Conecte-se agora

Por falta de ambulância criança é transportada em carroceria de camionete, para Rio Branco

Publicado

em

A situação de descaso no sistema de saúde pública não atinge apenas Rio Branco. No município de Brasiléia, distante 240 quilômetros da capital, a situação é mais preocupante, já que a cidade não dispõe de ambulâncias para os casos de emergência.

Na segunda-feira, 19, ficou evidente a falta de estrutura da saúde pública de Brasiléia. Com várias escoriações, uma criança de oito anos, vítima de atropelamento, precisou ser socorrida na carroceria de uma camionete da Polícia Militar.

O mais grave é que o menor foi socorrido sem qualquer tipo de cuidado. A criança foi transportada em um colchonete, apenas com um colar cervical. O primeiro atendimento foi feito pelo condutor da moto e pessoas que se aglomeraram no local.

Apenas uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estaria atendendo as ocorrências de Brasiléia e Epitaciolândia. De acordo com populares, há mais de  o veículo estaria em Rio Branco.

Ray Melo, da redação de ac24horas – com informações de oaltoacre.com – [email protected]

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas