-lero, não disse nada com nada, apenas chavões e frases de efeito.

Papa a eleição
O deputado Walter Prado (PDT) dizia ontem que, caso a FPA entre desunida, com vários candidatos na eleição de Tarauacá, como tudo está a indicar, ganha a prefeita Marilete (PSD).

Quem indica
O deputado federal Gladson Cameli (PP) deixou na mão do ex-prefeito Wando Torquato (PP), indicar o candidato a prefeito do partido em Tarauacá.

Imagem terrível
A última pesquisa do IBOPE apontou a classe política como a mais desacreditada do Brasil.

Arrasto na fronteira
O ex-prefeito Aldemir Lopes articulou e filiou ontem, no PSD do senador Sérgio Petecão, o vereador do PSB de Brasiléia, Carlos Brandão; e,  no PMDB, o vereador Aroldo, do PSB de Assis Brasil.

De que lado fica?
O deputado Walter Prado (PDT) ficará com a candidatura do PCdo B ou PT, em Tarauacá, ou com a prefeita Marilete, de quem sua irmã Desterro Prado é secretária de Educação?

Relator rápido
O deputado Eber machado (PSDC), como Relator, correu rápido, colocou em pauta, e conseguiu aprovar o PCCR do DETRAN, aliás, o que é justo.

Quem tem os limões
Na sucessão municipal quem tem o limão para a limonada é o Tião Viana e ponto final.

Luz vermelha
O presidente da Aleac, deputado Élson Santiago (PP), reuniu ontem, após a tumultuada sessão, os deputados, aos quais pediu que, evitem as agressões pessoais para preservar a imagem da Casa. Santiago tem sido um democrata, ao deixar os debates fluírem sem uma interrupção.

Por Luis Carlos Moreira Jorge

Anúncios


Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas