Conecte-se agora

Líder do Governo pede prisão de autores de panfleto que considera criminoso, contra Jorge Viana

Publicado

em

O deputado Moisés Diniz (PCdoB), líder do Governo na Aleac, fez um pronunciamento enérgico na sessão desta quinta-feira, 15, pedindo apoio da Polícia, do Poder Judiciário e do Ministério Público para caçar os criminosos que estão distribuindo um panfleto anônimo contra o ex-governador e senador Jorge Viana (PT). “São criminosos, pois lançam panfletos se escondendo no anonimato acreditando que assim escapam das barras da lei. Mas não vão ficar impunes. A Polícia há de identificar e localizar os criminosos que vão ter que responder legalmente por este ato covarde”, afirmou Moisés.

Leia mais sobre o assunto
Panfleto com denúncia de revista
contra Jorge Viana vira tema de
debate em sessão da Câmara

De acordo com o parlamentar, o crime está claro quando o autor do panfleto e, portanto, o seu distribuidor, fala que o ex-governador é responsável por atos que sequer foram a julgamento. “Quem pode dizer se o senador Jorge Viana é culpado ou inocente é o Poder Judiciário. Ninguém é culpado até que haja uma sentença judicial em última instância. Por isso, o panfleto leva o seu autor ao crime de calúnia e difamação”, afirmou Moisés.

O deputado lembrou que nunca os partidos da Frente Popular do Acre, quando estavam na oposição, fizeram uso de panfletos anônimos. “Nós distribuíamos panfletos com a nossa assinatura, com a logomarca dos partidos e das entidades que referendavam os documentos. Nunca nos utilizamos deste expediente rasteiro e covarde de se ocultar no anonimato”, concluiu Moisés Diniz.

João Roberto Brana, da Agencia Aleac

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas