Conecte-se agora

MPE reivindica implantação de cursos superiores na Ufac de Xapuri

Publicado

em

A Promotora de Justiça de Xapuri, Diana Soraia Tabalipa Pimentel, está reivindicando a implantação de cursos superiores da Universidade Federal do Acre (UFAC), no município. Acompanhada do prefeito Ubiraci Vasconcelos, na última sexta-feira (30), a promotora visitou a UFAC para saber como está o processo de discussão para criação dos cursos de Letras, Pedagogia e Ciências Biológicas.

Diana Soraia Tabalipa Pimentel participou da reunião do Conselho Universitário, que é o órgão colegiado com poder deliberativo, e falou sobre a necessidade da presença permanente da Universidade em Xapuri. Segundo a promotora, trata-se de um sonho da população e isso iria amenizar muitos problemas pelos quais passa a educação daquela cidade. Ela lembrou que, atualmente, muitos jovens precisam sair do município para dar continuidade aos estudos, já que a falta de professores faz com que a oferta no ensino fundamental e médio seja reduzida.

No ano passado, a Promotoria de Xapuri instaurou um inquérito civil e apurou que muitas crianças em idade escolar que residem na zona rural estavam fora da sala de aula por deficiências na educação, entre as quais, a falta de professores. O último concurso realizado pela prefeitura para a contratação de educadores não teve o número de vagas preenchido porque muitos candidatos não tinham a formação exigida pelo edital. “A falta de professores está gerando uma ofensa a um direito constitucional. Isso é grave”, lembrou a promotora.

A reivindicação já é antiga. Em outubro do ano passado, foi realizada uma audiência pública em Xapuri com a participação de representantes da UFAC, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFAC), além de autoridades locais da Educação, comunidade escolar e lideranças rurais. No encontro, foram apresentados diversos problemas, entre os quais, a falta de cursos presenciais de ensino superior em Xapuri e falta de professores. Em conseqüência disso, muitos alunos estavam sem estudar ou repetiam o ano, embora aprovados, porque não tinha oferta na série subseqüente.

Para resolver o problema, a UFAC se comprometeu a implantar pelo menos dois cursos ainda este ano. Por meio de um ofício, informou à Promotoria de Xapuri, que estava em processo de discussão com as coordenações dos cursos de Pedagogia, Ciências Biológicas e Letras para viabilizar a implantação desses cursos, o que ainda, não aconteceu.

Durante sua visita à UFAC, a Promotora e o prefeito de Xapuri também foram recebidos pela sub-coordenadora do curso de Pedagogia, Elizabete Miranda de Lima. No encontro, Ubiraci Vasconselos disse que apesar da demora, estava confiante que o pleito apresentado seria atendido. “Acho que nossa vinda aqui vai surtir um efeito muito positivo. A única mudança que nós teremos em Xapuri será através da educação”,destacou.

Elizabete Miranda informou que a implantação dos referidos cursos depende apenas da aprovação do Conselho Universitário, e que a medida não demandaria contratação de novos professores. “Eu penso que, pressionar ajuda bastante, pois precisamos ser cobrados. Podem contar conosco, porque de nossa parte, existe interesse em expandir a UFAC para o interior do Estado”, garantiu a sub-coordenadora.

A Promotora Diana Soraia Tabalipa Pimentel disse que ver essa reivindicação atendida é o sonho de muitos jovens de Xapuri. “Eles me perguntam se vai dá certo, e eu digo, que vai. Nós estamos aguardando com muita esperança. Vocês (UFAC) farão a diferença em Xapuri”, finalizou.

Assessoria do MPE

Anúncios


Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas