Conecte-se agora

Jorge Viana vai à TV e diz que faltou o nome de Bocalom na autoria do panfleto apócrifo

Publicado

em

O senador Jorge Viana foi para TV e ao contrário do que prometeu na chamada do Programa Gazeta Entrevista, praticamente não falou sobre o Botafogo e nem sobre o Rio Branco. A série A e C do Campeonato Brasileiro foram pinceladas no encerramento do segundo bloco.

O tema mais picante da entrevista, sobre o “panfleto do mal”, norteou a parte final do bate papo entre Alan Rick e Jorge Viana. Ao ser incitado a falar sobre os autores do material que reproduziu a reportagem da revista IstoÉ, estranhamente, o senador despejou toda sua raiva em cima do pré-candidato do PSDB à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom.

– Faltou nome. O Tião Bocalom. Essa é a resposta às oportunidades que eu sempre lhe dei – comentou Jorge Viana.

O senador não poupou criticas a oposição, a quem acusou de jogar o Acre na lama. Ele se  referiu a Petecão, como alguém com capacidade de enganar a Justiça.

– A oposição está com sede de poder e quer voltar [ao poder] somente para atender a interesses pessoais e a caprichos, afirmou.

Depois de desabafar, o petista pediu desculpas se ofendeu alguém.

 

Petecão e Bocalom vão pedir direito de resposta

Tião Bocalom falou com a reportagem antes de embarcar para o Juruá, onde cumpre agenda, ao lado de Marcio Bittar, nos municípios de Thaumaturgo, Jordão e Santa Rosa. Ele disse que não vai entrar no jogo baixo provocado por Jorge Viana.

– Meu prestigio político eu adquiri quando fui prefeito de Acrelândia. Nunca fui processado e nem acusado de desviar dinheiro. O mesmo ele não pode dizer – disse Bocalom.

O senador Petecão estava em casa e falou por telefone com a reportagem. O senador disse que vai relevar os ataques e colocar nas mãos de Deus as agressões sofridas durante a entrevista.

– A vida me deu um amadurecimento de não responder a ataques, principalmente vindos de pessoas visivelmente desequilibradas como estão o governador Tião Viana e seu irmão Jorge.

Ainda em comentário à entrevista, Petecão disse que Jorge Viana não respondeu aos questionamentos feitos pela Revista Isto É de como foram gastos mais de R$ 2 bilhões na construção da BR 364. Petecão acrescentou que o ex-governador Jorge Viana foi infeliz ao generalizar ataques.

– Ele chamou o Edvaldo e o Santiago de ladrão. Por que ele disse que quando coloca um presidente na Assembleia é obrigado a colocar um secretário do PT, porque se não os presidentes roubam o até o prédio – concluiu.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Gladson conversa com membros do TJAC para aproximar poderes

Publicado

em

Numa tentativa de estreitar o relacionamento e aproximar os poderes, o governador Gladson Cameli dez uma visita de cortesia nesta quarta-feira, 21, aos membros do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC). O próprio judiciário confirma que o objetivo do encontro foi “aumentar o diálogo interinstitucional e também articular parcerias para aprimoramento dos serviços jurisdicionais”.

Durante o encontro, que contou com as duas equipes diretoras do TJAC, a atual e a eleita para os próximos dois anos, foi levantada a proposta de união dos esforços para transição de equipes e aprimoramento da prestação jurisdicional.

“Mais um registro da visita que fiz nesta quarta-feira no Tribunal de Justiça do Acre. Foi um encontro muito importante para estreitar o relacionamento e firmar parcerias com o poder judiciário”, disse Cameli. Na ocasião, Gladson falou de assuntos relacionados à administração do Judiciário acreano, especialmente, em relação às necessidades estruturais da Justiça do Acre.

O desembargador-presidente, Francisco Djalma, agradeceu a visita do governador e destacou as demandas do Judiciário. “A proposta dessa visita foi apresentar alguns projetos edificação, restauração de alguns prédios e o governador se dispôs a ajudar a implementar essas modificações”, disse.

Estiveram presentes o atual desembargador-presidente do TJAC, Francisco Djalma, e os desembargadores Laudivon Nogueira e Júnior Alberto, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça, respectivamente. Também estavam na reunião os magistrados eleitos para o Biênio 2021-2023, a desembargadora-presidente Waldirene Cordeiro, e os desembargadores Roberto Barros, vice-presidente, e Élcio Mendes, corregedor-geral da Justiça.

Continuar lendo

Acre

Acre tem 60 novos casos e nenhuma morte por Covid-19

Publicado

em

O boletim da Covid-19 desta quarta-feira, 21, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre registra 60 novos casos de contaminação pelo coronavírus no estado.

Com isso, o número de infectados subiu de 29.865 para 29.925 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 78.562 notificações de contaminação pela doença, sendo que 48.609 casos foram descartados, enquanto 29 amostra de RT-PCR estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 27.732 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 69 seguem hospitalizadas.

Nenhum óbito por Covid-19 foi notificado nesta quarta-feira, fazendo com que o número oficial de mortes pela doença continue 682 em todo o estado.

Continuar lendo

Acre

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam”, diz Daniel Zen

Publicado

em

O programa eleitoral do candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Partido dos Trabalhadores, Daniel Zen, desta quarta-feira, 21, falou acerca dos problemas que os moradores de Rio Branco vem enfrentando acerca do desabastecimento de água que tem se tornado um grande transtorno para a população.

Zen afirmou que pensou que poderia fazer uma campanha calma, mas afirmou que não dá para ficar calado ao escutar os relatos dos moradores de diversos bairros que vem enfrentando a falta de água em plena pandemia.

“Eu pensei que poderia fazer uma campanha calma, conversando com vocês, apresentando minhas propostas. Mas olha, não dá para ficar calado. A campanha leva a gente para as ruas e as pessoas vem falar com a gente. Não tá dando para comprar comida, não tem como comprar gás, arroz e carne nem pensar. Enquanto em plena pandemia a gente não tem água na torneira, nem para lavar a mão, o governador e a prefeita tão querendo vender o Depasa por uma mixaria. Isso é roubo gente. Esse povo ou não liga pra vida das pessoas ou ficou doido”, pontuou.

No vídeo, Zen relembra as gestões do PT e diz que “bem ou mal”, as coisas funcionavam na época do PT e que ninguém roubava as pessoas.

“Com a gente, bem ou mal, as coisas funcionavam e ninguém roubava as pessoas. Olha, se o governador e a prefeita não dão conta de resolver esse problema, eu digo a vocês: devolvam o serviço de água e esgoto para o município! Comigo e Cláudio Ezequiel na prefeitura, a gente vai conseguir fazer muito melhor do que está fazendo hoje”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

No Mocinha Magalhães, Duarte escuta reivindicação dos moradores

Publicado

em

O candidato do MDB à prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte, percorreu nesta quarta-feira, 21, as ruas do bairro Mocinha Magalhães escutando de perto os relatos dos moradores acerca da realidade vivida por cada um deles e os problemas enfrentados.

Na visita, Duarte falou de suas propostas para educação, segurança, saúde e dentre outras pautas. Duarte pontuou que caso assuma a Prefeitura de Rio Branco irá fazer diferente.

“Campanha de verdade se faz perto das pessoas, com o coração aberto e disposição para conversar. Dá pra fazer diferente”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas