Conecte-se agora

Acre terá nova campanha de prevenção e combate à dengue pela prefeitura

Publicado

em

O governo do Acre e a prefeitura de Rio Branco dão continuidade às ações de combate e prevenção à dengue no Estado. Nesta segunda etapa, as ações estão direcionadas às escolas localizadas nos bairros com maior índice de infestação do Aedes aegypti – mosquito transmissor da dengue -, quando alunos e professores serão incentivados a fabricar armadilhas para capturar o mosquito.

“Prevenção Sim, Dengue Não! A Guerra Continua”. Este é o slogan da nova campanha, que tem como objetivo evitar outra epidemia na capital, a exemplo do ano passado, quando foram notificados aproximadamente 35 mil casos, nove deles com vítimas fatais.

Rio Branco foi a segunda das 16 cidades brasileiras, e a primeira da Região Norte, que enfrentou uma epidemia de dengue em 2010. Diante desse quadro, o governador Tião Viana, o prefeito Raimundo Angelim e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, não mediram esforços para reduzir as notificações da doença.

Uma das ações realizadas pela parceria foi a campanha “Guerra Contra a Dengue”, que ocorreu de forma ostensiva e integrada em várias frentes de trabalho, como a Operação Limpeza, que contou com 104 equipamentos e mais de mil profissionais envolvidos. Em dois meses foram recolhidas 8.557 toneladas de lixos e entulhos nos bairros onde a ocorrência de casos foi maior.

Para o sucesso da campanha, outras ações ocorreram de forma paralela, como a contratação de mais agentes de vigilância em saúde para agir no controle vetorial; mobilização social com veiculação de material informativos em vários meios de comunicação – rádio, TV, internet, outdoor e busdoor. A “Brigada Jovem Contra a Dengue” se uniu a operação e reuniu cerca de 180 jovens, que foram às ruas combater os focos do mosquito nas instituições públicas, federais e municipais, nas escolas e nas suas vizinhanças, realizando a distribuição de material informativo e palestras de conscientização. Além disso, foram distribuídas e instaladas 36 mil tampas de caixa d’água.

De acordo com a gerente do Departamento de Vigilância em Saúde, Izanelda Magalhães, o trabalho integrado reduziu em mais de 99% os números de notificações de dengue, comparando a primeira semana epidemiologia de 2011 – de 2 a 8 de janeiro -, na qual foram registrados 2.477 casos da doença, com a 34ª semana epidemiológica – 21 a 27 de agosto -, que registrou 18 casos. Também houve uma importante redução nos Índices de Infestação Predial (IIP), que no mês de fevereiro era de 6,77% e caiu para 4,08% em agosto.

“Tais resultados demonstram o compromisso do governador Tião Viana em zelar pela saúde da população acreana e o compromisso dos profissionais e parceiros envolvidos na operação contra a dengue. Agora estamos dando continuidade às ações, uma vez que nesse período de estiagem é que os mosquitos aproveitam para depositar seus ovos, por isso é importante orientar e mobilizar as pessoas para evitar armazenar água em locais abertos”, afirma a gerente.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas