Conecte-se agora

Petecão diz que Jorge e Tião repassam uma imagem de intranquilidade ruim para a democracia

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão foi o segundo entrevistado do Programa Gazeta Entrevista nesta quinta-feira (29) para responder as acusações que foram feitas pelo colega de parlamento, Jorge Viana, do PT, ainda com relação ao panfleto que divulgou a reportagem da Revista Isto É. No dia 22, Petecão teve seu nome citado por Jorge Viana, como sendo do grupo que deseja “roubar o Estado”.

Petecão veio de branco, acompanhado de seu assessor Montana Jack em prometeu antes de gravar a entrevista, de falar em  tom de paz e amor. Antes de comentar as acusações proferidas por Jorge Viana, o senador do PSD lembrou sua defesa no senado por conta dos ataques sofridos por Tião Viana.

– O governador usa os meios de comunicação, as redes sociais para me atacar. Passa uma imagem de intranquilidade para seus assessores e puxa-saco. – comentou.

Negando autoria do panfleto que reproduz a reportagem da Revista Isto É, Petecão disse que não imaginou que o fato tivesse uma repercussão tão grande. Para ele, Jorge Viana perdeu uma oportunidade impar de se defender, de dizer porque a BR 364 é uma das obras mais caras do Brasil.

– No lugar de se defender das acusações de fazer lobby para uma obra de mais de um bilhão, o senador veio me agredir, agredir a minha família. Esse homem não está normal! – exclamou.

Com relação as acusações feitas por Jorge Viana aos próprios aliados na Assembleia Legislativa, Petecão fez diferente, agradeceu o apoio que recebeu como presidente da Assembleia dos deputados. Ele citou Naluh Gouveia e Polanco como grandes aliados e falou do esforço feito na época para ajudar o governador a colocar o estado no trilho.

– Fui presidente da assembleia por quatro anos. Ao tentar me atacar o colega senador atacou seus aliados, Jorge Viana foi leviano, esqueceu que a seu pedido eu fiz o enfrentamento dos Marajás. Isso me custou até ameaças de morte.

Segundo Petecão a Frente Popular tem que explicar por que aumentou o orçamento da Assembleia de R$ 2 para R$ 8 milhões “se continuam os mesmos 24 deputados”, acrescentou. “Quantas vezes o Jorge Viana não disse que eu era o melhor presidente da Assembleia?” – questionou Petecão.

Ainda em resposta aos ataques sofridos, Petecão lembrou que quando era funcionário de um posto de gasolina, Jorge Viana estudava nos melhores colégios em Brasília. “Depois ganhou de Flaviano o seu primeiro emprego. Deveria ter mais humildade” disse Petecão.

Para o senador de oposição, Jorge Viana não está bem. Ele lembrou que além do salário de senador, o petista recebe pensão vitalícia de governador, tem o irmão que é governador e a família toda empregada em cargos públicos.

– Jorge Viana ainda trouxe amigos de outros estados para empregar no Acre e mesmo com todo esse poder ainda não está feliz. Esse homem não está bem, vive constantemente com raiva – voltou a comentar Petecão.

O senador deixou mais um recado à Frente Popular comandada por Jorge Viana. “Esse panfleto é fichinha se relacionado ao dossiê das florestas públicas preparado pelo deputado Major Rocha [PSDB] que eu vou pessoalmente levar para os Estados Unidos e mostrar para o mundo o que acontece no Projeto Antimary”, concluiu.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas