Conecte-se agora

Farra na Funai: “Até cachorro viajou com passagem paga indevidamente pela Funai”

Publicado

em

Das quatro coordenadoras que assumiram a Administração da Funai no Acre entre 2003 e 2010, a única que não responde processo na Justiça Federal e nem foi multada pelo Tribunal de Contas da União, Vania Lucena, é citada por transportar cães pagos indevidamente pela Funai, no trecho Rio Branco/Brasília. A denúncia é feita pelo funcionário de carreira Francisco Lopes dos Santos.

Ele conta que desde que tornou público às irregularidades cometidas no órgão que vem enfrentando perseguição e represálias. “Até do organograma institucional eu já fui excluído”, comentou Lopes.

Lopes afirma que existe dentro da instituição, suspeita de favorecimento a empresa fornecedora de serviços e pagamentos fracionados para evitar licitação. Ele acusa a coordenadora, Maria Evanizia, de comparar a hierarquia da Funai com dejetos e de desrespeito aos funcionários.

– Ela reclama que assumiu a coordenação com um monte de profissionais idosos, todos mal acostumados a não fazer nada – conta o funcionário.

Perseguido, desde 2003 quando assumiu a função de Chefe de Contabilidade e Finanças, Lopes conta que sua passagem pela chefia, possibilitou o acesso às documentações que montam todos os esquemas já denunciados na Policia Federal. Três processos estão sendo apurado, um deles, pelo inquérito 31/2004.

– Foram esgotadas todas as tentativas de me envolverem nas fraudes. Não tive outra alternativa se não a de denunciar – declarou Lopes.

Ele diz que além da imprensa, vai procurar novamente à Policia Federal e o Ministério Público do Trabalho para relatar a pressão psicológica que vem passando com as tentativas de lhe lincharem do órgão em que é funcionário de carreira.

– Tenho 58 anos de idade e desses, 33 são de serviços prestados a Funai, não aceito ser linchado dessa forma por não querer compactuar com esquemas de suspeitas de irregularidades que se tornaram rotinas – conclui.

A reportagem ligou as 16h05 para a Funai. Ao sermos atendidos pela senhora Cibele, ela tentou por duas vezes repassar para o ramal 201, da senhora Maria Evanizia, mas ninguém atendeu ao telefone.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas