Conecte-se agora

Presidiário se mata dentro de cela da delegacia da mulher depois de estuprar a filha

Publicado

em

O presidiário foragido, Jair Figueiredo Castelo, 41 anos, se matou na manhã deste domingo, por volta de 11h da manhã, dentro de uma das celas da Delegacia da Mulher (DEAM), depois de ser preso acusado de estuprar a própria filha. O acusado foi encontrado enforcado com o cordão da sunga que vestia.

Segundo relatos dos agentes de polícia que estavam de plantão na delegacia, Jair Figueiredo seria fugitivo do presídio Francisco de Oliveira Conde. O presidiário foi capturado nas primeiras horas de domingo e conduzido a unidade de segurança.

Depois de fugir do presido estadual, Jair Figueiredo teria marcado um encontro com a filha, no último dia 23, no ramal do Cacau, na zona rural de Rio Branco. No encontro o presidiário teria estuprado a filha, que registrou boletim de ocorrência na DEAM.

Os agentes fizeram várias diligências no local indicado pela vítima, conseguindo capturar o acusado no local onde estaria se escondendo. Antes mesmo de ser ouvido, o acusado teria cometido suicídio. Este é o segundo caso de suicídio dentro de uma delegacia, nos últimos dois meses.

Outro caso de suicídio de um preso foi registrado no município de Plácido de Castro.

A delegada plantonista não soube dar detalhes da ocorrência. O nome da filha do presidiário não foi revelado pelos agentes de Polícia Civil. A delegada acrescentou apenas que o presidiário estaria de sunga, na cela onde teria se matado.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

 

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas