Conecte-se agora

Petecão diz que Jorge e Tião repassam uma imagem de intranquilidade ruim para a democracia

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão foi o segundo entrevistado do Programa Gazeta Entrevista nesta quinta-feira (29) para responder as acusações que foram feitas pelo colega de parlamento, Jorge Viana, do PT, ainda com relação ao panfleto que divulgou a reportagem da Revista Isto É. No dia 22, Petecão teve seu nome citado por Jorge Viana, como sendo do grupo que deseja “roubar o Estado”.

Petecão veio de branco, acompanhado de seu assessor Montana Jack em prometeu antes de gravar a entrevista, de falar em  tom de paz e amor. Antes de comentar as acusações proferidas por Jorge Viana, o senador do PSD lembrou sua defesa no senado por conta dos ataques sofridos por Tião Viana.

– O governador usa os meios de comunicação, as redes sociais para me atacar. Passa uma imagem de intranquilidade para seus assessores e puxa-saco. – comentou.

Negando autoria do panfleto que reproduz a reportagem da Revista Isto É, Petecão disse que não imaginou que o fato tivesse uma repercussão tão grande. Para ele, Jorge Viana perdeu uma oportunidade impar de se defender, de dizer porque a BR 364 é uma das obras mais caras do Brasil.

– No lugar de se defender das acusações de fazer lobby para uma obra de mais de um bilhão, o senador veio me agredir, agredir a minha família. Esse homem não está normal! – exclamou.

Com relação as acusações feitas por Jorge Viana aos próprios aliados na Assembleia Legislativa, Petecão fez diferente, agradeceu o apoio que recebeu como presidente da Assembleia dos deputados. Ele citou Naluh Gouveia e Polanco como grandes aliados e falou do esforço feito na época para ajudar o governador a colocar o estado no trilho.

– Fui presidente da assembleia por quatro anos. Ao tentar me atacar o colega senador atacou seus aliados, Jorge Viana foi leviano, esqueceu que a seu pedido eu fiz o enfrentamento dos Marajás. Isso me custou até ameaças de morte.

Segundo Petecão a Frente Popular tem que explicar por que aumentou o orçamento da Assembleia de R$ 2 para R$ 8 milhões “se continuam os mesmos 24 deputados”, acrescentou. “Quantas vezes o Jorge Viana não disse que eu era o melhor presidente da Assembleia?” – questionou Petecão.

Ainda em resposta aos ataques sofridos, Petecão lembrou que quando era funcionário de um posto de gasolina, Jorge Viana estudava nos melhores colégios em Brasília. “Depois ganhou de Flaviano o seu primeiro emprego. Deveria ter mais humildade” disse Petecão.

Para o senador de oposição, Jorge Viana não está bem. Ele lembrou que além do salário de senador, o petista recebe pensão vitalícia de governador, tem o irmão que é governador e a família toda empregada em cargos públicos.

– Jorge Viana ainda trouxe amigos de outros estados para empregar no Acre e mesmo com todo esse poder ainda não está feliz. Esse homem não está bem, vive constantemente com raiva – voltou a comentar Petecão.

O senador deixou mais um recado à Frente Popular comandada por Jorge Viana. “Esse panfleto é fichinha se relacionado ao dossiê das florestas públicas preparado pelo deputado Major Rocha [PSDB] que eu vou pessoalmente levar para os Estados Unidos e mostrar para o mundo o que acontece no Projeto Antimary”, concluiu.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Semana inicia com 11 novos casos e nenhuma morte por Covid-19

Publicado

em

O Estado do Acre registrou nesta segunda-feira, 28, apenas 11 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus. Assim, o número de infectados subiu de 27.874 para 27.885, nas últimas 24 horas.

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), nenhum óbito foi registrado nesta segunda. Assim, o número oficial de mortos permanece em 657, em todo o estado.

O Acre, até o momento, registra 71.655 notificações de contaminação pela doença, sendo que 43.762 casos foram descartados. Ainda, 8 testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 24.944 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 75 seguem hospitalizadas.

Continuar lendo

Acre

Eleições 2020 no Acre tem aumento de 28% no número de candidatos

Publicado

em

O número de candidaturas registrado até o último sábado, 26, junto à Justiça Eleitoral para as Eleições 2020, aponta que o Acre teve um aumento de 28% no total de candidatos inscritos para concorrer este, se comparado com a quantidade registrada nas eleições passadas. Em 2020, o Estado teve 2.958 mil candidatos inscritos, enquanto que em 2016, foram 2.310 inscritos.

A Justiça Eleitoral ainda vai julgar cada caso e também pode haver desistências. Solicitações que não tenham sido feitas por meio digital também têm um prazo de até 48 horas para entrar no sistema, ou seja, os números podem aumentar.

Oitenta e oito candidatos estão inscritos ao cargo de prefeito e 88 a vice. Outros 2.782 cadastrados buscam uma cadeira na vaga de vereador. Este ano, Rio Branco, a capital, tem 7 candidatos a prefeito e 536 inscrições na disputa de vereador.

Continuar lendo

Acre

Rio Branco é umas das cidades possíveis de haver segundo turno

Publicado

em

Entre os mais de 5 mil municípios brasileiros, noventa e cinco municípios do país com mais de 200 mil eleitores podem ter de promover um segundo turno de votação para escolher os prefeitos e vice-prefeitos nas Eleições Municipais de 2020. É o que aponta o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Segundo a Constituição, nos municípios com menos de 200 mil eleitores, os prefeitos e vice-prefeitos são eleitos em primeiro turno. Ganha aquele que tiver o maior número de votos.

Já nas cidades que têm mais de 200 mil eleitores, o candidato não precisa apenas ter mais votos do que os seus concorrentes. É necessário obter a maioria dos votos válidos — os votos válidos são aqueles que excluem os votos em branco e os votos nulos. Se ninguém alcançar essa marca no primeiro turno, os dois mais votados vão para a disputa em segundo turno.

Rio Branco, capital do Acre, tem, de acordo com a justiça eleitoral, são 256.673 eleitores. Entre as capitais, 25 têm mais de 200 mil eleitores e podem ter de realizar um segundo turno, de acordo com o TSE. As exceções são Brasília — em que não há pleito — e Palmas, no Tocantins, que não tem a quantidade mínima de eleitores para realizar um segundo turno. Os moradores da capital tocantinense vão eleger os responsáveis pelo município já no primeiro turno.

Se seguir a tendência das últimas eleições municipais, o número de cidades que vão precisar promover o segundo turno deve crescer este ano. Em 2012, 50 municípios tiveram segundo turno. Já em 2016, foram 55.

Em julho, o Congresso Nacional promulgou a emenda que adiou as Eleições Municipais deste ano. Antes previstas para outubro, as votações em primeiro e segundo turnos ficaram para 15 e 29 de novembro, respectivamente. O motivo é a pandemia da Covid-19.

Vale lembrar que o TSE decidiu ampliar o horário de votação das Eleições Municipais deste ano em uma hora. Os eleitores vão poder ir às urnas escolher os seus representantes das 7h às 17h. No entanto, entre o início da votação e 10h, o horário será preferencial para as pessoas com mais de 60 anos.

Continuar lendo

Acre

Kinpara faz adesivaço na Avenida Ceará acompanhado de apoiadores

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo PSDB, Minoru Kinpara, participou na manhã desta segunda-feira, 28, de um “adesivaço” junto com apoiadores e candidatos a vereadores da coligação “Unidos por uma Rio Branco melhor”. A ação ocorreu num semáforo localizado na Avenida Ceará. A candidatura de Minoru tem a coligação formada por PSDB, PSL e Cidadania.

Entusiasmado, Minoru Kinpara destacou que as expectativas são muito boas em relação à campanha que se iniciou neste domingo (27).

“Por onde nós andamos tanto no centro da cidade como nos bairros mais distantes, eu percebo que a população está querendo um gestor novo, alguém que esteja disposto a cuidar de Rio Branco, alguém que esteja disposto a cuidar das famílias”, afirmou Minoru.

Mais tarde, o candidato cumprirá agenda no bairro Aroeira e no final da tarde fará um adesivaço no bairro 6 de Agosto.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas